Porquê eu quis?

Pq eu quis
porque-eu-kiss
A conjugação correta do verbo “querer” no pretérito perfeito do indicativo é “quis”, com “s” ! Portanto, o correto é dizer: Eu não quis fazer isso!

Muitos escrevem com “z” por comparação com outros verbos, como fazer (eu fiz) ou dizer (ele diz):

Eu fiz (passado) um presente para você!
Eu quis (passado) comprar um presente para você!

Ele diz (presente) umas coisas…
Ele quis (passado) umas coisas…

Na dúvida, fique sempre atento ao seguinte: nas conjugações do verbo “querer” não existe “z”, há o som, mas não há a consoante. Assim, toda vez que aparecer o som de “zê”, escreve-se “s”: quando eu quiser, tu quiseste, ele quis, se eu quiser, quando ele quiser, etc.

O gerúndio é querendo e o particípio é querido. Já o infinitivo é querer: Nada disso me faz querer ser milionário!

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras

bicicletasilêncio

Veja também: Multa não, ciclovia!, Mídia estão de luto, Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?, Sonegômetro, Casas de Mediação, Rorschach, A importância do Doutorado, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Fátima, Primo rico?, Indivíduos perigosos, Instituto Alana, Não Foi Acidente, De Quem é a Culpa?, Bandeirantes Modernos, Hour guitar, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil

PARE ou DIMINUA?

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em frente a uma viatura do BOPE.
Policial: – Boa tarde. Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Mas por que, policial?
Policial: – Não parou no sinal de PARE, ali atrás.
Advogado: – Eu diminui e como não vinha ninguém…
Policial: – Exato… Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?
Policial: – A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se parar completamente. Documento e habilitação.
Advogado: – Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial: – Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado? O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra tudo quanto é lado, tapa, botinada… O advogado grita por socorro, e implora para pararem.
E o policial pergunta: – Quer que a gente PARE ou DIMINUA?
Advogado: – PARE!… PARE!… PARE!…
Policial: – Positivo… Documento e habilitação!

Veja também: Amigos do Freud, Advogados, Trânsito, amigo!, Monte seu Fusca, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., A culpa é de quem!, Brasileiro Reclama De Quê?, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Ficha Limpa!!!