Netflix, THE END?!?

A Netflix é uma marca muito famosa com milhões de assinatura do serviço, você tem a possibilidade ter ver seus filmes ou séries favoritos, na tela da TV ou Smartphone, é a pioneira neste tipo de serviço de streaming e essa revolução jogou a Netflix na estratosfera.

Os grandes estúdios perceberam que é melhor ter seu próprio serviço do que disponibilizar para terceiros, já estavam na disputa, como o Hulu, Amazon Prime, entre outros.

A Disney irá lançar seu conteúdo diretamente no sua própria plataforma, a Disney mais, uma das suas melhores parceiras, tendo até licenciado alguns personagens para séries originais, como o ótimo Demolidor, Jessica Jones, etc.

A Warner não irá mais renovar o contrato com a Netflix, que era vantajoso para a Warner, mas com a criação da sua própria plataforma, a Warner, assim como a Disney, não enxerga mais a Netflix como parceira, mas como concorrente. A Apple também quer uma fatia do bolo.

Em uma pesquisa feita pelo THR e Morning Consult (composta por 2.200 adultos) recente, foi constado que 35% dos assinantes com idade entre 18 e 29 anos declararam que cancelariam sua assinatura do serviço se Netflix perdesse todos os filmes de super-heróis da Marvel e 26% se todos os conteúdos Disney fosse removido.

O analista Dan Rayburn apontou que 27% dos consumidores disseram que cancelariam sua assinatura por um aumento de preço, mas desde o aumento do trimestre passado, a Netflix conseguiu 1,74 milhão de assinantes. Há também o fato de que as pessoas tendem a dizer uma coisa e a fazer outra. “O fato de perderem uma série normalmente não os força a cancelar sua assinatura”. Os Geeksonz

Presente em mais de 190 países, mais de 140 milhões de assinantes e valendo 152 bilhões de dólares na bolsa, a expectativa é que a empresa reporte faturamento na casa dos 4,5 bilhões de dólares no trimestre, crescimento de pouco mais de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Disney fechou um acordo de 71,3 bilhões de dólares para comprar a 21st Century Fox, e terá em seu catálogo, além dos tradicionais filmes de princesas e animações da Pixar, sucessos como “Star Wars” e a animação “Os Simpsons”.

A Apple, que vê as vendas de celulares iPhone em queda, anunciou em março que também terá um serviço de streaming próprio, com orçamento de 1 bilhão de dólares para a produção de conteúdo. Já a compra da empresa de telecomunicações AT&T pela Warner também fará o serviço de streaming da companhia, o HBO Go, contar com conteúdo de sobra de séries como “Game of Thrones”, “Friends” e a franquia “Harry Potter”. Exame

Enxergue mais: DIA DO VOLUNTARIADO, Cavaleiros do Zodíaco da Netflix, LIPPY E HARDY, WHERE IS MY MIND, A MEDITAÇÃO E SEU CERÉBRO, Netflix shows how to win the piracy wars, POSITIVIDADE, Hannah Baker, 17 anos, vadia e suicida., Liberdade Privatizada, THE STREET STORE, Stranger Things e a Chiquinha, Segunda temporada de ’13 reasons why’ (trilha sonora), Setembro Amarelo,você nunca esteve sozinho?, Rick and Morty