Clima louco?

https://vimeo.com/78246825

Enigma Filmes

gotejandoagua
procuradancachuva
climalouco

Veja também: Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia., Águas de março, Eu sou Guarani Kaiowá, Jacob’s Well, Conheça 13 maneiras de reaproveitar sobras e cascas de frutas e vegetais, Saúde nossa de cada dia!, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, Veteranas de guerra

Oitavo Anjo

Oitavo Anjo – 509-e

Acharam, que eu estava derrotado,
Quem achou estava errado,
Eu voltei, to aqui, se liga só, escuta aí:
Ao contrário do que você queria, to firmão, to na correria,
Sou guerreiro e não pago pra vacilar,
Sou vaso ruim de quebrar, oitavo anjo, do apocalipse, tenebroso,
como um eclipse. É, seu pesadelo tá de volta, no puro ódio, cheio de revolta, vou te apresentar o que você não conhece, anote tudo, vê se não esquece, você verá que não deixei me envolver, pra sobreviver por aqui tem que ser, mesmo no inferno é bom saber com quem se anda, se não embaça, vira, desanda. Vejo, vários irmãos tomando baque, o barato é feio, bem pior que o craque.
Quiaca todo dia Cabo branco na mão, encontrar a morte é um, dois, ladrão.
Mas um pilantra foi sentenciado, sua pena, morrer esfaqueado.
Aqui é foda, não tem comédia, o clima é de tensão maldade, inveja, a destruição, mora nesse lugar, e mesmo assim não deixei me levar,
soube chegar na humildade pá, faça o contrário, caro pode te custar.
Obrigado Deus, por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigos)
Irmãos de atitude, moram comigo, é, manos de estilo, Zé carnero doidera até os ossos, patrão de renome, vários sócios.
Facínoras contaminados pelo ódio, rejeição, abandono, é óbvio . Estar em cana é embaçado, quem nunca esteve, não tá ligado.
Uns querem te ajudar, outros te afundar, jogue o dado em quem confiar.
Quem é quem, difícil saber, só mesmo Deus, pra te proteger, fulano entra aqui, pede licença até pro boi, chega de vagar se vacilar, já foi.
Maluquinho primário, é cruel, sem tirar o gosto amargo do fél.
As grades, te fazem chorar, a saudade na direta, vem ti visitar.
É difícil ter a mente sã, detenção, pior que o vetinã, um cristão me ligou para me dar uma idéia, disse pra mim que jesus ta a minha espera, disse também, pra eu mudar de vida, ae mano, eu não me escondo atrás da bíblia.
Sou quem sou, assim sigo em frente, Deus está comigo, não preciso virar crente, nada contra quem é na fé, mas tem canalha que se esconde né?
Muitas coisas aprendi, várias fitas erradas, na prisão eu vi.
Injustiças aqui, humilhação ali, cadáveres sangrando, perto de mim, obrigado meu Deus por me guiar, só em ti eu tenho forças para lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo).
Cadeia, um cômodo do inferno, seja no outono, no inverno.
Sem anistia, todo dia é foda, cadeia, ae maluco, to fora.
Continuar no crime, não to afim, não quero mais essa vida pra mim.
Num pássaro voando enxerguei minha verdade, compreendi o valor da liberdade. Na paz, sigo sempre mais, pena que esta idéia pra você tanto faz.
Escutar ou não, qual a diferença?
Representei, não tive recompensa.
Se conselho fosse bom, não se dava, luz pra cego, que piada.
Ae mano, pelos ouvidos, não seja você mesmo seu próprio inimigo. Termino por aqui, espero que me entenda, pra que depois não se arrependa.
É tudo no seu nome, decide aí, escolha seu caminho, o exemplo tá aqui.
Obrigado meu Deus,por me guiar, só em ti eu tenho forças pra lutar.
(Descobri que além de ser um anjo, eu tenho cinco inimigo,preciso de uma casa para minha velhice, porém preciso de dinheiro para fazer investimentos).

Veja também: Atrás de mim!, The wall, Fátima, Procon divulga listas de empresas, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Justiça de mierda, Advogados, No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médico, Ta foda ser brazileiro!!!, PÁTRIA MADRASTA VIL

Sorvete de cachaça

SORVETE DE CAIPIRINHA
Ingredientes:

½ xícaras (chá) de açúcar;
½ xícaras (chá) de água;
600 g de cobertura de chocolate branco picada;
2 colheres (sopa) de aguardente;
200 ml de suco de limão;
6 gemas;
4 xícaras (chá) de creme de leite fresco.
Modo de preparo:

Ferva o açúcar com a água até obter uma calda grossa;
Bata as gemas e, sem parar de bater, acrescente a calda aos poucos, até formar picos firmes (cerca de 15 minutos);
Junte o chocolate branco, 2 xícaras do creme de leite e suco de limão, e derreta no micro-ondas, em potência média, por cerca de 4 minutos, pare na metade do tempo para mexer;
Acrescente em seguida as gemas batidas e a aguardente;
Bata o restante do creme de leite em ponto de chantilly misture tudo delicadamente;
Coloque em um refratário coberto com papel filme e leve ao freezer até que fique firme, aproximadamente 4 horas.

SORVETE DE VINHO
Ingredientes:

3/4 de xícara (chá) de suco de limão;
2 xícaras (chá) de água;
2/3 de xícara (chá) de açúcar;
3/4 de xícara (chá) de vinho tinto ou do Porto.
Modo de preparo:

Em uma tigela, misture o suco de limão, a água, o açúcar e o vinho até o açúcar se dissolver;
Despeje numa forma, cubra e leve ao freezer até o dia seguinte;
Bata a massa no liquidificador até obter um creme claro;
Volte à forma e cubra com filme plástico.
Deixe no freezer até ficar firme;

SORVETE COM AMARULA E UÍSQUE
Ingredientes:

1 Xícara(s) de Amarula;
5 Colher(es) de sopa de Chocolate em raspa para decorar;
2 Colher(es) de sopa de uísque;
3 Bola(s) de Sorvete de creme;
Modo de preparo:

Leve a Amarula ao fogo por 3 minutos, ou até ferver;
Tire do fogo e leve ao liquidificador junto com o sorvete e o uísque;
Bata por 30 segundos, divida em taças , decore com as raspas do chocolate e sirva em seguida.

SORVETE DE CHAMPAGNE E LICOR
Ingredientes:

2/3 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro peneirado;
2 garrafas de champagne;
4 colheres (sopa) de suco de limão;
Licor de Mandarinetto ou Mandarino;
Folhas de hortelã e tirinhas de laranja para decorar.
Modo de preparo:

Peneire o açúcar de confeiteiro sobre uma forma não muito funda;
Acrescente o champagne e o suco de limão;
Leve ao congelador até ficar firme;
Assim que começar a endurecer nas bordas, retire do congelador e mexa com uma colher para misturar a parte já congelada com a parte ainda líquida;
Leve de novo ao congelador até quase firmar e repita esta operação várias vezes, até a massa apresentar cristais grandes, isto é, começar a solidificar;
Não mexa demais;
Para servir, raspe o sorvete com uma colher;
Coloque em taças previamente geladas;
Regue com o licor Mandarinetto;
Enfeite com as folhinhas de hortelã e as tirinhas de casca de laranja.

Veja também: Por que Pinga?, Vinho, Quase imortal!!!, Chás que Ajudam a Emagrecer, PLANKTON INVASION, Águas de março

Veteranas de guerra

UMA HOMENAGEM ÀS ÁRVORES SOBREVIVENTES DA MATA ATLÂNTICA

São Paulo é o dinâmico resultado da demolição e reconstrução de sucessivas cidades em pouco mais de um século. Nesse curto espaço de tempo, a cidadela com 30 mil habitantes tornou-se a metrópole com 20 milhões de habitantes, e sua natureza praticamente desapareceu. Originalmente muito rica em biodiversidade, São Paulo apresentava extensas florestas de Mata Atlântica, araucárias, cerrados e várzeas, que formavam uma paisagem única. Durante o processo de urbanização, a vegetação ancestral foi sendo eliminada e substituída por espécies de origem estrangeira, motivação cultural que acarretou na extinção em massa da fauna e flora nativas e a situação atual de 80% da vegetação urbana ser de origem estrangeira, ou seja, exótica.

Mesmo com esse grave quadro ambiental, alguns exemplares da Mata Atlântica alcançaram nossa época, resistindo a gerações de interesses contrários, loteamentos e aberturas de ruas e avenidas que poderiam em poucos minutos acabar com a sua história, assim como aconteceu a inúmeras outras que não pudemos conhecer.

Árvores da Mata Atlântica sobreviventes em condições tão adversas podem ser consideradas monumentos vegetais e históricos paulistanos, um patrimônio ambiental que representa uma imensa herança não reconhecida. Muitas dessas árvores estão ameaçadas pelo descaso, poluição e idade avançada, e são sobreviventes de populações quase ou extintas e detentoras de genética única resultante de milhares de anos de evolução com o clima, solo e biodiversidade local, precisando ser valorizadas, tombadas e reproduzidas para sua perpetuação e repovoamento na cidade de São Paulo.

O meio ambiente urbano deve ser uma prioridade no século XXI, o século das cidades.

Ricardo Cardim, botânico e ambientalista

Veja também: Veteranas de Guerra, Fundação SOS Mata Atlântica, Monte seu Fusca, Vegeta, Miniusina de energia, John Titor , o VIAJANTE-ZER, Chás que Ajudam a Emagrecer, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Saudação ao Sol, Via Láctea pelo navegador, Arveres somos nozes