A máscara e algumas verdades

Cada aposta de 6 números vale R$2,00! Portanto, para conseguir comprar todas as combinações possíveis de um sorteio da Mega-Sena, seriam necessários aproximadamente: 100 milhões de reais (R$2 x 50.063.860).

MegaSenaAcumulada

Por que um relatório impediria a realização de um sorteio?
Qual a dificuldade em sortear bolinhas que giram de modo aleatório dentro de um globo? #NumFodePorra

MegaSena-da-VIrada

Medidas simples como o cadastro dos apostadores em sua base de dados (contendo: nome, CPF, endereço e dados bancários) reduziriam drasticamente a lavagem de dinheiro que ocorre nas LOTERIAS da CAIXA. Fraude na Mega-Sena da Virada?

Um cadastro dos apostadores no sistema da CAIXA (nome, endereço, CPF, etc.) evitaria: roubo de bilhetes, venda de bilhetes premiados, disputas familiares ou entre amigos para saber de quem é o bilhete, etc! A segurança seria tanta que, caso o apostador, ao sair da casa lotérica, quiser rasgar seu bilhete, poderia fazer isso sem problema algum, pois mesmo assim ainda estaria com o seu prêmio garantido ;-). Tá querendo me enganar, CAIXA?!

megajoaoalves

Veja também: Saramago, Consulta CPF, Fair Play, Indivíduos perigosos, Portal da Transparência, Indivíduos perigosos, Orçamento doméstico, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Sozinho não!, PRESÍDIOS NO REGIME MILITAR, O pai da propaganda, Eu, não, meu senhor, Inclusão, Deputados amputados, DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, Perfeição, Porque sim!, A Copa do Pinheirinho

Bicicleta emprestada!

Uma enfermeira inglesa resolveu testar a bondade da pessoa que havia roubado sua bicicleta e foi recompensada.

E enfermeira inglesa Eileen Remedios, de 55 anos, deixou sua bicicleta presa a um poste enquanto ia visitar uma paciente. Ao voltar, percebeu que a bike havia sido roubada. Pensou então em fazer algo para testar a bondade do ladrão e escreveu o seguinte bilhete:

“Por favor devolva minha bicicleta. Ela é velha, mas amada, e vai ficar assustada sem sua dona. :(“*
Deixou o recado preso no mesmo poste e voltou no dia seguinte. Encontrou sua bicicleta junto com as chaves do cadeado e um bilhete do “ladrão arrependido”.

“Um grande e gordo pedido de desculpas! Do ‘ladrão de bicicletas arrependido’ (eu não cheguei a danificá-la)”.

Eileen ficou tão feliz coma ação que decidiu espalhar a história para todo mundo que conhecia. Não sem antes, claro, deixar seu agradecimento.

“Para a doce pessoa que pegou emprestada minha bicicleta, obrigada por devolvê-la. Ela disse que teve uma boa experiência, mas está feliz por estar de volta para mim. Obrigado.”
Catraca Livre
embiciate

Veja também: Na contramão?, Bike or die!, Opção de escolha?, Vergonha alheia!!!, Instituto Pindorama, voluntariado., Pet é tudo de bom, Casas de Mediação