8 cuidados que você precisa ter com os pets durante o outono

O outono se estende de 20 de março a 21 de junho. Com a chegada da estação, “as drásticas mudanças climáticas, como ventos fortes e queda gradual da temperatura, podem impactar negativamente na saúde de cães e gatos, dando início a problemas respiratórios, oftalmológicos e articulares, além do aumento de casos de desidratação e ataques de parasitas, como carrapatos”, afirma Lucas Bonoto, professor do Curso CPT. Pitacos e Achados

Veja os principais cuidados com os pets no outono

– Proteger os pets com agasalhos e roupinhas, principalmente os animais com pelo curto;
– Dar maior atenção aos animais idosos, mais suscetíveis a doenças crônicas nessa época;
– Garantir aos pets um local quente e aconchegante, com cobertores secos e limpos, colocados na caminha onde dormem;
– Manter o local onde os pets dormem, seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros;
– Fornecer aos pets água fresca e limpa, à vontade, para mantê-los hidratados;
– Manter os pets bem nutridos, com ração de qualidade, fornecida em porções diárias, conforme o peso dos animais;
– Garantir que o local onde os pets dormem esteja livre de ventos fortes e chuvas.

Umidade do ar – Devido à redução da umidade do ar, é comum surgir problemas respiratórios, pois vírus e bactérias agem nessa época, causando sintomas como tosse, febre, espirro e até falta de apetite. Em casos assim, o ideal é procurar um médico veterinário.

Passeios e caminhadas – Diferente do verão, em que os passeios eram ideais pela manhã e ao fim da tarde, no outono, nesses horários, há ventos gelados e neblina. O recomendável é sair com o pet após as 10h ou antes das 17h, quando a temperatura está mais amena

Hidratação – Com temperaturas mais baixas, os pets tendem a beber menos água. Assim, muitos sofrem de desidratação. Para evitar a situação, pode-se oferecer alimentos com maior teor de água, como melão e melancia, e sempre deixar água fresca e limpa disponível.

Osteoartrose – Doenças crônicas nas articulações têm os sintomas acentuados no outono e ainda mais no inverno. A Osteoartrose é notada pelo tutor quando o pet demonstra dor na região da coluna e um médico veterinário precisa ser consultado.

Imunização – Para cães, as vacinas mais recomendadas são contra Cinomose e Bordetella, que afetam o sistema respiratório. Para os gatos, vacinas contra Calicivirose Felina, Rinotraqueíte Infecciosa Felina e Clamidiose, sempre com acompanhamento veterinário.

Higienização dos olhos – Com o clima mais seco, a lubrificação dos olhos dos pets é reduzida, o que os torna mais vulneráveis à bactérias e vírus oculares, em especial animais com olhos protuberantes, como os cães da raça pug. Com ajuda de um profissional, pode-se usar um colírio adequado para a limpeza e hidratação.

Parasitas – Como o solo fica mais seco, é comum o aumento populacional de carrapatos e pulgas, com isso não expor os pets a áreas de capim, mato e locais focos de parasitas é o recomendado.

Bem-estar – Em como todas as estações do ano, é preciso manter o local onde o pet dorme seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros, assim como proporcionar um local livre de ventos fortes e chuvas, com cobertores secos e limpos. Para os animais com pelo curto, o ideal é usar agasalhos e roupinhas para proteção. (Com informações do Agrosolo e Granvitapet).

Petze-se: Comedouro para cães e gatos com garrafas PET, Tapetes do fundo do mar e reflexão sobre preservação dos oceanos, I, pet goat II, Apps que cuidam do seu pet, Petecaixa, Pet é tudo de bom, Esse alguém é você!

Ergonomia no home office: 6 dicas para sua saúde

A expressão ergonomia no home office se refere a uma disciplina que estuda a relação da pessoa com o ambiente de trabalho. Os princípios da aplicação seguem uma norma regulamentadora, a NR 17, que busca aumentar a qualidade de vida do colaborador e evitar problemas ocasionados por condições inadequadas. Negligenciar a ergonomia no trabalho pode levar às pessoas a adquirirem diversos problemas de saúde.

Um dos mais famosos é o L.E.R. (Lesão por Esforço Repetitivo), que atinge aqueles que desempenham atividades repetitivas e contínuas, como a de digitar, a síndrome ainda facilita o surgimento de outras doenças, como tendinite e bursite. Dores nas costas e no pescoço e cefaleia também são problemas manifestados quando não consideramos as necessidades do organismo. Além de essas questões ocasionarem doenças físicas, ainda levam a sintomas emocionais, a exemplo do estresse e da ansiedade, deixando-os improdutivos para qualquer coisa.

Desempenhar as obrigações sem sair de casa é maravilhoso para a maioria das pessoas, devido à comodidade e ao aumento da autonomia no trabalho. Contudo, saiba que mesmo um ambiente mais informal pede responsabilidades e cuidados.

As dicas são para você implementar no seu home office e garantir bem-estar, produtividade e fluidez no workflow.

1. Dê atenção à altura e à distância dos utensílios

Trabalhar na cama ou no sofá parece uma ideia maravilhosa! Porém, fazer isso durante várias horas por dia, acabará gerando muitas dores e indisposição.

A cadeira deve permitir que seus joelhos e quadris fiquem em um ângulo de 90º. Os pés precisam encostar no chão. Caso não alcance, um pequeno apoio pode ser interessante. A coxa, por sua vez, precisa estar totalmente apoiada no assento. 

A altura da mesa também é importante, mas ela vai variar de acordo com a estatura da pessoa. Para alguém de 1,60 m, a altura de 65 cm é a indicada. Quem mede por volta de 1,75 m, pode usar uma mesa com altura de 70 cm.

Caso haja a utilização de notebook, um suporte é necessário na maioria das vezes. Verifique se o monitor está a uma distância de 50 cm a 75 cm dos olhos e a uma inclinação de 10º a 20º em relação à mesa para assim prevenir a vista cansada.

2. Invista em conforto

A cadeira é o principal alvo e precisa ser confortável, evite estofados quentes e pesados, pois, além de aumentarem a sensação de calor, o suor incomoda bastante. Algodão, lucra e nylon costumam ser bem-vindos. Pense na limpeza, pois ela precisa ser fácil para evitar o acúmulo de poeira e de ácaros, o laudo NR 17 é um ótimo começo. 

3. Tenha apoio para costas, cotovelos e pescoço

Ao se sentar, suas costas devem ficar eretas e com total apoio no encosto. O ideal é que a cadeira tenha apoio para os antebraços, com regulagem na altura, pois, caso contrário, o punho ficará tensionado podendo ocasionar dores até em outras musculaturas, como nuca ou ombros.

Um apoio para pescoço também é indicado, pois ajuda a relaxar a cabeça e a afastar torcicolos. Almofadas ergonômicas para cervical podem servir, caso a cadeira não tenha esse tipo de encosto.

4. Busque ambientes bem iluminados, ventilados e sem barulho

A boa iluminação deve ser garantida de modo que não haja sombra no monitor, e tampouco incomode seus olhos. 

A ventilação traz conforto e ajuda a renovar o ar, prefira locais com janelas e na falta delas, o ventilador e o ar-condicionado são bons substitutos. Procure uma temperatura que deixe tudo mais aconchegante.

Determinados ruídos tendem a perturbar e a irritar, dificultando a concentração, podendo deixar a mente ainda mais cansada e predisposta à dor de cabeça no final do dia. Se tiver família e crianças em casa, vale a pena tentar conversar, estabelecer limites e fazer acordos. Em situações incontroláveis, um protetor auricular cabe muito bem. Playlists com sons de chuva ou mar também são boas opções.

5. Faça pausas e alongamentos

Horas na mesma posição fazem mal para a circulação sanguínea e para a musculatura, uma dica para melhorar a ergonomia no home office é fazer pequenas pausas e alongamentos. O ideal é estabelecer um tempo de até 2 horas no seu timesheet. Após isso, levante-se, faça uma caminhada até a cozinha ou sala e inclua alguns alongamentos para braços, costas e pernas. 

Para quem trabalha muito com dedos e mãos, como trabalhos de digitação e redação, é indicado alongar a musculatura desses membros também. Bolinhas terapêuticas são a salvação e ainda ajudam a relaxar a mente.

Nos momentos de pausa, aproveite também para descansar a vista. Por uns minutos, foque em um ponto bem distante, que pode ser do lado de fora ou de dentro de casa.

6. Tenha cuidado com a decoração e as pinturas

De acordo com a psicologia das cores, a tonalidade da parede à sua frente influencia a criatividade, o humor e a produtividade. Azul e verde são cores ideais. E se a intenção é manter o foco, evite tons muito chamativos e quentes, como o vermelho e o laranja. 

O estilo da decoração do seu cantinho poderá ser aquilo que tem mais a ver com a sua personalidade, contudo, evite deixar muitos objetos na mesa. O minimalismo nessas horas é bem-vindo. Pitacos e Achados

Buscar a ergonomia no home office é imprescindível não apenas para a sua disposição durante os jobs, mas também para sua saúde física e mental. O autogerenciamento do seu bem-estar, muitas vezes, exigirá até mudanças de hábitos, sendo assim, não negligencie essas questões?

Ergonomize-se: Playlist “me curar de mim”, Aprenda línguas economizando, Home office: dicas posturais, Eu te benzo … Posso ? Desapega, Organizando a casa, Café com Dengue., Coleta Seletiva e Reciclagem em condomínios, Xibom Bombom, Os Empregos Acabaram

É só um tirinho?


Mude conceitos, você pode e deve: ATARI 2600, LUMINESCE™, THE IMITATION GAME, A RAINHA DE MAIO, NAARA BEAUTY DRINK!!!, STORY OF MY LIFE, NEVO, BATMÓVEL – INFOGRÁFICO, VIA LÁCTEA PELO NAVEGADOR, INSTANTLY AGELESS ™, KIERU, UM JOGO INSPIRADO EM SAMURAI JACK, BESOURINHA, VIDACELL®, Three Little Pigs, RESERVE™, GTA IV – GCM : Duster Guarda Civil Metropolitana de São Paulo., JOGO ANTI-DENGUE

Vlog do Gato do Mal

Porque o PC estava cansado.
Apresentando o Tubarão do Bem

CHEGUEI NESSA PORRA AGORA É TUDO MEU

Observe mais: VOCE PODE IR NA JANELA11 FOTOS DE GATOS QUE TRADUZEM PERFEITAMENTE SUA RELAÇÃO COM DINHEIRO.PHILIP K. DICKNAARA BEAUTY DRINK!!!O QUE A HISTÓRIA DE DOIS SUPERDOTADOS REVELA SOBRE O BRASILTORNE-SE UM MENDIGO.EMVCAPA DE DISCO COM GATOS.PLANKTON INVASIONINSTANTLY AGELESS ™MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINEAPPS QUE CUIDAM DO SEU PETVIDACELL®DOWNLOAD: POSSO SER PRESO POR ISSO?REMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇACENTRO MUNICIPAL DE ADOÇÃO DE CÃES E GATOSRESERVE™A HISTÓRIA DO JARDINEIRO DE OXALÁMORADORES: 5 MIL REAIS X PREFEITURA RJ: 270 MILDESENHO DE CRIANÇA

Apps que cuidam do seu pet

Uma das soluções é pedir para amigos, parentes ou vizinhos tomarem conta para você durante a sua ausência, mas você pode ouvir um não ou até mesmo passar a imagem de ser um cara folgado que vive pedindo favores.  – Tudo Sobre Golden Retriever

monkey-interna

Os dois vivem em Erode, na Índia, e chamaram a atenção da população local quando o macaco defendeu o filhote de outros cachorros de rua, mostrando sua afeição. Os moradores da região que assistiram ao ocorrido ficaram tão impressionados que ofereceram comida para a dupla. Foi nesse momento que o macaco deu uma nova lição de bondade, ao deixar o cachorrinho comer primeiro do que eleHypeness

Monte uma ficha de seu companheiro em espaço virtual, monitore o desempenho físico de seu cachorro e até mesmo consulte detalhes quanto à anatomia dos cãezinhos. TECMUNDO

– DogHero ( iOS e gratuitoiG São Paulo

– PetHub/Pet Anjo (iOS E Android)

– Dog Whistler (gratuito para iOS e Android)

– Pet Phone (pago para iOS; APK para Android)

– Dogs 360 (gratuito para iOS; versão para Android)

– MyPets – Pet Manager (gratuito para iOS)

– MapMyDogWalk (gratuito para iOS e Android)

– Petsie (gratuito para Android)

– Meu Amigo Gato (gratuito para Android)

– Pet First Aid (pago para iOS)

– iKibble (gratuito para iOS)

– Tradutor de Cães (gratuito para iOSBônus

– Tradutor Humano-Gato Versão (pago para Android)

11Pets (Android)

Enxergue mais: REMÉDIO CASEIRO PARA CONTROLE DE PULGASPANICATLICITAÇÃO SUSTENTÁVELVOTO ABERTOEMVTIRINHA DO DIA: E QUAL É O MELHOR AMIGO DO HOMEM?7 APPLICATIVOS PARA CICLISTASINSTANTLY AGELESS ™EMOCIONARIOEU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!RECEITA PARA CONSTRUIR SUA CASA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOSVIDACELL®CAPA DE DISCO COM GATOS.Brasileiro Reclama De Quê?GOVERNO ABERTONão Foi AcidenteNATAL COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA!RESERVE™VEGANO NA MARRAPLANKTON INVASION

11 fotos de gatos que traduzem perfeitamente sua relação com dinheiro.

1. Quando alguém não aceita cartão como pagamento.

Quando alguém não aceita cartão como pagamento.

Vladimir Godnik / Getty Images – Em pleno 2016 ainda sofremos com isso.

2. Quando você dá uma olhada na sua conta no fim do mês.

Quando você dá uma olhada na sua conta no fim do mês.

Louise Legresley / Getty Images – Mas… Mas…

3. Quando você ganha de presente algo que queria muito e não vai precisar gastar.

Quando você ganha de presente algo que queria muito e não vai precisar gastar.

Erich Leeth / Getty Images

4. Quando você abre sua poupança depois de muito tempo sem olhar pra ela.

Quando você abre sua poupança depois de muito tempo sem olhar pra ela.

Loren M Rye / Getty Images – Riqueza.

5. Quando alguém que estava te devendo paga o que deve.

Quando alguém que estava te devendo paga o que deve.

Janice Lin / Getty Images – VALEUOBRIGADOVALEUMSMVCÉDEZ.

6. Quando você faz uma compra com o cartão de crédito.

Quando você faz uma compra com o cartão de crédito.

Jennierae Gonzalez / Getty Images

7. E dias depois o que você comprou entra em promoção.

E dias depois o que você comprou entra em promoção.

Akimasa Harada / Getty Images – *Desce uma lagriminha*

8. Quando cai seu salário.

Quando cai seu salário.

Mayte Torres / Getty Images – Dá pra comprar aquilo. E aquele negócio que eu queria. Preciso comer naquele restaurante. Vou pagar a passagem daquela viagem…

9. Quando chega uma conta que você não estava esperando.

Quando chega uma conta que você não estava esperando.

Olivia Zz / Getty Images – Respira e conta até 10.

10. Quando você acha dinheiro no bolso da calça.

Quando você acha dinheiro no bolso da calça.

Cristian Baitg / Getty Images – Obrigado “eu” do passado.

Camarão Que Dorme a Onda Leva

Camarão Que Dorme a Onda Leva – Beth Carvalho

Não pense que meu coração é de papel
Não brinque com o meu interior
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é o dia da caça
Amanhã do caçador
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é o dia da caça
Amanhã do caçador
Não quero que o nosso amor acabe assim
Um coração quando ama é sempre amigo
Só não faça gata e sapato de mim
Pois aquele que dá pão, também dá castigo
Só não faça gato e sapato de mim
Pois aquele que dá pão, também dá castigo
(Não pense que meu coração)
Não veja meu sentimento com desdém
Enquanto o bem existir o mal tem cura
A pedra é muito forte mas tem um porém, meu bem
A água tanto bate até que fura
A pedra é muito forte mas tem um porém, meu bem
A água tanto bate até que fura
(Não pense que meu coração)

 

Enxergue mais: HAKUNA MATATALUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMCLARICE LISPECTOR DO SAMBA, CLARA NUNES.INEZITA BARROSOSAUDOSA MALOCANEGUINHO DA BEIJA-FLOR

Panicat

O tema mudança sempre é um transtorno para os gatos. Quem tem gato sabe como eles odeiam qualquer alteração em sua rotina. Em caso de mudança de casa, seu bichano não terá muita opção a não ser se adaptar! Para que não seja tão estressante para ele, preparei algumas dicas:

1. Alguns dias antes da mudança deixe a caixa de transporte na sala de sua casa, com petiscos, cobertorzinho e brinquedos que ele goste dentro dela, para que não seja um ambiente tão estranho quando ele tiver de ficar confinado por algumas horas até a nova casa.
2. No dia da mudança, prenda seu gato em um cômodo da casa, com água, comida, caixa de areia etc., para que ele não fique no meio das caixas e do movimento. Cuidado redobrado para que ele não fuja!
3. Durante o transporte até a nova casa o gato deve ficar dentro da caixa de transporte, no carro, com você. Não o deixe ao sol ou próximo a uma janela totalmente aberta. Se a viagem for longa, não se esqueça de deixá-lo fazer suas necessidades no caminho.
4. Ao chegar à casa nova, coloque-o em um cômodo, com água, comida etc., para que se acostume aos poucos ao novo ambiente. Ele deve ficar trancado nesse cômodo por umas duas semanas. Durante este período, deixe-o explorar o novo ambiente por algumas horas sempre sob sua supervisão. Certifique-se de que não há nenhuma janela ou fresta para que ele saia por ela.
5. Esfregue delicadamente uma toalha em sua carinha felpuda e em seguida passe nos móveis para que ele sinta o cheiro dele no ambiente.
6. Se seu gato gosta de passear no quintal, deixe-o explorar esse ambiente após duas ou três semanas. Sempre com a sua presença. De preferência, deixe-o sem comer por 12 horas antes do passeio, para que esteja com fome quando chamá-lo de volta para sua refeição.
7. Não se esqueça de colocar uma coleirinha com seu nome e telefone, caso ele fuja ou se perca no novo bairro.
8. Por fim, tenha bom senso e veja como está se comportando no novo ambiente. Além de paciência, pois logo as coisas voltarão ao normal.

Dra. Luelyn Jockymann
Médica veterinária especialista no comportamento de gatos
luelyn@terra.com.br

testeanimal

Veja também: Remédio caseiro para controle de pulgas, Lixo! Eu?, Repelente de pescador, Remédio que cura qualquer doença, Outras formas, Cãovalo, Trator, The X-Files, Adoro essa parte da anatomia femimina., LEVITATION, Desinfetante ecológico, Pet é tudo de bom, FORDISMO??