1º DE ABRIL – DIA DA MENTIRA

Dia da Mentira é uma tradicional data comemorativa celebrada em alguns países ocidentais, como o Brasil. Nesse dia é comum realizar brincadeiras com outras pessoas por meio da utilização de mentiras. Em países de língua inglesa, como os Estados Unidos e a Inglaterra, é comum também “pregar peças” em outras pessoas. escolaKids

Os historiadores não têm certeza sobre onde oficialmente surgiu o Dia da Mentira e, portanto, o que existe são apenas teorias. Há alguns levantamentos que mostram que brincadeiras parecidas com as realizadas no Dia da Mentira eram realizadas por povos da Antiguidade. Muitos historiadores apontam evidências que mostram menções ao Dia da Mentira na Idade Média. Um dessas menções é de um poeta chamado Eduard de Dene, também do século XVI, que escreveu um poema que sugere práticas parecidas com as do Dia da Mentira.

Nelson, personagem dos Simpsons, com o famoso bordão Ha-Ha (Foto: Reprodução/Fox)

A teoria mais aceita diz que o Dia da Mentira ou “April Fools’ Day” (Dia dos Bobos de Abril), como é conhecido nos países de língua inglesa, surgiu de uma mudança no calendário utilizado na França do século XVI. Esse século ficou marcado por inúmeros debates a respeito de mudanças no calendário, pois o que era utilizado na época, o juliano, estava bastante defasado.

Na França da segunda metade do século XVI, o Ano-Novo era comemorado tradicionalmente em 25 de março, pois o início da primavera era enxergado como o momento da renovação de um ciclo. A comemoração de Ano-Novo acontecia até o dia 1º de abril, mas, em 1563, o rei francês Carlos IX propôs a mudança do Ano-Novo francês para 1º de janeiro.

Essa mudança proposta pelo rei francês foi aprovada no Parlamento, ficando conhecida como Édito de Roussillon. Com esse édito, oficializou-se a mudança do Ano-Novo na França para o dia 1º de janeiro. Acontece que muitos se recusaram a seguir a nova data e continuaram realizando sua celebração de Ano-Novo no período citado (25 de março a 1º de abril).

Essas pessoas começaram a ser alvos de zombaria na sociedade francesa e passaram a ser chamadas de Poisson d’Avril, expressão em francês que significa “tolos de abril”. A partir daí, acredita-se que a prática de realizar brincadeiras e zombarias com as pessoas em 1º de abril fortaleceu-se e, posteriormente, espalhou-se pelo mundo.

Prankze-se: Jeunesse, Verdade Ou Mentira?, Um Monte de mentiras, Agro será mesmo?, Onde estão os humanos?!?, Let’s go exploring!, O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS., GENTE HONESTA E ESFORÇADA, OS DESVIANTES E OS COM SÍNDROME DE MANADA, Cartilha feita em parceria com o E-farsas ensina como reconhecer uma notícia falsa!

Lavar as mãos (Mão)

Lavar as mãos (Mão)Arnaldo Antunes

Uma
Lava outra, lava uma
Lava outra, lava uma mão
Lava outra mão, lava uma mão
Lava outra mão
Lava uma

Depois de brincar no chão de areia a tarde inteira
Antes de comer, beber, lamber, pegar na mamadeira
Lava uma (mão), lava outra (mão)
Lava uma, lava outra (mão)
Lava uma

A doença vai embora junto com a sujeira
Verme, bactéria, mando embora embaixo da torneira
Água uma, água outra
Água uma (mão), água outra
Água uma

A segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira
Na beira da pia, tanque, bica, bacia, banheira
Lava uma mão, mão, mão, mão
Água uma mão, lava outra mão
Lava uma mão
Lava outra, lava uma

“Castelo Rá-tim-Bum”, Arnaldo Antunes, Velas, 1995, DVD “Pra ficar com você”, Palavra Cantada Oficial, MCD, 2014 – Lavar as mãos (Mão). BMG

Lave-se: COMO BRINCAM AS CRIANÇAS COM AUTISMO, Brincadeira saudável!!!, Nós existimos para ajudar aqueles que precisam, TORNE-SE UM MENDIGO., Por que falta água?

COMO BRINCAM AS CRIANÇAS COM AUTISMO

As crianças com autismo sabem brincar?

Essa é a pergunta que as pesquisadoras Maria Angélica e Daniele Nunes, sob a perspectiva da Teoria Histórico-Cultural, tendo Vygotsky como seu expoente, visam responder nesta obra. E nos mostram por meio dados empíricos que sim, a criança com autismo brinca e imagina.  Para tanto, as autoras enfatizaram o brincar de faz de conta, focalizando o desenvolvimento dos processos de simbolização no uso de brinquedos ( objeto pivô) e na configuração dos jogos de papéis. DIÁRIO DA INCLUSÃO SOCIAL

Considerando a brincadeira uma atividade relacionada ao desenvolvimento das funções superiores, pesquisadores têm se dedicado à investigação dos processos lúdicos em crianças com autismo. Contrariando as pesquisas clássicas em psicologia, defendem que a criança com autismo brinca; constrói objetos-pivô; e apresenta indícios de assunção de papéis.

A pesquisadora revela que o não brincar da criança com autismo está relacionado à falta de experiência e de acesso aos brinquedos e/ou às brincadeiras, e não simplesmente aos impeditivos orgânicos. Para ela, os pares imediatos ( familiares, professores e/ou colegas) da criança desistem de tentar uma brincadeira ou apresentar-lhes um brinquedo, pois acreditam que ela é incapaz de imaginar. Configurando uma privação do lúdico, que repercute negativamente no desenvolvimento dessas crianças.

Para Martins (2009) apud Silva e Silva ( 2019), as dificuldades apresentadas pela criança com a autismo não estão associadas ao fracasso na interação com os pais e/ou pessoas mais próximas. Porém a forma como as pessoas próximas reagem à sua falta de respostas e contato, certamente afeta o desenvolvimento da criança, muitas vezes cristalizando o quadro já instalado.

Todos esses aspectos revelam como a vivência lúdica é fundamental para o desenvolvimento de qualquer criança com autismo, pois sem a potência da imaginação, ela fica submetida a negatividade de seu diagnóstico. Focar na imaginação ( na criação) é o que possibilita libertar-se das amarras físicas e situacionais – e essa premissa vale para qualquer criança. Silva, Maria Angélica da. Silva, Daniele Nunes Henrique. Como brincam as crianças com autismo – Campinas/SP: Mercado de Letras, 2019.

Na psicologia, que uma criança brinca para repetir situações que foram muito legais para ela, mas também para elaborar situações que foram traumáticas ou dolorosas, ela expressa seus conflitos pelas brincadeiras. Mayra Gaiato

Brincar com a criança com autismo pode ser diferente. Elas apresentam Déficit na comunicação social – então é isso que precisamos ESTIMULAR!

Comece brincando do que a criança gosta. Siga a liderança e a iniciativa dela nas brincadeiras. Mostre que você entende o que ela quer e que gosta da idéia que ela teve, as atividades sensório-social são as preferidas. Busque contato visual, reciprocidade, tenha como objetivo tirar sorriso da criança o tempo todo!

Veja dicas de como  brincar com a criança com autismo, aqui: https://youtu.be/KbHEBh9czFs

Brinze-se: TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA), FERNANDA SAZUKIPOSITIVIDADERELIGIÃO MENTALDEPRESSÃO MASCULINA, SÍNDROME DE ASPERGER: CARACTERÍSTICAS, Rick & Morty & Você, um personagem da 4ª temporada?!?, Auti interação, Localize Noite Estrelada

Googol

O nome “Google” é uma brincadeira com a palavra “googol”, um termo matemático para o número representado pelo numeral 1 seguido por 100 zeros. A celebração entre os funcionários seja quase sempre ocorre no dia 7 de setembro, data do registro do domínio Google.com. Renê Fraga – Google Discovery

Criado pelos co-fundadores Larry Page e Sergey Brin, enquanto ambos eram estudantes na universidade de Stanford, e tinha uma missão declarada de “organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil”. Renê Fraga – Google Discovery

Além do seu famoso navegador e sua grande variedade de produtos e serviços, a Google é reconhecida pela sua irreverência, criatividade e pelas brincadeiras que costuma promover para os seus usuários. RAMON CARDOSO – techtudo

A brincadeira é uma homenagem ao inventor do sistema de leitura para cegos, o francês Louis Braille, nascido no dia 4 de Janeiro de 1809. RAMON CARDOSO – techtudo

O matemático Edward Kasner, da Universidade da Columbia, pediu ao seu sobrinho de oito anos, Milton Sirotta, que inventasse um nome para dar a um número muito grande, mas que não fosse infinito, então surgiu o termo googol, que foi apresentado no livro “Matemática e Imaginação”. Significados

Depois de ter sido criado o googol, foi criado um outro número ainda maior, o googolpex que é 10googol (10 elevado a Gooogol), o mesmo que 1010100. Googolpex é também o nome dado ao complexo de edifícios que formam a sede da empresa Google, que fica na cidade de Mountain View, nos Estados Unidos. Significados

Enxergue mais: GOOGLE MAPS SEM CONEXÃO DE INTERNETA RAINHA DE MAIO, VIDACELL®OUTROS VIAJANTES DO TEMPOSEGURANÇA DA INFORMAÇÃO, NAARA BEAUTY DRINK!!!PHILIP K. DICK,  PEGADINHAS DO MARCO CIVIL DA INTERNETLIBERDADE DE EXPRESSÃOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE COMPUTAÇÃOO DIA EM QUE A TERRA PAROULUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMO EXTERMINADOR DO FUTURO: GÊNESISO TESTE DE TURING