Manjericão

A palavra ocimum é derivada do grego e significa “para cheirar”, devido ao aroma pungente que parte das plantas desse gênero. Na medicina chinesa, o manjericão já era usado há muitos séculos. Ainda é tradicionalmente utilizado na Índia, onde é uma planta sagrada para Krishna e Vishnu, e citado como protetor espiritual para a família.
Por suas qualidades refrescantes e revitalizantes, é um excelente tônico para os nervos, fortalece a concentração e clareia a mente. Estimula os centros vitais.
Apresenta diversas variedades, mas a recomendada para aromaterapia é o manjericão-cheiroso, que tem flores cor de rosa pálido e um elevado percentual de linalol. Possui uma fragrância herbal agradável, doce, leve e refrescante.

FAMILIA BOTÂNICA: Lamiaceae (Labiatae)

PARTE UTILIZADA: florações e folhas

PROCESSO DE EXTRAÇÃO: destilação a vapor

PRINCIPAIS COMPONENTES QUÍMICOS: linalol, borneol, fenchol, cânfora, cineol, metilcavicol, eugenol, ocimeno, pineno, silvestreno, β-cariofileno.

PAÍS DE ORIGEM: natural da Ásia e da África, e hoje, amplamente cultivado na França, Itália, Bulgária, Egito, Hungria, Austrália e África do Sul.

COMBINA BEM COM: bergamota, pimenta do reino, sálvia-esclaréia, eucalipto, gerânio, Gengibre, Lavanda, Melissa, Néroli, Alecrim, Sândalo e Litsea Cubeba.

PROPRIEDADES: Analgésico, antidepressivo, antisséptico, antiespasmódico, carminativo, cefálico, digestivo, emenagogo, expectorante, antitérmico e nervino.

INDICAÇÕES: picadas de inseto, náusea, vômito, dispepsia, soluços, asma, bronquite, regras irregulares, cólicas menstruais, ansiedade, depressão, enxaqueca, dores de cabeça e tensão nervosa.

PRECAUÇÕES: Pode causar sensibilidade e irritação em pessoas com tendências alérgicas. Deve ser evitado em gestantes e crianças.

Fonte:
CORAZZA, S. Aromacologia – uma ciência de muitos cheiros. São Paulo: Editora Senac, 2004.
HOARE, Joanna. Guia completo de Aromaterapia. São Paulo: Pensamento, 2010.

Veja também: Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Sucos verdes, Câmarada, Plante uma árvore, Consumo colaborativo e sustentabilidade

Remédio caseiro para controle de pulgas


Um remédio caseiro para eliminar as pulgas, tanto nos animais quanto no ambiente.

Ingredientes
– 02 Copos médios de álcool comum;
– 01 Copo de água filtrada – de preferência um copo de chá de alecrim (bem forte);
– 03 Pedrinhas de cânfora (encontrada também na forma de pedrinhas menores tipo comprimidos – adicionar 5).
Preparo
– Derreter a cânfora no álcool;
– Adicionar a água ou o chá de alecrim;
– Coloque a mistura em um difusor, um desses sprays que você deve ter em casa.
Aplicação
– Diretamente no animal. Você verá as pulgas saírem do pêlo na mesma hora;
– No ambiente todos os dias até notar que não há mais pulgas.

O ALECRIM AJUDA NO CONTROLE DE CARRAPATOS.
PODE SER APLICADO EM FILHOTES.
TENHA CUIDADO – NÃO APLIQUE NOS OLHOS DO ANIMAL. Izolda Nolli

A adição de alho ou levedura de cerveja à comida de cães é tida como eficaz para impedir que as pulgas infestem animais, assim como colares de ervas e pós contra pulgas também são populares e facilmente encontrados.

Eucalipto, erva-doce, alecrim, arruda, losna e língua de vaca parecem funcionar como repelentes de pulgas. Para preparar seu próprio pó de ervas contra pulgas, combine quantidades iguais dessas ervas e misture-as bem. Polvilhe uma pequena quantidade desse pó nos pêlos de seu cão e faça uma massagem, assegurando que se espalhe até a pele. Você também pode usar uma gota ou duas de óleo de essência de eucalipto e alecrim em uma compressa ou coleira coberta com tecido. Consultant Dr. William Fortney

As pulgas são ectoparasitos que pertencem a ordem Siphonaptera, parasitando aves e mamíferos. Pequenos insetos com menos de 5 milímetros de comprimento e sem asas, com pernas extremamente fortes e partes bucais adaptadas para cortar a pele e sugar o sangue do hospedeiro e podem causar alguns problemas de saúde: dermatites alérgicas, transmitem viroses, vermes e doenças causadas por bactérias (peste bubônica, tularemia e salmonelose). Pragas urbanas

As espécies mais importantes são:
– Pulex irritans, que ataca mais o homem;
– Xenopsylla cheopis, denominada pulga do rato;
– Ctenocephalides felis felis, conhecida por pulga do gato e;
– Ctenocephalides canis, a pulga do cão.

Observe mais: Veneno ecológico para matar ratos., LUMINESCE™Repelente de insetos, EU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!RESERVE™ Café com Dengue., INSTANTLY AGELESS ™Carta da Terra, Inseticida Natural contra lesmas e lagartasVIDACELL®Nossa dose de veneno, Pet é tudo de bomYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDE Sal e vinagre, Reign Over Me, Remédios caseiros para cãesRECEITA PARA CONSTRUIR SUA CASA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOS