Provérbios alemães: salsichas, cervejas e pôneis

 

Aprender um idioma é uma das melhores maneiras de entender outra cultura.

“Aller Anfang ist schwer.” (Todo começo é difícil)

“Kein Bier vor vier.” (Nada de cerveja antes das 4)

“Alles hat ein Ende, nur die Wurst hat zwei.” (Tudo tem um fim, só a salsicha tem dois). Outras formas de se expressar no idioma alemão com salsichas neste artigo em inglês.

“Der Fisch stinkt vom Kopf her.” (O peixe começa a feder pela cabeça)

“Nicht jede Kuh lässt sich melken.” (Nem toda vaca se deixa ordenhar.)

“Erst kommt das Fressen, dann die Moral.” (Primeiro vem a comida, depois a moral.)

“Ein gutes Gewissen ist ein sanftes Ruhekissen” (Uma consciência limpa é o travesseiro mais macio que existe.)

“Knapp daneben ist auch vorbei.” (Quase ganhar também é perder.)

“Das Leben ist kein Ponyhof.” (A vida não é uma fazenda de pôneis.)

Enxergue mais: COMO NOMEAR OS ANIMAIS EM ALEMÃOCONTRA TODOS OS MALESNAARA BEAUTY DRINK!!!BOAS IDÉIAS QUE TODOS OS PAÍSES DEVERIAM ADOTARTERCEIRA ONDAEMVCOMENDO RECIFEO BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASINSTANTLY AGELESS ™MANJERICÃOBRINCANDO DE LÓGICAVIDACELL®CARRO AUTÔNOMO VAI ATROPELAR VOCÊENSAIO SOBRE A CEGUEIRA HÍDRICAPLANETA DOS MACACOSUM MAR DE INFORMAÇÕES!!!RESERVE™OLHOS AZUISOFICINA TETO VERDE E ESTRUTURAS DE BAMBUNADA SE CRIA, TUDO SE COPIA!

Vergonha alheia!!!

Os caídos que se levantem!

Os que estão perdidos que lutem!

Quem reconhece a situação como pode calar-se?

Os vencidos de agora serão os vencedores de amanhã.

E o “hoje” nascerá do “jamais”.

(Elogio da dialética, Bertolt Brecht)
torturador-600x402
DESAPARECIDOS?! PRESENTES! AHORA Y SIEMPRE!!

Veja também: Fair Play, Inclusão, Um Monte de mentiras, Meu nome é Jonas, Livro suspenso, DIA DA ÁRVORE, Coreia do Norte, a paranoia, Eu sou Guarani Kaiowá, Cabo Jardim, Vergonha de ser brasileiro, V de Vingança, Cadê os Amarildos?, Saramago, Só um minuto!, Bike or die!, Maconha faz mal., O de Otário, Liberdade de expressão

O analfabeto político

O pior analfabeto é o analfabeto político.
Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos.
Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe,
da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política.
Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nasce a prostituta,
o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos que é o político vigarista,
pilantra, o corrupto e lacaio dos exploradores do povo.
Bertolt Brecht (in: Kona-kona)

AngeliSP3

Um sujeito comprou uma geladeira nova e pra se livrar da velha, colocou-a em frente à casa com o aviso: “De graça. Se quiser, pode levar”. A geladeira ficou três dias, sem receber um olhar dos passantes. Ele chegou à conclusão que as pessoas não acreditavam na oferta. Parecia bom demais pra ser verdade, e ele mudou o aviso: “Geladeira à venda por R$ 50,00”. No dia seguinte, ela tinha sido roubada!

Cuidado! Esse tipo de gente vota!

Olhando uma casa para alugar, meu irmão perguntou à corretora de imóveis de que lado era o Norte, porque não queria que o sol o acordasse todas as manhãs. A corretora perguntou: “O sol nasce no norte?” Quando meu irmão explicou que o sol nasce no Leste (aliás, há um bom tempo isso acontece) ela disse: “Eu não me mantenho atualizada a respeito desse tipo de coisa “.

Ela também vota!

Antigamente, eu trabalhava em suporte técnico num centro de atendimento a clientes em Manaus. Um dia, recebi um telefonema de um sujeito que perguntou em que horário o centro de atendimento estava aberto. Eu disse a ele: “O número que o senhor discou está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.” Ele perguntou: “Pelo horário de Brasília ou pelo horário de Manaus?” Pra acabar logo com o assunto, respondi: “Horário de Manaus.”

Ele vota!

Meu colega e eu estávamos almoçando no restaurante self-service da empresa, quando ouvimos uma das assistentes administrativas falando a respeito das queimaduras de sol que ela havia tido, ao ir de carro ao litoral. Estava num conversível, por isso, “não pensou que ficaria queimada, pois o carro estava em movimento.”

Ela também vota!

Minha cunhada tem uma ferramenta salva-vidas no carro, projetada para cortar o cinto de segurança, se ela ficar presa nele. Ela guarda a ferramenta no porta-malas!

Minha cunhada também vota!

Meus amigos e eu fomos comprar cerveja para uma festa e notamos que os engradados tinham desconto de 10%. Como era uma festa grande, compramos 2 engradados. O caixa multiplicou 10% por 2 e nos deu um desconto de 20%.

Ele também vota!

Saí com uma amiga e vimos uma mulher com um aro no nariz, atrelado a um brinco, por meio de uma corrente. Minha amiga disse: “Será que a corrente não dá um puxão a cada vez que ela vira a cabeça?” Expliquei que o nariz e a orelha de uma pessoa permanecem à mesma distância, independente da pessoa virar a cabeça ou não.

Minha amiga também vota!

Eu não conseguia achar minhas malas na área de bagagens do aeroporto. Fui, então, até o setor de bagagem extraviada e disse à mulher que minhas malas não tinham aparecido. Ela sorriu e me disse para não me preocupar, porque ela era uma profissional treinada e eu estava em boas mãos. “Apenas me informe… o seu avião já chegou?”

Ela também vota!

Esperando ser atendido numa pizzaria observei um homem pedindo uma pizza para viagem. Ele estava sozinho e o pizzaiolo perguntou se ele preferia que a pizza fosse cortada em 4 pedaços ou em 6. Ele pensou algum tempo, antes de responder: “Corte em 4 pedaços; acho que não estou com fome suficiente para comer 6 pedaços.”

Isso mesmo, ele também vota!

Agora, você sabe QUEM elege os políticos. 31st March 2008. Guionardo Furlan

Veja também: Controle Social, Quem é o povo?; A culpa é de quem!; Carta à Sra. “Presidenta” da República, Política, sempre ela., Candidato Caô Caô, Impostômetro, Tem que casar!!!, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, Um golpe educado!, Comida para pássaros