Doggie Language

linguagem-secreta-dos-caes-se-os-caes-pudessem-falar-1

Infelizmente, alguns humanos não conseguem nos entender, enquanto que outros, como por exemplo, minha dona e alguns de seus amigos, conseguem facilmente. Mas por que eles conseguem e os demais não? Simples, eles sempre prestam atenção em nossas expressões ou como nos expressamos. CãoFalante – Se os Cães Pudessem Falar

Todo comportamento social envolve comunicação, que é a transferência de informação de um animal para outro por meio de sinais que evoluíram para esta função. Ethos Animal

Pessoas ao redor do mundo definiriam os grunhidos, uivos, latidos, ganidos, coaxados, chiados, pios e balidos dos animais em seu idioma natal, as onomatopeias respeitam as regras gramaticais e ortográficas de cada idioma. Quando os sons não correspondem a palavras que existem nas línguas, o jeito é improvisar inventando termos. Karin Hueck – The British Library

Nos cães são 3 os métodos de comunicação:

  • Auditivo
  • Visual
  • Olfatório

cauda_12

Cães latem para chamar a atenção, para responder a outros cachorros, indicar que estão felizes e para alertar humanos sobre algum problema, se comunicam usando comandos verbais, linguagem corporal e expressões faciais. GeraçãoPet

calm

Homem e animal se comunicam de maneira não-verbal. Okamix

linguagem-corporal-dos-caes-cachorros-facial-verbal-fotos-imagens

Alguns comportamentos gestuais dos bichinhos de estimação podem expressar necessidades, pedidos e alertas. Especialistas em psicologia canina e adestramento de animais investigam o comportamento canino a fim de desvendar as causas de determinadas atitudes dos cãezinhos, por meio de diversos estudos e análises, percebeu-se alguns hábitos mais comuns dos cachorros para que você entenda um pouco mais do que o seu fiel companheiro tem a dizer em alguns momentos. 9dades

dog_body_language-500jpg_0

With practice and given time, you should find yourself able to communicate with your dog with a more enriched and sophisticated vocabulary. This will benefit both you and your dog and will result in a stronger bond and understanding of each others needs. Stan Rawlinson – Doglistener

linguagem-canina-filhote-canil-cachorro-cachorrinho-planeta-filhotes-33-300x284

A comunicação canina é tão complicada como a multiplicidade de variáveis que entra em qualquer forma de comunicação. Tal como o sentido das nossas palavras pode variar dependendo do tom, do stress vocal, da linguagem corporal ou de outros factores, os cães comunicam através de sinais que têm multiplos significados, que variam rapidamente e que são específicos para cada situação”. Dog Tips From DogTown: A Relationship Manual for You and Your Dog – Doglink

Enxergue mais: APPS QUE CUIDAM DO SEU PETNATAL COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA!, , HABITAT IIIEVOLUIMOS?PANICATPRIVATIZAÇÃO DE PARQUESNAARA BEAUTY DRINK!!!PLANKTON INVASIONEMVBE MY EYES APPINSTANTLY AGELESS ™THE STREET STOREÍNDIO EDUCALIXO! EU?VIDACELL®CÃO NOSSOVLIBRASEMDRIVE – O MOTOR IMPOSSÍVELRESERVE™NA ESTRADA HAVIA UMA PEDRAWIKIAVESSE SENTINDO SÓ? ANÚNCIOS DE SOLTEIROS.

Virada Animal

A taxa de adoção é de R$ 21 e o Registro Geral do Animal (RGA) é emitido na hora. Para assegurar o bem-estar do animais, os funcionários do CCZ-SP informarão os novos tutores sobre a importância da posse responsável. PetCidade

Para adotar um dos bichinhos disponíveis é preciso ter a partir de 18 anos, levar coleira e guia para cães, caixa de transporte para gatos e documentos pessoais como CPF, RG e comprovante de residência. SÍLVIA HAIDAR

viradaanimal.png

ENXERGUE MAIS: SE SENTINDO SÓ? ANÚNCIOS DE SOLTEIROS.INSTANTLY AGELESS ™NAARA BEAUTY DRINK!!!CÃO NOSSOPANICATNATAL COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA!O BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASEU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!MEU AMIGO!

MORADOR DE RUA CUIDA DE 11 CÃES

Morador de rua cuida de 10 cães

Rogério é um morador de rua que vive numa carroça coberta com 10 cães, entre eles, alguns encontrados em condições extremas – espancados pelos antigos donos, jogados pela janela de um caminhão, doentes, abandonados e esfomeados, largados ao léu, amarrados em  postes etc. 

Vive de doações de ração, remédio e comida. Os cães são muito bem tratados, mas dependem do amor e do carinho que o Rogério tem por eles, e da caridade daqueles que o conhecem e admiram.

Ele fica próximo a pontos de ônibus na avenida Georges Corbusier, após a rua Jequitibás (região do Jabaquara, em São Paulo), os cães não atrapalham ninguém, são super-educados e simpáticos (todos castrado(a)s) e passam boa parte do dia dentro da carroça.

Ele é muito querido pelos comerciantes da região, mas o problema é durante a madrugada, quando bêbados no volante, e garotos usuários de droga na região, tem sido uma constante ameaça. Rogério já foi espancado por jovens drogados e chegaram a jogar álcool nele enquanto dormia com os cães dentro da carroça, por sorte não tiveram tempo de acender o fósforo, pois um dos cães latiu e o avisou do perigo. 
                  
Ele é um exemplo de como uma pessoa pode se doar. Alguém na condição dele, poderia ter escolhido outros caminhos, mas Rogério demonstrou coragem e decidiu perseverar. Além de ser uma pessoa de muito valor, faz caridade prá deixar muito bacana por aí no chinelo. Sua presença ilumina os lugares por onde passa, mas ele já está cansado e também não é mais tão jovem assim.
Assim, é diante de tudo isso peço que ajudem a divulgar esta história para que o Rogério possa conseguir uma oportunidade que lhe propicie melhores condições de moradia e de vida, em qualquer cidade, para que ele possa cuidar não somente dos seus, mas de outros tantos cães abandonados por esse Brasil, e que precisam de muitos cuidados e de carinho. Já lhe ofereceram abrigo, mas desde que os cães ficassem para trás, e o Rogério recusou, pois para ele, estes cães são como filhos; são sua familia.
                                                                                        
Outro dia ele estava levando todos os cães para um pet shop para tomar banho – eram 11 cachorrinhos felizes – eram originalmente 10, mas agora apareceu mais um, um fox paulistinha que eu não conheci porque no momento que conversamos estava no banho. Ele disse que havia passado remédio contra pulgas nos cachorros, e que o tal remédio é meio melado, e então teve que dar banho em toda a tropa. Perguntei quanto ele iria gastar para dar banho em toda aquela tropa de cachorros,  e ele, sorrindo como sempre, disse que a moça do pet shop o ajudava e não cobrava nada. Santa alma! Aí eu perguntei a ele – e você? Onde toma banho? E ele me respondeu que tomava banho no posto de gasolina da esquina, banho frio, gelado mesmo. Disse que como era nordestino, estava acostumado.

As vezes faltam palavras que possam definir a grandeza de uma alma como esta, que mesmo não tendo quase nada para si, dá o pouco que tem para minorar o sofrimento desses pobres animais de rua. Muito mais importante dos que as aparências, a riqueza, e o poder ostentado pelas pessoas, são suas atitudes e seus valores éticos e espirituais.

São muitas as agressões que ele e os cachorros vêm sofrendo, e que vão desde assalto e espancamento, até atentados contra a  vida como esfaqueamento e atropelamento. Enfim, é muito sofrimento para alguém que luta tanto. Na região todos o conhecem e apreciam, tanto que na última vez que uma turma veio bater nele porque queriam roubar suas coisas, o dono de um bar próximo saiu para enfrentar os safados e começou a dar tiros, colocando todos em fuga. Assim, mesmo, o Rogério passou dois dias no hospital por conta dos machucados recebidos, e se não fosse pela intervenção do dono do bar, os cachorros já seriam órfãos.

Veja também: ANDA, Remédio caseiro para controle de pulgas, , Pet é tudo de bom, Repelente de pescador, Se sentindo só? Anúncios de solteiros., Pegadas na areia, A importância do cafezinho, V de vingança