ISA lança manual sobre plantas indígenas com download gratuito

A natureza possui muitas das respostas que procuramos no mundo material, e ninguém melhor para conhecer os potenciais curativos das plantas e vegetais do que os indígenas. Pensando pra Frente

O ISA (Instituto Socioambiental), em parceria com o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, acaba de lançar o “Manual de Etnobotânica – Plantas, Artefatos e Conhecimentos Indígenas“.

O material reúne os conhecimentos indígenas às informações científicas sobre as plantas e seus usos – medicinais ou não.

A publicação baseia-se em um longo programa de colaboração entre o ISA e pesquisadores indígenas na região do Tiquié, no Amazonas, iniciado em 2005, que resultou numa ampla gama de publicações e materiais educacionais relacionados ao manejo ambiental, gestão territorial, cultura, história e tecnologia.

O manual faz parte do treinamento em pesquisa e intercâmbio de conhecimentos em etnobotânica com povos indígenas da região do Alto Rio Negro, no noroeste amazônico, realizado em 2016, e tem o objetivo de apoiar a pesquisa indígena colaborativa, intercultural e interdisciplinar.

O material apresenta, entre outros tópicos, a etnoecologia, a etnobotânica e a biodiversidade do noroeste amazônico, e ensina a coletar amostras, reconhecer espécies, classificá-las e cultivá-las.

O “Manual de Etnobotânica – Plantas, Artefatos e Conhecimentos Indígenas” está disponível para download gratuito. Baixe o seu!

Indize-se: Manual dos remédios tradicionais Yanomami, MANUAL PARA A VIDA, Manual sobre os usos de plantas amazônicas, Manual de agricultura urbana, Manual de Apicultura em Pequena Escala

Gregório Duvivier e Ricardo Araújo + Super Casal Xou

Gregório Duvivier e Ricardo Araújo – Sensacional [Unibes Cultural – Pt. 1] – Lucas André Teixeira

Experimenta Portugal’ 17 – Arte e Cultura.

Um português e um brasileiro entram num bar – Humor de Ricardo de Araújo Pereira e Gregório Duvivier Unibes Cultural – 21.06.2017

Portuguesa reage: Gregório Duvivier e Ricardo Araújo (PT vs BR)Super Casal Xou

Um Português e um Brasileiro Entram num Bar Vídeo original da Unibes Cultural: https://youtu.be/hK0zHiZpHWI

COISAS QUE ME CHOCARAM NO BRASIL / EM PORTUGALSuper Casal Xou

A Portuguesa Marisa discute sobre o CHOQUE DE CULTURA que teve no Brasil e o brasileiro Kayo faz o mesmo sobre Portugal.

Supeze-se: MACONHA E A VANGUARDA BRASILEIRA, QUANDO O BRASIL VICIOU O MUNDO, 9 Duras Lições que Nenhum Brasileiro Aprendeu Na Escola, Qual a Raça do Brasileiro?, Observatório Social do Brasil, Lei Nacional de Defesa do usuário dos serviços públicos – Brasil, Os maiores guardiões de sementes do Brasil, Lá Vem o Brasil Descendo a Ladeira

Comedia dell’arte

A Comedia dell’arte, nascida no século XVI(1501-1600 d.C) na Itália, é uma forma diferente de fazer espetáculos, as apresentações não eram baseadas em scripts(roteiros) mas no cenário, as performances, inicialmente eram realizadas ao ar livre. Havia uma grande novidade, as apresentações incluíam mulheres no palco.  Culturalizando

O termo Comedia dell’arte aparece na primeira vez na comédia Il teatro cômico de Carlo Goldoni. Nessa peça, o autor cita os atores que fazem comédia de arte utilizando improvisações do cenário e usando máscaras.

A Comedia dell’arte tem suas origens em festivais de riso, nas tradições de apresentação de bobos da corte e acrobatas que aconteciam em festivais e no carnaval europeu. A Comedia dell’arte é chamada de Comédia Profissional, no sentido de trabalho intelectual e aqueles feitos nas Corporações de artes e ofícios.

Era uma comedia gestual, improvisada e com um discurso constantemente renovado. Os atores em sua maioria eram ginastas, faziam piadas (Lazzi) e tinham talento para a mímica. Eram utilizadas telas para inspirar as improvisações.

Bemberg Fondation Toulouse – Le Charlatan – Pietro Longhi – Inv 1029

O termo tela se refere a um texto teatral que resume a história e o divide em cenas que indica os personagens e fatos mas não as falas. Poderia haver diversas telas diferentes na mesma obra compondo um enredo. Os comediantes tinham um grande repertório de telas para serem exploradas na hora da atuação.

Alguns historiadores acreditam que essa maneira de descrever a Comedia Dell’arte é muito simplista pois segundo eles, esse estilo teatral seria muito mais que isso. E que isso aconteceu devido ao fato de existirem poucas fontes escritas e mas uma vasta fonte iconográfica sobre o que seria a Comedia dell’arte.

A utilização de máscaras ou disfarces são muito importantes para a comedia de arte, pois eles evocam um personagem com atributos reconhecíveis. Havia diversos tipos de máscaras de personagem, como a máscara do Arlequino que era a figura do servo trapaceiro que está sempre com fome; a do Ballanzone, que é o doutor, um personagem sério e presunçoso; a da Colombiana que é uma criada maliciosa com senso prático, a da Brighella que é a serva inteligente, a do Zanni que é a máscara mais antiga do servo.

Máscara do Arlequim

A Comedia ateniense é considerada ancestral da Comedia dell’arte.

Teatros privados começaram a aparecer principalmente em Veneza. As famílias nobres mandaram construir salas para as apresentações. Dois teatros foram abertos ao público que pela primeira vez poderiam assistir a uma representação teatral pois antes, o teatro erudito era privilégio dos nobres.

As famílias Vendramin e a Grimani construíram teatros como o Teatro Santi Giovanni e Paolo, Teatro San Luca e Teatro Sant’Angelo. O surgimento de Teatros deu um novo impulso à profissão de ator, que passaram a atuar em enredos mais complexos. Também apareceram as companhias teatrais que não tinham palco fixo e viajavam para diversos lugares.

O primeiro exemplo de companhia de comediantes profissionais foi a chamada Companhia de Ser Maphio. A Companhia mais famosa dessa época foi a Companhia del Gelosi.

Na Itália o teatro erudito é substituído pela comédia de arte(Comedia dell’arte), esse estilo de fazer teatro ficou conhecido na Europa como o teatro italiano. Os comediantes italianos ficaram tão populares que viajavam a lugares como Paris para fazer suas apresentações. Devido ao caráter jocoso e irônico com que as peças representavam as situações cotidianas os governos da França e Espanha tentaram censurar a Comedia dell’arte.

Alessandro Longhi – Ritratto di Carlo Goldoni (c 1757) Ca Goldoni Venezia – Close-up

O dramaturgo Carlo Goldoni, no século XVIII(1701-1800 d. C) defendeu uma reforma que substituísse o teatro mascarado por um teatro de personagens sem máscara. Em Il teatro comico, Goldoni comparou o Teatro dell’arte com seu Teatro reformado, com personagens mais naturais que não utilizam as famosas máscaras.

A Comédia dell’arte será retomada na Itália, no contexto da vanguarda teatral do século XX.

Referências:

https://it.wikipedia.org/wiki/Commedia_dell’arte

https://fr.wikipedia.org/wiki/Commedia_dell’arte

Teatrize-se: O TEATRO BARROCO DE O ALEIJADINHO, Dia do Artista de Teatro, Passaportes e suas cores, WORKSHOP DE ESCULTURA PARA INICIANTES, Bella Ciao, Takarazuka, Musée National d’Art Moderne

Os Estoicos e a arte de viver

SABEDORIA ROMANA – Os Estoicos e a arte de viver – NOVA ACRÓPOLE

A Nova Acrópole é um organização sem fins lucrativos, temos como objetivo promover a filosofia, cultura e filosofia, cultura. Todos os envolvidos, incluindo professores e editores são voluntários.

Acompanhe também no facebook e instagram: http://www.facebook.com/NovaAcropoleBrasil e @novaacropolebrasil

Estoicoze-se: Os seres que protegem o mundoTerras indígenas da Amazônia em chamasDaqui onde nasce humanidade #6Congresso Internacional de Naturologia e AyurvedaWaldschule für kränkliche KinderO intelectualismo “kitsch”FAKE X DISCERNIMENTO e CARTA 7 de Platão

Dia do turista!!!

Turistas são as pessoas que viajam e realizam atividades como conhecer os pontos turísticos que um lugar tem a oferecer. De acordo com a Organização Mundial de Turismo, os turistas são pessoas que vivem em um local diferentes por um período de tempo inferior a um ano consecutivo.

O Brasil é um país que atrai milhares de turistas todos os anos, e oferece uma grande variedade de opções de lugares para eles conhecerem. Os destinos mais procurados são Rio de Janeiro, São Paulo e os estados da região Nordeste, principalmente Bahia e Pernambuco.

O turismo é a área do setor terciário que mais cresce no país e no mundo. Suas atividades movimentam mais de US$ 4 trilhões, criando 170 milhões de postos de trabalho.

O Dia do Turista é comemorado em 13 de junho no Brasil. Calendariobr

O turista deve ser responsável e deixar uma boa impressão no local que visitará. Por isso é sempre bom lembrar algumas dicas:

  1. Respeite as regras de vestimenta e horários locais;
  2. Arrisque-se: viaje para lugares menos óbvios e, se possível, fora da alta temporada;
  3. Prestigie o comércio e produção local comprando e comendo produtos da região;
  4. Tire fotos, mas não fique somente tirando fotos.
  5. Aprenda algumas frases de cortesia do idioma local. Curta o momento e boa viagem! Calendarr
O Ministério do Turismo do Brasil, visa desenvolver o turismo como uma atividade econômica sustentável, com papel relevante na geração de empregos e divisas, proporcionando a inclusão social. facebook

Dia 13 de junho dia do turista. Viaje. Bom dia!!!

Enxergue mais: Foto de Edson Novaes, NAARA BEAUTY DRINK!!!, ÓLEO DE COPAÍBA, QUINUA, SUCOS CASEIROS CHEIOS DE SAÚDE., GARFIELD E FAST FOOD., CONTRA TODOS OS MALES, FLORENCE NIGHTINGALE, Palavras Perdidas, Viagem no tempo, BEER, WHAT’S?, Jeguatá: Caderno de Viagem, 400 NUDES, Australia Day

Editado via celular

Martírio

Em uma analogia que faz Ailton Krenak quando “o mercado acorda de mau humor e quer comer uma montanha”, os Kaiowa e Guarani possuem uma precisa análise da situação em que se encontram e procuram traçar estratégias de autonomia e liberdade. Como enfrentar o capitalismo que também é responsável pela destruição cultural, além da física e outras dimensões que afligem os indígenas? Carta Capital

Mídia Ninja – Filme

Impressora braile feita em LEGO

Impressora-braile-em-LEGO

“Queremos trabalhar para beneficiar a sociedade. Quando forem desenvolver um projeto, não pensem no próximo aplicativo de um milhão de dólares, mas em algo que possa ajudar a sociedade como um todo. Ouçam o seu oração”. Shubham Banerjee

braigo

Veja também: Demãos dadas, Nikola Tesla, Brasileiros criam antena que faz celular funcionar mesmo sem sinal, Funcional Obsoleto, Free Energy, Sucos caseiros cheios de saúde., A Invenção de Hugo Cabret, Simulador Solar, Pai (de quem) trocinio!, Urna fraudetrônica

Pare Pra Pensar

Pare Pra Pensar – Natural Reggae

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare, Pense,
Olhe ao seu redor,
Tem gente que esté mto pior,
e mesmo assim batalha,
amanha será melhor.

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Não to aqui pra falar nem de praia nem maconha
Mas vou te fazer pensar naquilo que te envergonha
Na miseria e opressão que você nem faz questão
Vendo a mão que você negua de estender pro seu irmão
U m coração infantil, é o retrato do brasil!
A cultura nossa história ninguem sabe ninguem viu!
PLAYBOY, seja você ou seja eu!
Branco, preto, rico ou pobre… o teu filho é igual ao
meu!
Não prego religião, nem te digo o que é bom!
Tento mostrar uma parte da tua alienação!
Geral, cultural você pensa que é normal!
Pessoas estão morrendo na fila do hospital!
Não to sendo pessimista, so mostro a realidade!
Acredite se quiser, tudo bem, não sou dono da
verdade!
Acredito em um Deus, o supremo criador!
A quem clamo por justiça…

E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…
E alivia a minha dor…

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare Pra Pensar, bem que a vida.
Tenta te mostrar, uma saída.
Seja como for a situação,
Sempre haverá a solução.

Pare pra pensar…bem que a vida…!!!

Veja bem: Cantar, Manguetown, Super Trunfo, Scoring drugs, Legalize Já, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes., Cadê os Amarildos?, Museu Virtual, Enciclopédia do Surf, A casa dos outros, Índice de Desenvolvimento Humano, Sexo seguro!, Fair Play, Mídia estão de luto, 69 com moral da história.

3º opção

3º opção – Trilha Sonora Do Gueto

celular óctoc
na mão,
do zé polvim é uma arma poderosa nisso eu acredito sim
embocamo num assalto de pistola e matraca
e eu grudei logo o gerente
com a quadrada engatilhada
o meu parceiro com a matraca
dominava o salão
zé povim era mato
tudo deitado no chão
nóis achava que é o seguinte
que o baguio tava aguentado
mó engano sangue bom ,
tava memo era cercado
tinha rota
tava o goe a pm mais o gate
tava tipo aquela fita que cê viu na reportagem e eu grudado cum refém , comecei raciocinar
os motivos que fizeram eu no crime ingressar
residente do capão ,
ser humano pique jão
que não teve uma cultura
uma boa educação
morador de uma favela
que aprendeu morre por ela
nego ,né comédia não ,
sofredor que num dá guela
voltando para a real ,
eu me vi logo enquadrado
me lembrei ni um minuto
que eu tava ni um assalto
escutava gritaria
vamo pega ele já
vagabundo num tem vaga nesse mundo que deus dá
veja bem como é as coisa ninguém tinha coração
só eu e deus sabia da minha situação
eu peguei minha quadrada fui pa guerra com o sistema
só que pá é o seguinte sempre existe um dilema
a vida traiçoeira me pregou uma lição
eu só tinha 2 minutos pra vive 3 opção
se eu saisse pelo fundo eu morria assassinado
se eu vazasse pela frente pelos bico era linchado
e a 3º opção
era eu engatilhar a quadrada na cabeça
e eu mesmo me matar
só que deus tava presente
acredite eu
não me engano
em fração de 2 segundo
eu bolei aquele plano
“ai chara é o seguinte
eu só vo me entrega
quando aquele sem futuro
do datena me filma
to ligado que pu seis
eu nun valo um real
só que seis invadi
o refém vai passa mal
ele tá todo borrado ta mijado ta com medo
ta pagando até com juros
o racismo e o preconceito
derrepente” pá pá
caraio que tiroteio
fiquei com a cabeça a mil
me bateu um desespero
mais se eu sai daqui eu vo muda (2x)
parece que é hoje
quando eu da cena lembro
minha roupa cheia de sangue
eu algemado mo veneno
linchado pelos bico
com ajuda dos gambé
desacerto no crime
eu to ligado qual que é
um dia é da caça
outro do caçador
ditado que meu pai
já herdara do meu vô
quando eu era pivete
me lembro ele dizia
um homem sem moral
sempre entra numa fria
mas só que eu cresci
desandei virei ladrão
eu só tinha 18
quando eu fui pra detenção
ai choque a rua tá daquele jeito hó
mo par de mano armado nun
encherga um palmo na frente do nariz
pensa que é super ladrão
super heroi
só que ai jão
são paulo nun é hollywood
os cara ta iludido o diabo dá o pé
pra suaga até a alma
sorte que eu tenho os parceiros
lado a lado comigo
pra debater minhas loucuras
seis deve ta achando que isso é ibope
ibope é trabalha
eu encano era lok
os manos na ventana
gritava “vai morre
triagem na cadeia
se não tive proceder”
foi lá que eu conheci
a tal dá rua 10
também foi lá que eu li a história de moises
o tempo foi passando
eu fui me adaptando
e quando eu fui nota
já passara 7 ano
bem que o meu pai dizia
“filho o tempo é rei
tentei te dar o melhor me desculpe se eu falhei”
aquilo na minha mente batia tipo tyson
viver na detenção tem que ser homem de aço
o homem só é grande quando ele se ajoelha diante do senhor pra tomar puxão de orelha
naquela madrugada
não consigui dormi
fazendo um castelo
liberdade vem ni mim
o tempo foi passano
meu corpo foi cansano
o dia clariano
na seqüência eu fui deitano
mais se eu sai daqui eu vo muda
dá meu revolver enquanto cristo não vem
mais se eu sai daqui eu vo muda
mais de 15 caras lá fora diversos calibres
mais se eu sai daqui eu vo muda
quero sair do inferno e não volta mais
mais se eu sai daqui eu vo muda
vida loka o os bandido beneficente, maluco consciente
mais se eu sai daqui eu vo muda
este é um testemunho de um homem

Veja também: Oitavo Anjo, Brô Mc´s, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Brasil de bandidos, Portal da Transparência, Respeito É Pra Quem Tem, Medo?, Touché Turtle, Eu sou Guarani Kaiowá, UM “DEVOGADO” E… DUS BÃO!‏, Carta da Terra, Biblioteca Web, Somos todos doadores, Carlos Marighella, V de Vingança, Aquela Paz, Cheirando Cola, Como a indústria do fumo enganou as pessoas?

No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico

Cintia Santos Cunha é estudante da Universidad de Ciencias Médicas de la Habana (Cuba), conseguiu uma vaga por meio da UneAfro Brasil (União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora) e afirma ,“Medicina é um curso impensável para as pessoas de onde eu venho e como eu sou, negra, mulher e pobre”. Geledes
https://www.youtube.com/watch?v=HjjmphNNhMk
Marina Corradi, médica, formada pela Universidade Latino Americana que prepara, em Cuba, profissionais de saúde de vários países, e faz mestrado na Unicamp em saúde coletiva.
Médica de família no posto de saúde da cidade de Juatuba, em Minas Gerais, um município que tem 30 mil habitantes onde ela atende a população rural, passou quatro anos trabalhando na área administrativa da Secretaria de Saúde porque o diploma de Cuba não tem revalidação imediata no Brasil, como tem na Espanha, deu entrada na papelada junto à Universidade do Ceará e esperou a revalidação, que veio quatro anos depois.marina_corradi
A maneira de criar infraestrutura é com o médico, não dá pra esperar a situação ideal para o profissional vir. A população continua sem atendimento, não dá para esperar um médico decidir ir para a cidade que não tem shopping e onde celular não funciona. (Marina Corradi)
A situação traz uma necessidade para os médicos repensarem seus posicionamentos, as condutas, porque não quer tem quem queira, não somos exclusivos e nem os únicos. Existem médicos que topam ir prá onde a gente não quer ir.
A população, as autoridades e a cultura são, para ela, medicalocênticas. Marina acha que a profissão é sobrevalorizada. O médico é apenas mais um integrante da equipe e não figuras diferenciadas. Geledes

Veja também: Verbo morrer, Remédio caseiro para controle de pulgas, Vergonha de ser brasileiro, Saúde nossa de cada dia!, Empoderamento dos recursos, O Coxinha – uma análise sociológica, Universidades do mundo, Índice de Desenvolvimento Humano, Paulo Freire, Cadê os Amarildos?

Vergonha de ser brasileiro

vergonha de ser brasileiro
Acredite. Serra já quis contratar “médicos cubanos” no passado. BLOG DO MARCONE


Little-Rock-2

Veja também: Bolsa família, Omissão., A indústria farmacêutica está fora de controle?, Vergonha na lama, Maldito homem!, Brasileiro Reclama De Quê?, Xeque Monte, O Coxinha – uma análise sociológica, Individualidade fugaz, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Água mata?, Carta da Terra, Jesus era Peripatético., Ministério da Saúde, Na trave!

COISAS QUE NINGUÉM DIZ PARA UMA MENINA GORDINHA

Sou Gordinha Sim

lola

A Lígia encontrou um post em inglês, recomendado por uma amiga, e perguntou se eu queria que ela o traduzisse. Claro, né? O texto é ótimo, e quem sabe inglês pode lê-lo aqui no original. As belíssimas fotos foram tiradas do Body Image. Super obrigada, Lígia, pela dica e pela tradução!

lola

Há coisas que nunca são ditas para garotas gordas. Então eu vou dizer:

lola

Todo mundo tem dobrinhas quando se curva. Todo mundo. Vamos deixar isso claro logo de cara. Nos últimos meses, mais de trinta mulheres, das mais magricelas até as mais gordinhas, se deitaram nuas na minha cama. Eu geralmente pedia que elas abraçassem seus joelhos, e vocês não vão acreditar: todas tinham dobrinhas na barriga.

lola

Nenhuma saiu ilesa. Até uma modelo, medindo 1,80 de altura, tinha dobrinhas na barriga. As fotos que mostravam a barriga das fotografadas se tornaram minhas preferidas de todo o projeto… Então pare de achar que as…

Ver o post original 852 mais palavras

Norte Nordeste Me Veste

Norte Nordeste Me Veste – Mc RAPadura

O nordeste é poesia,
Deus quando fez o mundo
Fez tudo com primazia,
Formando o céu e a terra
Cobertos com fantasia.
Para o sul deu a riqueza,
Para o planalto a beleza
E ao nordeste a poesia.
(trecho de patativa do assaré).

Rasgo de leste a oeste como peste do sul ao sudeste
Sou rap agreste norte-nordeste epiderme veste
Arranco roupas das verdades poucas das imagens foscas
Partindo pratos e bocas com tapas mato essas moscas
Toma! eu meto lacres com backs derramo frases ataques
Atiro charques nas bases dos meus sotaques
Oxe! querem entupir nossos fones a repetirem nomes
Reproduzindo seus clones se afastem dos microfones
Trazem um nível baixo, para singles fracos, astros de cadastros
Não sigo seus rastros, negados padrastos
Cidade negada como madrasta, enteados já não arrasta
Esses órfãos com precatas, basta! ninguém mais empata
Meto meu chapéu de palha sigo pra batalha
Com força agarro a enxada se crava em minhas mortalhas
Tive que correr mais que vocês pra alcançar minha vez
Garra com nitidez rigidez me fez monstro camponês
Exerce influência, tendência, em vivência em crenças destinos
Se assumam são clandestinos se negam não nordestinos
Vergonha do que são, produção sem expressão própria
Se afastem da criação morrerão por que são cópias
Não vejo cabra da peste só carioca e paulista
Só frestyleiro em nordeste não querem ser repentistas
Rejeitam xilogravura o cordel que é literatura
Quem não tem cultura jamais vai saber o que é rapadura
Foram nossas mãos que levantaram os concretos os prédios
Os tetos os manifestos, não quero mais intermédios
Eu quero acesso direto às rádios palcos abertos
Inovar em projetos protestos arremesso fetos
Escuta! a cidade só existe por que viemos antes
Na dor desses retirantes com suor e sangue imigrante
Rapadura eu venho do engenho rasgo os canaviais
Meto o norte nordeste o povo no topo dos festivais, toma!

Refrão:

Êha! ei! nortista agarra essa causa que trouxeste
Nordestino agarra a cultura que te veste
Eu digo norte vocês dizem nordeste
Norte nordeste norte nordeste
Êha! hei! nortista agarra essa causa que trouxeste
Nordestino agarra a cultura que te veste
Eu digo norte vocês dizem nordeste
Norte nordeste norte nordeste

Poesia:

Minhas irmãs, meus irmãos, oxe! se assumam como realmente são
Não deixem que suas matrizes, que suas raizes morram por falta de irrigação
Ser nortista & nordestino meus conterrâneos num é ser seco nem litorâneo
É ter em nossas mãos um destino nunca clandestino para os desfechos metropolitanos.

Devasto as galerias tão frias cuspo grafias em vias
Espalho crias nas linhas trilhas discografias
Arrasto lp’s, ep’s cds, dvds
Cachês, clichês, surdez, vocês? não desta vez!
Esmago boicotes com estrofes em portes cortes nos flogs
Poetas pobres em montes dão choques em hip pops
Versos ferozes em vozes dão mortes aos tops blogs
Repente forte do norte sacode em trotes galopes
Meto a fita embolada do engenho em bilhetes de states
Dou breaks em fakes enfeites cacete nas mix tapes
Bloqueio esses eixos os deixo sem alimentação
Alheios fazem feio nos meios de comunicação
Essas rádios que não divulgam os trabalhos criados em nossos estados
Ouvintes abitolados é o que produz
Contratos que pagam eventos forçados com pratos sobre enlatados
Plágios sairão entalados com esse cuscuz
Ao extremo venho ao terreno me empenho em trampo agrônomo
Espremo tudo que tenho do engenho a um campo autônomo
Juntos fazemos demos oxigênios anônimos
E não gêmeos fenômenos homogêneos homônimos
Caros exteriores agrários são os criadores
Diários com seus labores contrários a importação
São raros nossos autores amparo pra agricultores
Calcários pra pensadores preparo pra incitação
Sou côco e faço cocada embolada bolo na hora
Minha fala é a bala de agora é de aurora e de alvorada
Cortando o céu da estrada do nada eu faço de tudo
Com a enxada aro esse mundo e no estudo faço morada
Sou doce lá dos engenhos e venho com essa doçura
Contenho poesia pura a fartura de rima tenho
Desenho nossa cultura por cima e não por de baixo
Não sabe o que é cabra macho? me apresento rapadura
Espanco suas calças largas com vagas para calouros
Estranha o som do gonzaga a minha sandália de couro
Que esmaga cigarras besouros mata nos criadouros
Meu povo o maior tesouro amor regional duradouro
Recito os ribeirinhos o mara – baixo em vivência
Um norte com essência não enxerga essa concorrência
São tão iguais ouvi vários e achei que era só um
Se no nordeste num tem grupo bom
Não tem em lugar nenhum, toma!

Refrão:

Êha! ei! nortista agarra essa causa que trouxeste
Nordestino agarra a cultura que te veste
Eu digo norte vocês dizem nordeste
Norte nordeste norte nordeste

Êha! ei! nortista agarra essa causa que trouxeste
Nordestino agarra a cultura que te veste
Eu digo norte vocês dizem nordeste
Norte nordeste norte nordeste.

Veja também: RAPadura (Norte Nordeste me Veste), Cidadão, Marvel, Inside Job, Via Láctea pelo navegador, Carta da Terra, Brasileiro Reclama De Quê?, A onda

O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil

Cartilha de Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil
Um bom ponto de partida é a cartilha O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, resultado da parceria da Amarribo com o Instituto Ethos e Transparência Brasil cuja publicação foi apoiada por diversas empresas.

Veja também: Voto Nulo, Clarice Lispector do Samba, Clara Nunes., BBB por Antonio Barreto, Biblioteca Web, Impostômetro, Ficha Limpa!!!, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, Economia de mercado, Águas de março, Princípio do ou não, Empoderamento dos recursos, Fair Play, Medo?

Biblioteca Web

Consulte enciclopédias e bibliotecas virtuais de todo o mundo

Portal Domínio Público – Lançado em novembro de 2004, propõe o compartilhamento de conhecimentos de forma equânime, colocando à disposição uma biblioteca virtual que deverá se constituir em referência para professores, alunos, pesquisadores e para a população em geral.

Bibliotheca Alexandrina – A Biblioteca de Alexandria está em processo de digitalização de seu conteúdo. A maior parte do material disponível está em árabe.

Encyclopaedia Britannica – Restrita ao ambiente virtual desde março de 2012, a enciclopédia oferece consultas ao conteúdo gratuitamente e também por meio de um serviço pago.

Biblioteca Nacional Digital de Portugal – O endereço virtual disponibiliza para consulta cerca de 24 mil obras em português e outras línguas.

Biblioteca Nacional Digital – A Bliblioteca Nacional tem um catálogo com mais de 25 mil itens digitalizados disponíveis para consulta.

Biblioteca Digital Mundial – Iniciativa da Unesco e da Biblioteca do Congresso dos EUA, o endereço virtual tem como propósito reunir conteúdo histórico de todas as regiões do mundo.

Projeto Gutenberg – Tem mais de 100 mil livros digitais que podem ser baixados e lidos em diferentes plataformas eletrônicas.

Biblioteca do Congresso dos EUA –A biblioteca digitaliza seu conteúdo desde 1994. No endereço estão disponíveis fotografias, manuscritos, mapas, filmes e gravações de áudio.

Wikipedia – Enciclopédia virtual mais famosa entre todas as listadas, reúne milhões de artigos em idiomas em inglês, francês e alemão e português.

Domínio Público – No ar desde 2004, reúne mais de 200 mil obras em português entre textos, imagens, vídeos e arquivos em áudio que – como o nome sugere – caíram em domínio público.

Perseus Digital Library – O projeto é especializado em material das culturas greco-romanas, mas também possui conteúdo de outros períodos históricos.

Open Library – Projeto que ambiciona criar uma página na internet para cada livro já publicado no mundo, já tem um acervo com 20 milhões de itens.

Internet Archive – Integrante da Open Library, é um projeto que tem como proposta armazenar todos os sites do mundo desde 1996.

Veja também: Consumo colaborativo, Livro suspenso, Curupira, Flash na Biblioteca, Hoje., Art.sy, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Em progresso, Casas de Mediação, Ministério da Saúde, Princípio do ou não, 3º opção