Obrigado Senhor, pela Montanha

A Montanha – Erasmo Carlos / Roberto Carlos. letras.mus

Eu vou seguir uma luz lá no alto

Eu vou ouvir uma voz que me chama

Eu vou subir a montanha e ficar
Bem mais perto de Deus e rezar

Eu vou gritar para o mundo me ouvir e acompanhar
Toda a minha escalada e ajudar
A mostrar como é
O meu grito de amor e de fé

Eu vou pedir que as estrelas não parem de brilhar
E as crianças não deixem de sorrir
E que os homens jamais
Se esqueçam de agradecer

Por isso eu digo
Obrigado, Senhor, por mais um dia
Obrigado, Senhor, que eu posso ver
Que seria de mim
Sem a fé que eu tenho em Você?

Por mais que eu sofra
Obrigado, Senhor, mesmo que eu chore
Obrigado, Senhor, por eu saber
Que tudo isso me mostra
O caminho que leva a Você

Mais uma vez
Obrigado, Senhor, por outro dia
Obrigado, Senhor, que o sol nasceu
Obrigado, Senhor
Agradeço, obrigado, Senhor

Por isso eu digo
Obrigado, Senhor, pelas estrelas
Obrigado, Senhor, pelo sorriso
Obrigado, Senhor
Agradeço, obrigado, Senhor

Mais uma vez
Obrigado, Senhor, por um novo dia
Obrigado, Senhor, pela esperança
Obrigado, Senhor
Agradeço, obrigado, Senhor

Por isso eu digo
Obrigado, Senhor, pelo sorriso
Obrigado, senhor, pelo perdão
Obrigado, Senhor
Agradeço, obrigado, Senhor

Mais uma vez
Obrigado, senhor, pela natureza
Obrigado, Senhor, por tudo isso
Obrigado, Senhor
Agradeço, obrigado, Senhor

Editado via celular

Ascese, de Nikos Kazantzákis

“Vimos o círculo superior das forças turbilhonantes. A esse círculo denominamos Deus. Podíamos dar qualquer outro nome que quiséssemos: Abismo, Mistério, Escuridão Absoluta, Luz Absoluta, Matéria, Espírito, Última Esperança, Última Desesperança, Silêncio.

Mas o denominamos Deus, porque apenas esse nome, por razões imemoriais, abala profundamente o nosso âmago. E esse abalo é indispensável para tocarmos corpo a corpo, além da razão, a terrível essência.” Plano Crítico

Mude conceitos, você pode e deve: Cospe logo!, Estrito cumprimento do dever, Não Foi Acidente, Comida de gente, Michael Moore, Eu sou o meu Deus., Não Foi Acidente, Ser ou não ser., Jesus Negão, Somos todos doadores, Santa Buceta, A verdade pode estar no ovo, A tua mente, Amor do pai

Álcool, drogas e Sacklers

https://g1.globo.com/bemestar/noticia/quem-e-a-familia-de-bilionarios-acusada-de-se-beneficiar-da-crise-de-drogas-nos-eua.ghtml

Tudo começa no final do século 19, quando Arthur, Mortimer e Raymon Sackler, três irmãos psiquiatras do Brooklyn, fundaram em Greenwich Village, em Nova York, uma pequena empresa de medicamentos.

Viram nela uma possibilidade de um negócio familiar e, em 1950, compraram, com os lucros, a Purdue Pharma, uma farmacêutica que, no início, gerava recursos com a venda de removedores de cera de ouvido, laxantes e o antisséptico de cor laranja iodopovidona, usado em cirurgias. 

Matéria no The New Yorker. Como a família dos Sacklers, conhecida por sua generosidade e filantropia, está por detrás de uma das maiores tragédias contemporâneas produzidas por drogas farmacêuticas: a epidemia dos opioides?

http://madinbrasil.org/2017/10/a-familia-que-construiu-um-imperio-de-dor/

Mude conceitos, você pode e deve:  MANUAL

 PLANTAS AMAZÔNICASLUMINESCE™

 Procon divulga listas de empresas?Princípio do ou nãoJuan dos MortosO Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados UnidosAgrotóxicos da mesa nossa de cada dia.Ervas medicinaisA indústria farmacêutica está fora de controle?Na trave!Água mata?

Editado via celular.

Mulheres ou Bruxas?

ESTUPRO – 

VAI FALTAR PEDRA

DIA DAS BRUXAS

MEMÓRIA

OS PRÓPRIOS DESEJOS

Observe mais: PRIMEIRAS FOTOS ERÓTICAS COLORIDAS DA HUMANIDADELUMINESCE™REVENGE PORN, NAARA BEAUTY DRINK!!!BURGER KING FAZ PIADA DE DIA DAS BRUXASDITADURA DA PROPAGANDA, INSTANTLY AGELESS ™KAY PIKE AND LIANNE MOSELEY, A PROVA DE TUDO!VIDACELL®BORBOLETASPROJETO DIVASRESERVE™JEREMIAS 5JEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA

DEUSES e homens

BIG MAC

36344ca48475f863c1fe44d1c1cfab3f_xl

ODEIO ZEUS

ceec46ac75e6be7f73874fd5573b298d_xl

REGRAS DA BÍBLIA

00c636e00bee0ba03b364841363f738b_xl

A PROVA DO LIVRO

6a3568ec75354456ab1e6b6fc1540ba0_xl

Observe mais: SAUDOSA MALOCAYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDECOMEÇOU O CARNAVAL!LUMINESCE™QUEM PAGA O CARNAVAL!RESERVE™CARNAVAL É PERFEIÇÃO!, NAARA BEAUTY DRINK!!!LIESAVOCÊ APRENDEU ERRADO NA ESCOLA, INSTANTLY AGELESS ™BRAZILIANIZE YOURSELF!E VOCÊ?VIDACELL®PÁTRIA MADRASTA VILSAMBANDO NO PRECIPÍCIOGRAFITE SÃO ARTES PÚBLICAS

A Morte Não É Nada

“Amados, agora somos filhos de Deus, e ele não aparece ainda o que havemos de ser, mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a Ele, porque O veremos como Ele é. E todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a ele, assim como Ele é puro “. – 1 João III.2, 3 Partida e Chegada
Achei que todos nós pairam relação entre duas formas de morte, Que Parecem estar em contradição sem esperança uns com os outros. Primeiro, há o recolhimento familiar e instintivo dele como a encarnação suprema e de catástrofe irrevogável …
Mas, então, há um outro aspecto totalmente que a morte pode usar para nós. É o que vem em primeiro lugar para nós, talvez, como nós olhamos para baixo em cima o rosto calmo, tão frio e branco, de alguém que foi muito próximo e querida para nós. Lá está ele na posse de seu próprio segredo. Ele sabe que todos. Parecem saber que sentimos. E o que o cara diz que em seu silêncio doce para nós como uma última mensagem de alguém a quem amamos é:

A morte não é nada – Santo AgostinhoEloiza Domingues

Death Is Nothing At All – Family Friend Poems

Death is nothing at all.
It does not count.
I have only slipped away into the next room.
Nothing has happened.

Everything remains exactly as it was.
I am I, and you are you,
and the old life that we lived so fondly together is untouched, unchanged.
Whatever we were to each other, that we are still.

Call me by the old familiar name.
Speak of me in the easy way which you always used.
Put no difference into your tone.
Wear no forced air of solemnity or sorrow.

Laugh as we always laughed at the little jokes that we enjoyed together.
Play, smile, think of me, pray for me.
Let my name be ever the household word that it always was.
Let it be spoken without an effort, without the ghost of a shadow upon it.

Life means all that it ever meant.
It is the same as it ever was.
There is absolute and unbroken continuity.
What is this death but a negligible accident?

Why should I be out of mind because I am out of sight?
I am but waiting for you, for an interval,
somewhere very near,
just round the corner.

All is well.
Nothing is hurt; nothing is lost.
One brief moment and all will be as it was before.
How we shall laugh at the trouble of parting when we meet again!

Aurélio Agostinho – Henry Scott Holland (1847-1918)

Nota: Tradução do sermão da missa de morte do rei Eduardo VII. Aurélio AgostinhoPensador

Sermão pregado na Catedral de St Paul’s, em Londres, no domingo 15 de maio de 1910, a passagem acima é de autoria controversa.

No Brasil, é comumente conhecida como “Oração de Santo Agostinho“, há versões semelhantes atribuídas ao pároco da Catedral de St. Paul e professor de Teologia da Univerdade de Oxford, na Inglaterra, Henry Scott Holland,   ao padre Giacomo Perico (Ranica, 1911 – Milão, 2000), e  à escritora de língua inglesa Rosamunde Pilcher, em trecho do livro “Setembro” (Bertrand Brasil, 16a. edição, Tradução de Angela do Nascimento Machado, pág. 450). Partida e Chegada

Observe mais: YES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDELUMINESCE™RESERVE™NAARA BEAUTY DRINK!!!JEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?INSTANTLY AGELESS ™VIDACELL®ADRIANE GALISTEUA RAINHA DE MAIOEMOCIONARIOSETEMBRO VERMELHO

Como você imagina Deus?

“Achismos” à parte, já dizia Woody Allen: “Se Deus existe, é bom que ele tenha uma boa desculpa.” DEUS – Porta dos Fundos

Milagres são acontecimentos extraordinários que não possuem explicação sob a luz da ciência. CURA – Porta dos Fundos

Não precisa ser uma Mãe Dináh, um Nostradamus ou um maia para saber do fim do mundo, mas, se acontecer, que pelo menos não tenha dia seguinte. DEPOIS DO FIM DO MUNDO – Porta dos Fundos

Observe mais: CAMARÁ BLUES – UM ENSAIO AUDIOVISUAL DANIEL CHOMALUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMSANDUÍCHES SEM PÃORECEITA CONTRA A DEPRESSÃONAARA BEAUTY DRINK!!!A RAINHA DE MAIOEMVBE MY EYES APPPESSOAS CRIATIVAS SÃO MAIS PROPENSAS À DEPRESSÃO E DEPENDÊNCIA QUÍMICAINSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINETHE JOLLY BOYSVIDACELL®PROJETO DIVASRELATOS SALVAJESRESERVE™A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁLEONARD COENLEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

T-shirt da Chapecoense e o resto do Brazil

A empresa informou, ainda, que “lamenta profundamente e se solidariza com os familiares, torcida e amigos de todos os envolvidos neste triste episódio”. Do UOL, em São Paulo

A nota da empresa dividiu opiniões. Enquanto alguns usuários agradeceram o esclarecimento, outros não acreditaram na resposta. Também tiveram aqueles que comentaram a “coincidência” das informações. “Que infeliz coincidência hein? Dá pra acreditar não”, escreveu um internauta. HuffPost Brasil – Exame.com

A Associação Chapecoense de Futebol foi fundada em 10 de maio de 1973 e, atualmente, é o maior, mais vitorioso e bem estruturado time de futebol profissional da região oeste de Santa Catarina.

chapecoense

Enxergue mais: NIGHTSWIMMINGO BOM MOÇO DO BRASILPHILIP K. DICKGLÂNDULA PINEALDIA MUNDIAL DO ROCK (SÓ NO BRAZIL)BE MY EYES APPADORO ESSA PARTE DA ANATOMIA FEMIMINA.ERA PRA COPA? NÃO VAI SAIR, PARECE.ÍNDIO EDUCACAMPANHA RECOLHE ÓLEO DE FRITURA PARA FABRICAÇÃO DE BIODIESELREMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇAQUEM PAGA O CARNAVAL!A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁBBB POR ANTONIO BARRETO

Jeremias 5

COMO CRESCER E VENCER SENDO UMA GRANDE TARTARUGA .

COMO CRESCER E VENCER SENDO UMA GRANDE TARTARUGA . Devagar Mais Sempre em Frente.   Você é do tipo que não tem paciência de Esperar o elevador, balança a perna enquanto os outros falam e fica simplesmente furioso quando uma página na internet, por mais rápida que seja, demora um pouco para aparecer? Você, como […]

https://doutorzinho.wordpress.com/2015/12/10/como-crescer-e-vencer-sendo-uma-grande-tartaruga/

Minha crença morta

datena_630

“Porque o sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites, é por isso que a gente vê esses crimes aí”, (…) “É por isso que o mundo está essa porcaria. Guerra, peste, fome e tudo mais, entendeu? São os caras do mal. Se bem que tem ateu que não é do mal, mas, é… o sujeito que não respeita os limites de Deus, é porque não sei, não respeita limite nenhum.” José Luiz Datena

minhamortefatimabenardes

O que fiquei me perguntando um tanto é se vale mesmo a pena sobreviver em um mundo tão babaca. Parafraseando outro amigo, Luiz Henrique Romagnolli, o Grande Deus Inexistente das Torneiras (G.•.D.•.I.•.T.•.) me botou aqui para alguma coisa, btw. Volto do vale das sombras para o vale das sombras mesmo, e faço minha denúncia: da conspiração da Coisa Nenhuma, quando o vazio toma conta de tudo, e o nada toma conta do vazio. Eu não estou morto, mas Fátima Bernardes está. Alex Antunes

Veja também: O ESTADO LAICO, PRIMO RICO?, MALDITO HOMEM!, NO GÁS, PLACA PIONEER, FOI O DR. DELEGADO QUE DISSE, RELIGIÃO MENTAL, NÃO SOU DE POSTAR COISAS RELIGIOSAS, MAS AS VEZES, ESSE TIPO DE COISA É QUE ME DEIXA COM MUITA RAIVA DA SOCIEDADE!, FÁTIMA, SANTA BUCETA

Florence Nightingale

Florence Nightingale, com sua representação de dados na forma de um diagrama conseguiu mudar a atitude do sistema médico britânico frente ao problema das mortes por infecção hospitalar.

Cientistas - Florence

florence_lamp_tradicional_624x351_getty

Veja também: Dupla hélice, Conhecimento Ancestral, Sobre quem?, Mãe Gaia, Comida esperta, Mapa da indecencia, Governo Aberto, UM MEDICO BELZONTE, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Planeta dos Macacos, Brô Mc´s, Ana Primavesi, Engenheira agrônoma., Óleo de Copaíba

Rockefeller

A Comunicação Empresarial surgiu nos Estados Unidos, em 1906. Naquele ano, em Nova Iorque, Ivy Lee decidiu deixar o jornalismo de lado para montar o primeiro escritório de Relações Públicas do mundo, mudou de atividade com o objetivo de recuperar a credibilidade perdida pelo poderoso empresário John D. Rockfeller. Cláudio Amaral

rockefellers_thumb[8]

“Crises são criadas pelos governos para manter as pessoas em um perpétuo estado de desequilíbrio físico, mental e emocional. Confundirão e desmoralizarão à população para evitar que decidam seu próprio destino.”

rockffeler kruschev

Rockefeller, além de um grande filantropo, foi o inventor das Assessorias de Imprensa, tudo isso tinha um grande objetivo, além de “fazer o bem para o próximo”: melhorar sua imagem, corroída por políticas monopolistas detratórias, junto à sociedade. Um Pouco de Prosa

historychannelrockefeller

No dia 20 de abril, na cidade mineira de Ludlow, Colorado, um grupo de pessoas inocentes foram cruelmente assassinadas por seguranças armados que faziam a proteção das minas de carvão. Ao todo, duas mulheres, doze crianças e seis mineiros. Revoltados, mineiros armados destruíram as instalações das minas e o que encontravam pela frente. Mais pessoas viriam a morrer. O levante se prolongou por uma dezena de dias e inflamou a indignação americana. A causa única era que as empresas mineradoras operavam como universos autônomos, com suas próprias leis e polícia. Tudo o que estivesse associado à palavra sindicato era considerado maldito por se constituir numa ameaça à propriedade privada. Francisco Viana

ludlow29

Veja também: Parabéns Nestlé, A onda, Sheherazade e a Secom, Repo man, Pai (de quem) trocinio!, Como a indústria do fumo enganou as pessoas?, O pai da propaganda, The Who – My Generation, Nada se cria, tudo se copia!, Patrocinadores da Copa, Pegadinhas do Marco Civil da Internet

PENA DE MORTE

PENA DE MORTE – BEZERRA DA SILVA

Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Quando o colarinho branco
Mete o rifle sem dó nos cofres da nação
O senhor não condena ele a morte
E também não lhe chama de ladrão
Nesta hora a justiça enxerga doutor,
E protege o marajá
E se por acaso ele for condenado
Tem direito a prisão domiciliar
Pra quê pena de morte?
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Erradíssimo!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Olha aí eu não estou lhe entendendo, doutor,
Onde é que o senhor quer chegar
Foi direito a prisão domiciliar quem deu a vida a seus filhos
Somente ele é quem pode tirar
Vê se toma um chá de “simancol”
E colabore com o meu Brasil novo
Ao invés da pena de morte
Faça uma lei pra ter pena do povo
Pra quê pena de morte?
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Olha aí quando o colarinho branco
Mete o rifle sem dó nos cofres da nação
O senhor não condena ele a morte
E também não lhe chama de ladrão
Nesta hora a justiça enxerga doutor,
E protege o marajá
E se por acaso ele for condenado
Tem direito a prisão domiciliar
Pra quê pena de morte?
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Muito erradíssimo!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Olha aí eu não estou lhe entendendo, doutor,
Onde é que o senhor quer chegar
Foi Deus quem deu a vida a seus filhos
Somente ele é quem pode tirar
Vê se toma um chá de “simancol”
E colabore com o meu Brasil novo
Ao invés da pena de morte
Faça uma lei pra ter pena do povo
Pra quê pena de morte?
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Incontestavelmente erradíssimo!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome É!
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Não vota não, não vota não!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Simbora gente!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome
Absolutamente certíssimo, certíssimo!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Tá erradíssimo!
Pra quê pena de morte, doutor?
Essa ideia é que me consome
Se o filho do pobre antes de nascer
Já está condenado a morrer de fome

Veja também: Candidato Caô Caô, Eu sou o meu Deus., PÁTRIA MADRASTA VIL, O Coxinha – uma análise sociológica, Casas de Mediação, A história de sempre?, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Carlos Marighella, Vitórias e Conquistas, Um país (d)e(s)ngraçado