O carro flutuante

Em 1999, estes dois amigos italianos – Marco Amoretti e Marcolino De Candia, cruzaram o Atlântico a bordo de um carro flutuante.

A ideia veio do pai de Marco – Giorgio, que um ano antes de ser diagnosticado com câncer terminal, criou um “automóvel marítimo”. No entanto, ele estava muito doente para concluir a viagem, então seu filho partiu para realizar seu sonho.


Em 4 de maio de 1999, os quatro jovens partiram das Ilhas Canárias para alcançar o outro lado do Oceano Atlântico. Eles usaram um Volkswagen Passat destruído e um Ford Taunus cheio de poliuretano flutuante para completar a viagem.


Depois de 4 longos meses, os dois viajantes chegaram ao seu destino – o Caribe. No entanto, esta história representa muito mais do que o percurso das primeiras – e, talvez as últimas pessoas a atravessar o oceano Atlântico em um carro flutuante. Ela fala sobre superação, realização de sonhos, e sobretudo, ela fala sobre amor. “Agora estou orgulhoso porque mostrei ao mundo que o sonho de meu pai não era impossível”, completa o italiano. Gabriela Glettehypeness

Rr

Frog Lunar Rover

How To Make A Simple Walking Frog Robot That Walks Over Obstacles – Amr Mci

How to Make a Car – Lunar Rover – incredible Toy – TutorialYuri Ostr

How to Make an Electric Boat – Very Simple and Powerful – TutorialYuri Ostr

How to make Boat remote control two motorsCreative Channel

To do this boat we would need
1- 2 the motor to make two separate engine operation
2- 1 set of powerful remote control and hands-off in his old car
3- 1 sponges to hull
4- 1 small plastic box for holding board
5- 1 shampoo bottle to cut the propeller
6- 2 rail segments to extended engine

Observe mais: COMO FAZER UM ROBÔ, LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMVOCÊ APRENDEU ERRADO NA ESCOLAURSOS-D’ÁGUANAARA BEAUTY DRINK!!!APPS QUE CUIDAM DO SEU PETDEMÃOS DADASEMVBE MY EYES APPFUNCIONAL OBSOLETOINSTANTLY AGELESS ™3 IDEIAS IMPRESSIONANTESÍNDIO EDUCAVIDACELL®CAMPANHA RECOLHE ÓLEO DE FRITURA PARA FABRICAÇÃO DE BIODIESELHORA DO CÓDIGOAUTOMATARECEITA PARA CONSTRUIR SUA CASA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOSRESERVE™HORRIBLE HISTORIESIMPRESSORA BRAILE FEITA EM LEGO

Hemp Car

hempcar1
Collective Evolution (CE)

hempford
biomass-x-fossilfuels
” Henry Ford revelou seu carro de plástico, resultado de 12 anos de pesquisa, com painéis resistentes moldados em pressão hidráulica de 680kg por polegada quadrada. 70% de fibra de celulose de cânhamo, sisal, palha de trigo e 30% de resina é a receita.” Popular Mechanics, Dec. 1941, “Pinch Hitters for Defense.”
kestrel-hemp-car-5-07-11

Veja também: Air Purifier Bike, FORDISMO??, Empoderamento dos recursos, Michael Moore, A importância do Doutorado, The X-Files, Viabilidade???, Filmografia dos carros do cinema, Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia., Pedala Mundo!, Feliz dia do índio!!!

São as pequenas atitudes que fazem o mundo valer a pena.

Porquê eu quis?

Pq eu quis
porque-eu-kiss
A conjugação correta do verbo “querer” no pretérito perfeito do indicativo é “quis”, com “s” ! Portanto, o correto é dizer: Eu não quis fazer isso!

Muitos escrevem com “z” por comparação com outros verbos, como fazer (eu fiz) ou dizer (ele diz):

Eu fiz (passado) um presente para você!
Eu quis (passado) comprar um presente para você!

Ele diz (presente) umas coisas…
Ele quis (passado) umas coisas…

Na dúvida, fique sempre atento ao seguinte: nas conjugações do verbo “querer” não existe “z”, há o som, mas não há a consoante. Assim, toda vez que aparecer o som de “zê”, escreve-se “s”: quando eu quiser, tu quiseste, ele quis, se eu quiser, quando ele quiser, etc.

O gerúndio é querendo e o particípio é querido. Já o infinitivo é querer: Nada disso me faz querer ser milionário!

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras

bicicletasilêncio

Veja também: Multa não, ciclovia!, Mídia estão de luto, Qual o volume ocupado por 1 trilhão de reais?, Sonegômetro, Casas de Mediação, Rorschach, A importância do Doutorado, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, Fátima, Primo rico?, Indivíduos perigosos, Instituto Alana, Não Foi Acidente, De Quem é a Culpa?, Bandeirantes Modernos, Hour guitar, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil