Lua e Marte

O mês de julho guarda uma surpresa para astrônomos e apreciadores do céu noturno, dia 27 e nas primeira horas do dia 28 acontecerá o mais longo eclipse lunar do século. No total, o evento irá durar 3 horas e 55 minutos, sendo 1 hora e 43 minutos com a Lua totalmente encoberta pela sombra da Terra.
De acordo com o site Time and Date, o eclipse poderá ser acompanhado em sua totalidade de grande parte da Oceania, África, Europa e Ásia. O eclipse parcial poderá ser acompanhado do sul da América do Norte e de partes da América do Sul. No Rio de Janeiro a Lua irá surgir no horizonte ainda totalmente encoberto, às 17h28. Às 18h13, o eclipse total se encerra, mas o satélite ainda ficará parcialmente encoberto até às 19h19.
Marte estará no seu ponto mais próximo da Terra desde 2003. No dia 31 de julho, o planeta vermelho estará a “apenas” 57,6 milhões de quilômetros. Quem tem o costume de olhar atentamente para o céu percebeu que já neste mês de junho é possível observar um ponto alaranjado. Trata-se de Marte. ibahia
Veja também: Eu sou o meu Deus., Placa Pioneer, Eustácio Bagge, Livro de Enoque, Batman – O Livro dos mortos, Área Q, Via Láctea pelo navegador, O Livro de Eli, Maldito homem!, Religião mental, O povo da caixa, Sobre quem?, Computer History Museum, Processo licitatório?, Começou o carnaval!

Oitavo Anjo

Oitavo Anjo – 509-e

Acharam, que eu estava derrotado,
Quem achou estava errado,
Eu voltei, to aqui, se liga só, escuta aí:
Ao contrário do que você queria, to firmão, to na correria,
Sou guerreiro e não pago pra vacilar,
Sou vaso ruim de quebrar, oitavo anjo, do apocalipse, tenebroso,
como um eclipse. É, seu pesadelo tá de volta, no puro ódio, cheio de revolta, vou te apresentar o que você não conhece, anote tudo, vê se não esquece, você verá que não deixei me envolver, pra sobreviver por aqui tem que ser, mesmo no inferno é bom saber com quem se anda, se não embaça, vira, desanda. Vejo, vários irmãos tomando baque, o barato é feio, bem pior que o craque.
Quiaca todo dia Cabo branco na mão, encontrar a morte é um, dois, ladrão.
Mas um pilantra foi sentenciado, sua pena, morrer esfaqueado.
Aqui é foda, não tem comédia, o clima é de tensão maldade, inveja, a destruição, mora nesse lugar, e mesmo assim não deixei me levar,
soube chegar na humildade pá, faça o contrário, caro pode te custar.
Obrigado Deus, por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigos)
Irmãos de atitude, moram comigo, é, manos de estilo, Zé carnero doidera até os ossos, patrão de renome, vários sócios.
Facínoras contaminados pelo ódio, rejeição, abandono, é óbvio . Estar em cana é embaçado, quem nunca esteve, não tá ligado.
Uns querem te ajudar, outros te afundar, jogue o dado em quem confiar.
Quem é quem, difícil saber, só mesmo Deus, pra te proteger, fulano entra aqui, pede licença até pro boi, chega de vagar se vacilar, já foi.
Maluquinho primário, é cruel, sem tirar o gosto amargo do fél.
As grades, te fazem chorar, a saudade na direta, vem ti visitar.
É difícil ter a mente sã, detenção, pior que o vetinã, um cristão me ligou para me dar uma idéia, disse pra mim que jesus ta a minha espera, disse também, pra eu mudar de vida, ae mano, eu não me escondo atrás da bíblia.
Sou quem sou, assim sigo em frente, Deus está comigo, não preciso virar crente, nada contra quem é na fé, mas tem canalha que se esconde né?
Muitas coisas aprendi, várias fitas erradas, na prisão eu vi.
Injustiças aqui, humilhação ali, cadáveres sangrando, perto de mim, obrigado meu Deus por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo).
Cadeia, um cômodo do inferno, seja no outono, no inverno.
Sem anistia, todo dia é foda, cadeia, ae maluco, to fora.
Continuar no crime, não to afim, não quero mais essa vida pra mim.
Num pássaro voando enxerguei minha verdade, compreendi o valor da liberdade. Na paz, sigo sempre mais, pena que esta idéia pra você tanto faz.
Escutar ou não, qual a diferença?
Representei, não tive recompensa.
Se conselho fosse bom, não se dava, luz pra cego, que piada.
Ae mano, pelos ouvidos, não seja você mesmo seu próprio inimigo. Termino por aqui, espero que me entenda, pra que depois não se arrependa.
É tudo no seu nome, decide aí, escolha seu caminho, o exemplo tá aqui.
Obrigado meu Deus,por me guiar, só em ti eu tenho forças pra lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo,preciso de uma casa para minha velhice, porém preciso de dinheiro para fazer investimentos).

Veja também: Atrás de mim!, The wall, Fátima, Procon divulga listas de empresas, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Justiça de mierda, Advogados, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Ta foda ser brazileiro!!!, PÁTRIA MADRASTA VIL

O MISTÉRIO DO DISCO SUBMERSO NO BÁLTICO

Saindo da Matrix: O MISTÉRIO DO DISCO SUBMERSO NO BÁLTICO.

Millenium Falcon

O Saindo da Matrix apresenta a planilha de trabalho dos irmãos de Plêiades para o dia 21/12/12. (horário não está ajustado pro horário de verão)

Programação Fim do Mundo:

06:30 – Início do Fim
07:00 – Chuva de meteoritos
08:30 – Chegada da primeira tsunami
10:00 – Boas vindas dos OVNI’s
10:30 – OVNI’s dançando Gangnam Style em flashmob
11:36 – Início da Destruição
12:00 – Eclipse e alinhamento de todos os planetas do sistema solar
12:00 a 14:00 – pausa para almoço
14:15 – Inversão dos Pólos Magnéticos da Terra
15:00 – Super Aquecimento Global
16:30 – Início da Aniquilação dos Terráqueos
17:00 – Show de Nilwayne Nilrex com queima de fogos e explosões dos principais monumentos do mundo.
18:00 – Revelação de Terráqueos Alienígenas
19:00 – Resgate de prisioneiros da área 51 e de Varginha
20:00 – Re-abertura do túnel São Tomé Das Letras/ Machu Picchu
21:00 – Aproximação do planeta Nibiru
22:00 – Arrebatamento dos fiéis pro paraíso (somente com o dízimo em dia)
23:00 – Chegada do Tinhoso pra terminar o serviço
23:30 – Fim do Mundo

Veja também: Via Láctea pelo navegador, Jornada ninja, Signo Geek, Quarto poder, O mar de Aral virou areia., Vida inteligente., Reign Over Me, Saindo da Matrix, OceanX, Wikipédia