Madre Teresa de Calcutá

Madre Teresa de Calcutá (1910-1997) foi uma missionária católica macedônia, famosa por seu trabalho de ajuda às populações carentes do Terceiro Mundo. Dilva Frazão – ebiografia

Logo cedo descobriu sua vocação religiosa. Com dezoito anos entrou para a Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto. Criou a Congregação Missionárias da Caridade.

Dedicou toda sua vida aos pobres. Em 1979 recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Foi Beatificada pela igreja católica em 2003 e canonizada em 2016.

Agnes Gonxha Bojaxhiu é o nome de nascimento de Madre Teresa de Calcutá. Ela nasceu no dia 26 de agosto de 1910, em Üsküp, cidade que fazia parte do Império Otomano, mas que atualmente se chama Skopje, atual capital da Macedônia do Norte, nação que surgiu depois do desmembramento da Iugoslávia. Mundo Educação

A congregação Missionárias da Caridade foi fundada por Madre Teresa de Calcutá em 1950 e atualmente está em mais de 100 países.

Os pais de Madre Teresa eram descendentes de albaneses e chamavam-se Nikola Bojaxhiu e Dranafile Bojaxhiu. O pai era um empreendedor de sucesso que trabalhava com diferentes negócios, enquanto a mãe era dona de casa e cuidava do lar e dos três filhos: Agnes, Aga e Lazar.

A família de Teresa era muito católica e, desde a infância, ela se envolveu com assuntos da igreja. Essa aproximação de Teresa com a religião aumentou consideravelmente depois que seu pai faleceu em 1919.

Foi educada numa escola pública da atual Croácia. Ingressou na Congregação Mariana. Com o consentimento dos pais, no dia 29 de Setembro de 1928, entrou para a Casa das Irmãs de Nossa Senhora de Loreto, em Dublin, Irlanda.

O seu sonho era ir para a Índia, onde faria um trabalho missionário com os pobres. Em 24 de maio de 1931, fez votos de pobreza, castidade e obediência, recebendo o nome de Teresa.

Em 1937, ela professou os votos de pobreza, castidade e obediência e, assim, recebeu o título de “madre”. Seguiu trabalhando na Saint Mary’s High School (a escola administrada pelas Irmãs de Nossa Senhora de Loreto) até 1948. No entanto, ela decidiu abandonar o convento e a escola na qual lecionava para ajudar os pobres de Calcutá de maneira voluntária e independente.

Da Irlanda, Irmã Teresa partiu para Índia. Foi enviada para Darjeeling, local onde as Irmãs de Loreto possuíam um colégio.

Madre Teresa alegou que decidiu abandonar a ordem em que esteve por quase vinte anos porque teria recebido um chamado para trabalhar entre os pobres na Índia. A pobreza na Índia era muito grande, e o contexto do país era de fome e violência, uma vez que, entre 1943 e 1944, a Índia Britânica tinha registrado a morte de milhões de pessoas pela fome. A violência, por sua vez, estava relacionada com o acirramento de ânimos entre hindus e muçulmanos.

De Darjeeling a Irmã Teresa foi para “Calcutá” onde passa a ensinar História e Geografia no Colégio de Santa Maria, da Congregação de Nossa Senhora do Loreto.. Mais tarde foi nomeada diretora.

Em setembro de 1946 durante uma viagem de trem, ouviu um chamado interior que a fez decidir abandonar o noviciado e se dedicar aos necessitados.

Depois de apresentar seu plano, recebeu a autorização do Papa Pio XII, no dia 12 de Abril de 1948. Embora deixando a congregação de Nossa Senhora de Loreto, a Irmã Teresa continuava religiosa sob a obediência do arcebispo de Calcutá. Só em 08 de Agosto de 1948 ela deixou o colégio de Santa Maria.

Madre Teresa dirigiu-se para Patna, para fazer um breve curso de enfermagem. Em 21 de dezembro obtém a nacionalidade indiana. Data em que a irmã reuniu um grupo de cinco crianças, num bairro pobre e começou a dar aula.

Pouco a pouco, o grupo foi aumentando. Dez dias depois eram cerca de cinquenta crianças. Tendo abandonado o hábito da Congregação de Loreto, a Irmã Teresa usava um sari branco (roupa indiana), debruado de azul e colocava no ombro uma pequena cruz.

As missionárias visitavam os abrigos levando, mais que donativos, palavras amigas e as mãos sempre prestáveis para qualquer trabalho.

Em 19 de março de 1949, as vocações começaram a surgir entre as suas antigas alunas do colégio. A primeira foi Shubashini. Filha de uma rica família, disposta a colocar sua vida ao serviço dos pobres.

Outras voluntárias foram se juntando ao trabalho missionário. Mais tarde chamadas de “Missionárias da Caridade”. Em 1949, a constituição da irmandade, começou a ser redigida.

A Congregação de Madre Teresa, foi aprovada pela Santa Sé em 07 de outubro de 1950. Em agosto de 1952, é aberto o lar infantil Sishi Bavan (Casa da Esperança) e inaugurado o “Lar para Moribundos”, em Kalighat, auxiliando pobres, doentes e famintos.

A partir dessa data, a sua Congregação começa a expandir-se pela Índia e por várias partes do mundo. Em 1963, em reconhecimento a seu apostolado, o governo indiano concede-lhe a medalha “Senhor do Lótus”.

Em outubro de 1979 a Madre Teresa de Calcutá recebeu o Prêmio Nobel da Paz.

No mesmo ano, João Paulo II recebeu a Madre, em audiência privada e a nomeia “embaixadora” do Papa em todas as nações.

Muitas universidades lhe conferiram o título “Honoris Causa”. Em 1980, recebe a ordem “Distinguished Public Service Award” nos EUA. Em 1983, estando em Roma, sofre o primeiro grave ataque do coração. Tinha 73 anos.

Em setembro de 1985, foi reeleita Superiora das Missionárias da Caridade. Nesse mesmo ano, recebeu do Presidente Reagan, na Casa Branca, a Medalha Presidencial da Liberdade, a mais alta condecoração do país.

Em agosto de 1987, viajou para a União Soviética quando foi condecorada com a Medalha de ouro do Comitê Soviético da Paz. Em agosto de 1989, realiza um dos seus sonhos, abrir uma casa na sua Albânia, sua terra natal.

Em setembro de 1989, sofre o seu segundo ataque do coração e recebe um marca-passo. Em 1990, pede ao Papa para ser substituída no seu cargo, mas volta a ser reeleita por mais seis anos, até 1996.

Madre Teresa de Calcutá faleceu no dia 05 de setembro de 1997, depois de sofrer uma parada cardíaca. Seu corpo foi transladado ao Estádio Netaji, onde o cardeal Ângelo Sodano, Secretário de Estado do Vaticano, celebrou a Missa de corpo presente.

O mesmo veículo que, em 1948, transportara o corpo do Mahatma Gandhi foi utilizado para realizar o cortejo fúnebre da “Mãe dos pobres”. Em 19 de outubro de 2003 Madre Teresa de Calcutá é beatificada pelo Papa João Paulo II. No dia 4 de setembro de 2016 foi canonizada, pelo Papa Francisco.

Frases da Madre Teresa de Calcutá

  • “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”
  • “É fácil amar os que estão longe, mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.”
  • “Temos que ir a procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade.”
  • “Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las.”
  • “Enquanto estiver vivo, sinta-se vivo.”

Há quem critique a gestão das doações realizadas para as ações de caridade dela e houve até quem a denunciasse por corrupção financeira. Por fim, as relações de amizade que Madre Teresa tinha como Jean-Claude Duvalier, o ditador haitiano conhecido como Baby Doc, também renderam críticas.

Calcutaze-se: Kobra, personalidade do ano em Nova York, Papas Reformadores, Noel ou Jesus?!?, Tornar-se adulto…, As discípulas de Jesus

Ouça o meu chamado

Ouça o meu chamadoClaudiney Prieto

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã
Esteja aqui escute essa canção
Ouça o meu chamado através dos mundos

Jovem, Mãe, Anciã. letras.mus

Ouçaze-se: Poesia mística em Kabir, Rumi e Tagore 2018, HUMAN’s Musics, 11 músicas que falam de saudade, Dia do músico, Racunho Music, You Get What You Give, VERDINHA, TIMEOUT CONVIDA! | LOVE WILL TEAR US APART feat. MY LAST BIKE, Eju orendive

Javyju

O nome científico da arara-azul é Anodorhynchus hyacinthinus. Ma. Vanessa Sardinha dos Santos – BrasilEscola

A arara-azul, também chamada arara-azul-grande, é uma espécie de ave, encontrada no Brasil, que se caracteriza por ser a maior entre os psitacídeos (família Psittacidae), chegando a atingir mais de um metro de comprimento, medindo-se da ponta do bico à ponta da cauda. Essa espécie habita diferentes formações vegetais, sendo encontrada em formações savânicas e até em ambientes de floresta no BrasilParaguai Bolívia. As maiores populações dessa espécie de arara são encontradas no Pantanal.

Esses animais são aves sociais, sendo encontradas em pares ou grupos. Esses grupos podem ser encontrados em locais de alimentação e nos chamados dormitórios, que funcionam como áreas para o descanso desses animais. As araras-azuis apresentam alta capacidade de socialização entre os membros do grupo.

Uma característica interessante da arara-azul é que ela apresenta comportamento monogâmico, com formação de casais que permanecem unidos até mesmo fora da estação reprodutiva. Esses pares dividem tarefas entre si, como o cuidado com o filhote e com o ninho.

A arara-azul apresenta um bico bastante resistente, o qual a auxilia na sua alimentação. Esses animais alimentam-se, principalmente, de frutos de palmeiras, tais como buritilicuri macaúba.

A arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus) é uma espécie que está classificada como vulnerável na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN). As principais ameaças contra ela são a destruição de habitat e a captura para comércio ilegal.

Além da arara-azul-grande, temos como araras de coloração azul: a ararinha-azul (extinta), a arara-azul-de-lear e a arara-azul-pequena (extinta).

Atlaze-se: Observação de aves: torres abrigos e mobiliário de apoio, WikiAves, Ana Primavesi, Engenheira agrônoma., Jurassic Surviver, Ranking da poluição plástica nos oceanos

Cultura Chinchorro

A cultura Chinchorro desenvolveu a mumificação 3 mil anos antes do que o Egito. BBC news

Localizado na região de Arica e Parinacota, o local é composto por três componentes: Faldeo Norte del Morro de Arica, Colón 10, ambos na cidade de Arica, e Foz de Camarones, em um ambiente rural cerca de 100 km mais ao sul.

Juntos, eles oferecem um testemunho de uma cultura de caçadores-coletores marinhos que residiam na árida e hostil costa norte do Deserto de Atacama, no extremo norte do Chile, de cerca de 5450 a.C. a 890 a.C.

O local é a mais antiga evidência arqueológica conhecida de mumificação artificial de corpos com cemitérios contendo corpos mumificados artificialmente e alguns que foram preservados devido às condições ambientais.

Ali foram encontradas ferramentas feitas com materiais minerais e vegetais, bem como instrumentos simples de osso e concha que permitiram a exploração intensiva dos recursos marinhos.

Apesar de muito árida, a área tinha recursos marinhos em abundância devido aos efeitos da corrente fria de Humboldt, que cria um fenômeno chamado ressurgência no oceano, e dos diversos riachos que a atravessam para desembocar no mar. BBC news

O local, aponta a Unesco, “constitui um testemunho único da complexa espiritualidade da cultura chinchorro”.

Assim, os chinchorro se especializaram na exploração dos recursos marinhos e chegaram a desenvolver diversas ferramentas para facilitar a atividade pesqueira, como um anzol feito de espinhos de cactos e pontas de arpão.

Informações do Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana dão conta de que, “a partir de tumores encontrados nas orelhas das múmias da época, sabe-se que mergulhavam em grande profundidade”.

Segundo informações da Universidade de Tarapacá, no Chile, que tem liderado a pesquisa e conservação da cultura chinchorro, o processo de mumificação consistia na extração dos órgãos e vísceras dos mortos por meio de incisões e na sua substituição por vegetais, penas, pedaços de couro, lã e outros materiais.

Também se removia o couro cabeludo e a pele do rosto e abria-se o crânio para retirar o cérebro — depois de seco, ele era preenchido com cinzas, terra, argila e pelos de animais.

Por fim, modelava-se o rosto, que era adornado com uma peruca feita com cabelo humano. O corpo ganhava uma vestimenta de tecido vegetal e era coberto com uma camada de argila.

Embora no início os chinchorro mumificassem apenas recém-nascidos e crianças — que eram preservados junto de estatuetas de barro —, em seu auge, por volta de 3.000 a.C., eles chegaram a mumificar todo tipo de membro da sociedade, independentemente da idade.

“A cultura chinchorro considerava suas múmias como parte do mundo dos vivos, o que explica por que deixavam os olhos e a boca abertos e usavam macas, feitas de fibra vegetal ou pele de animal, para transportá-las”, destaca a Universidade de Tarapacá.

As avançadas técnicas de embalsamamento, auxiliadas pelas condições climáticas do ambiente desértico e salino do Atacama, levaram à preservação das cerca de 120 múmias que hoje estão no acervo do Museu Arqueológico de San Miguel de Azapa, no Chile.

Chinchorroze-se: Nós, povos da Amazônia, estamos cheios de medo. Em breve vocês também terão., CONSTELAÇÕES INDÍGENAS, Unesco disponibiliza mais de 80 filmes indígenas gratuitamente, 13º Signo – Ophiuchus, O Portador da Serpente, Conhecimento Ancestral, Um saco de sal, Essênios, eventos externos

Feng Shui

Resumidamente, que a energia vital, ou Chi como também é conhecida pelos orientais, se comporta dentro de uma casa. Essa energia criadora e impulsionadora da vida está presente em tudo o que existe no universo, desde o sol, a lua e os planetas até o nosso corpo, as plantas e os animais. decorfácil

Quando ela consegue fluir harmoniosamente tudo se equilibra. E dentro de uma casa não seria diferente. Ao se movimentar livremente pelos ambientes, o Chi é capaz de promover saúde, bem estar, equilíbrio, prosperidade e relacionamentos estáveis e felizes.

Mas como exatamente o Feng Shui funciona? Bem, para responder essa pergunta precisamos falar sobre o baguá. O baguá é uma placa em formato octogonal, onde cada lado expressa uma área da vida – Sucesso, Relacionamento, Criatividade, Amigos, Trabalho, Espiritualidade, Família e Prosperidade.

O Baguá é posicionado em cada cômodo da casa com o objetivo de determinar onde estão cada uma dessas áreas. Ao serem identificadas, o espaço é tratado e harmonizado a partir do reposicionamento, colocação ou retirada de objetos.

Para cada cômodo da casa existem conceitos específicos do Feng Shui que devem ser aplicados. Mas alguns outros são gerais e podem – e devem – ser usados na casa toda. Confira quais são logo abaixo:

  • Evite o acúmulo de objetos;
  • Deixe a luz e o ar entrar;
  • Jogue fora tudo o que está quebrado;

Uma arte milenar, o feng shui, corretamente utilizado, cria um ambiente positivo e energizado. Deve compreender os 5 elementos: terra, fogo, água, madeira e metal.

Cada um deles influencia uma área particular da vida. Curiosando

  • Metal: O metal é usado para representar a eficiência e clareza de espírito e propósito. O seu trabalho irá ter tanto, um efeito bem definido, como boa qualidade, quando o elemento metal está presente.
  • Água: A água flui livremente trazendo boa sorte em abundância. O elemento água acrescenta pureza, abundância de energia e uma sensação de frescura.
  • Terra: O elemento Terra traz uma sensação de estabilidade e segurança à casa e alimenta cada membro da família.
  • Madeira: Árvores. Elas fornecem o oxigênio para os seres vivos. O elemento madeira equivale à saúde do corpo. As curasque usam o feng shui, incluem o elemento madeira na sua composição. A prosperidade em casa também é regida pelo elemento madeira.
  • Fogo: O fogo inspira paixão que queima no interior profundo. O elemento fogo acrescenta uma quantidade elevada de energia, a qualquer coisa que faça, isso inclui o trabalho, atividades de lazer e até à vida sexual.

A sua vida costuma ser atribulada e estagnada? Comece a olhar para sua própria casa e faça pequenas mudanças para que a energia flua.

Boas energias para você!

Referência: www.decoracaointeriores.org

Feng Shuize-se: Global Citizen Festival, Buddhist Philosophy 8 – Zen: Bodhidharma, Huineng & Mazu, Joan e contos zen, ZEN BODI, 11 benefícios da semente de abóbora, 10 sites para aprender um pouco de tudo, Algumas dicas de jardinagem, Receita de Spa em casa

Rumi, Saadi, Hafiz (Poems and Quotes)

26168577_1593391920727809_7845538474639518760_n

A world of Love, Happiness, Enjoyment, Patience, Spirits and Consciousness. Rumi, Saadi, Hafiz (Poems and Quotes).

26000884_1593442727389395_6077290437862160236_n

Observe mais: CIDADES DEMOCRÁTICASLUMINESCE™A PRÁTICA DE YOGA E AS ESTAÇÕES DO ANOA RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!EXAME COM UMA GOTA DE SANGUEGLÂNDULA PINEALVIDA SIMPLESMEDITAÇÃO EM 1 MINUTOINSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEVIDACELL®BALEIA OU SEREIA.RESERVE™A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁVIDA INTELIGENTE.LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

 

 

Em Busca da Verdade

O programa trata de assuntos polêmicos e atuais sobre a área da saúde, à luz da espiritualidade. Traz entrevistas com especialistas, contando, sempre, com a participação do ouvinte. Em um de seus quadros, rememora trechos do programa “Em Busca da Verdade”, apresentado pelo saudoso Dr. Alberto Calvo, médico e expositor espírita. Apresentação e produção Rogério Cantoni.

Vanguarda Espírita – SEXTAS-FEIRAS ÀS 16H30

O Alzheimer – Data: 15/07/2016

Falha de memória – Data: 08/07/2016

Dor fantasma – Data: 01/07/2016

Distúrbios mentais – Data: 24/06/2016

Dono de uma humildade cativante ele reconhece a responsabilidade que carrega e trata a todos por igual, não faz distinção entre aquele que possui mais ou menos posses e está presente em todas as ações que mobiliza. Religiao no plural

Enxergue mais: ALZHEIMERINSTANTLY AGELESS ™NAARA BEAUTY DRINK!!!DIA DO VOLUNTARIADOSUA CARACASAS DE MEDIAÇÃOVIRTUDESAÚDE NOSSA DE CADA DIA!ADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA.PROJETO VIBRAR PARKINSONA MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO

O Estado Laico

Um canceriano sem lar.

estado laico ecumenismo

Um Estado secular ou estado laico é um conceito do secularismo onde o Estado é oficialmente neutro em relação às questões religiosas, não apoiando nem se opondo a nenhuma religião. Um estado secular trata todos seus cidadãos igualmente, independente de sua escolha religiosa, e não deve dar preferência a indivíduos de certa religião. Wikipédia
todasreligioesempaz

Veja também: A onda, Signo Geek, Fátima, Semana do Consumidor, Via Láctea pelo navegador, Eu sou o meu Deus., O de Otário, Batman – O Livro dos mortos, O MISTÉRIO DO DISCO SUBMERSO NO BÁLTICO, Somos todos doadores, Faça uma Evolução, Compartilhe, Bike or die!, Ser ou não ser., Carta da Terra, Planeta dos Macacos

Ver o post original

Ho’oponopono

hoponopono

“Divino criador, pai, mãe, filho em Um…

Se eu, minha família, meus parentes e ancestrais lhe ofendemos, à sua família, parentes e ancestrais em pensamentos, palavras e ações, do início da nossa criação até o presente, nós pedimos seu perdão. Faço isso na intenção amorosa de limpar, purificar, liberar, cortar todas as recordações, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz…Assim está feito.

Sinto muito.
Me perdoe.
Eu te amo.
Sou grato(a).”
Repetir as frases acima o tempo que desejar.

Veja também: Cultura da paz?, Conhecimento Ancestral, Religião mental, São as pequenas atitudes que fazem o mundo valer a pena., Enciclopédia do Surf, Lucy, Feliz dia do índio!!!, Blue Dragon (Dragão azul), Homem e o diabo, Casas de Mediação, Inicie um abaixo-assinado, Gente inteligente, Sobre quem?

Diferença lógica entre Religião e Espiritualidade

“Não leia com o intuito de contradizer ou refutar, nem para acreditar ou concordar, tampouco para ter o que conversar, mas para refletir e avaliar” (Sir Francis Bacon)

Texto é do Prof. Dr. Guido Nunes Lopes, Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Física pela Universidade Federal do Amazonas (FUAM, 1986), Mestrado em Física Básica pelo Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IF São Carlos, 1988) e Doutorado em Ciências em Energia Nuclear na Agricultura pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (CENA, 2001).

A religião não é apenas uma, são centenas.
A espiritualidade é apenas uma.
A religião é para os que dormem.
A espiritualidade é para os que estão despertos.

A religião é para aqueles que necessitam que alguém lhes diga o que fazer e querem ser guiados.
A espiritualidade é para os que prestam atenção à sua Voz Interior.
A religião tem um conjunto de regras dogmáticas.
A espiritualidade te convida a raciocinar sobre tudo, a questionar tudo.

A religião ameaça e amedronta.
A espiritualidade lhe dá Paz Interior.
A religião fala de pecado e de culpa.
A espiritualidade lhe diz: “aprenda com o erro”..

A religião reprime tudo, te faz falso.
A espiritualidade transcende tudo, te faz verdadeiro!
A religião não é Deus.
A espiritualidade é Tudo e, portanto é Deus.

A religião inventa.
A espiritualidade descobre.
A religião não indaga nem questiona.
A espiritualidade questiona tudo.

A religião é humana, é uma organização com regras.
A espiritualidade é Divina, sem regras.
A religião é causa de divisões.
A espiritualidade é causa de União.

A religião lhe busca para que acredite.
A espiritualidade você tem que buscá-la.
A religião segue os preceitos de um livro sagrado.
A espiritualidade busca o sagrado em todos os livros.

A religião se alimenta do medo.
A espiritualidade se alimenta na Confiança e na Fé.
A religião faz viver no pensamento.
A espiritualidade faz Viver na Consciência..

A religião se ocupa com o fazer.
A espiritualidade se ocupa com o Ser.
A religião alimenta o ego.
A espiritualidade nos faz Transcender.

A religião nos faz renunciar ao mundo.
A espiritualidade nos faz viver em Deus, não renunciar a Ele.
A religião é adoração.
A espiritualidade é Meditação.

A religião sonha com a glória e com o paraíso.
A espiritualidade nos faz viver a glória e o paraíso aqui e agora.
A religião vive no passado e no futuro.
A espiritualidade vive no presente.

A religião enclausura nossa memória.
A espiritualidade liberta nossa Consciência.
A religião crê na vida eterna.
A espiritualidade nos faz consciente da vida eterna.

A religião promete para depois da morte.
A espiritualidade é encontrar
Deus em Nosso Interior durante a vida.

“Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual …,
Somos seres espirituais passando por uma experiência humana … ” (Pierre Teilhard de Chard)

Veja também: O Estado Laico, Jesus Negão, Santa Buceta, Saudação ao Sol, Jesus era Peripatético., Omissão., Feliz Natal (A Guerra Acabou), Carta da Terra, DIFERENÇAS ENTRE RELIGIÃO E ESPIRITUALIDADE, Eu sou o meu Deus., Jesus era Peripatético., Empoderamento dos recursos, Não sou de postar coisas religiosas, mas as vezes, esse tipo de coisa é que me deixa com muita raiva da sociedade!

Virtude

As pessoas se tornam boazinhas. Essa não é a verdadeira virtude – é uma camuflagem.

Fazer boas coisas traz respeitabilidade, dá a você uma boa sensação no ego, faz com que você sinta que é importante, significativo – não somente aos olhos do mundo, mas também aos olhos de Deus –, que você pode ficar de pé e até mesmo encontrar Deus e mostrar todos os seus bons feitos. Isso é exaltar o ego, e a religiosidade não pode exaltar o ego.

Não que uma pessoa religiosa seja imoral, mas ela não é moral – ela é amoral. Ela não tem caráter fixo. Seu caráter é líquido, vivo, movendo-se momento a momento.

Ela responde às situações não de acordo com uma atitude, ideia ou ideologia fixa; ela simplesmente responde a partir de sua consciência. Sua consciência é seu único caráter, e não há outro caráter.

Osho, em “Osho Todos os Dias – 365 Meditações Diárias”
Imagem por gerardov

Veja também: Eu sou o meu Deus., Coleira para crianças, absurdo?, Ecoinventos, Carta da Terra, Morreu de que?, Brasil de bandidos, Estrito cumprimento do dever, Na estrada havia uma pedra, Plante uma árvore, Economia de mercado, Scoring drugs