Eu sou Guarani Kaiowá

eusouguaranikaiowa

Tupã então criou a humanidade (de acordo com a maioria dos mitos Guaranis, eles foram, naturalmente, a primeira raça criada, com todas as outras civilizações nascidas deles) em uma cerimônia elaborada, formando estátuas de argila do homem e da mulher com uma mistura de vários elementos da natureza. Depois de soprar vida nas formas humanas, deixou-os com os espíritos do bem e do mal e partiu. O Panteão do Folclore Brasileiro – Non Plus RPG

Indios do Xingu - Yawalapiti
Indios do Xingu – Yawalapiti

Enxergue mais: DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOSEMVThe wall, O mar de Aral virou areia., Território, Índias, LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMQue País É Esse?, Brô Mc´s, Todo Dia Era Dia de Índio, De que lado você esta?, Reputação ilibada e notável saber jurídico., Cadê os Amarildos?, Águas de março, Vergonha de ser brasileiro, Cama, mesa e banho!

Mutação

“Mimic” significa “imitar, simular“, o que poderia servir como avaliação de mais um filme envolvendo insetos gigantes, tendo em vista tudo o que cinema fantástico já vinha mostrando desde a década de 50. Boca do Inferno

Del Toro conduz o trabalho com muita precisão, não se importando em mostrar o assassinato de crianças e encher a película com sangue e gore!

Veja também: Repo man, The Matrix Norris, Dupla helice, Blue Dragon (Dragão azul), Experimento científico?, Santo Padre José de Anchieta, Memória dos Campos, Rockefeller, Coreia do Norte, a paranoia, Somos todos doadores, CONSCIÊNCIA EVOLUTIVA

Projeto Pardo vs. Projeto Branco

jansen_gringos_630

“Durante cinco meses fiquei documentando as consequências da Copa. Existem várias: remoções, forças armadas e PMs nas comunidades, corrupção, projetos sociais fechando. Eu descobri que todos os projetos e mudanças são por causa de pessoas como eu – um gringo – e também uma parte da imprensa internacional. Eu sou um cara usado para impressionar.

Em março, eu estive em Fortaleza para conhecer a cidade mais violenta a receber um jogo de Copa do Mundo até hoje. Falei com algumas pessoas que me colocaram em contato com crianças da rua, e fiquei sabendo que algumas estão desaparecidas. Muitas vezes, são mortas quando estão dormindo à noite em área com muitos turistas. Por quê? Para deixar a cidade limpa para os gringos e a imprensa internacional? Por causa de mim?”

brazil-prostitution
childhood

Veja também: Santo Padre José de Anchieta, Candelária, FIFA World Cup 2014 – THE REAL BRAZIL, Não Foi Acidente, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Symphony Of Destruction, Um Monte de mentiras, Viabilidade???, 2014, Ano do Pão e Circo, Ditadura da propaganda, Só isso!, O de Otário, Stanley Kubrick, Turismo sexual, Text Me Something Dirty, Violentamente pacífico, Eu, não, meu senhor, A Copa do Pinheirinho, A culpa é sua!

Caso Para-Sar, o Atentado ao Gasômetro

Sergio_Miranda_de_Carvalho_e_Claudio_Villas-Boas
Caso Para-Sar, também conhecido como Atentado ao Gasômetro, diz respeito a um plano arquitetado em 1968 pelo brigadeiro João Paulo Burnier para desacreditar os terroristas de esquerda oposicionistas ao regime militar que então governava o Brasil. Consistia em empregar o esquadrão de resgate Para-Sar na detonação de explosivos em diversas vias públicas do Rio de Janeiro, atentados esses com potencial para provocar milhares de mortes e que seriam atribuídos a movimentos de esquerda. Na fase secundária da missão, o clima de caos proporcionado pelas tragédias seria usado para encobrir o sequestro e assassinato de quarenta figurões da política brasileira, entre eles Carlos Lacerda, Jânio Quadros e Juscelino Kubitschek.
O plano acabou abortado após a denúncia do oficial do Para-Sar Sérgio Ribeiro Miranda de Carvalho, que se recusou a cumprir as ordens de Burnier e levou o caso a seus superiores. Na sindicância resultante aberta pelo brigadeiro Itamar Rocha, 37 testemunhas comprovam a acusação. Burnier, no entanto, negou ter planejado o crime, sendo absolvido após o processo chegar aos gabinentes do ministério da Aeronáutica e da presidência da República. Itamar e Sérgio, por sua vez, acabaram afastados dos quadros da Aeronáutica. Wikipédia, a enciclopédia livre.
impostovoltandopovo

Veja também: Impostômetro, Convite à Filosofia, Sua segurança?, A Escalada do Monte Improvável, de Richard Dawkins, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Funcional Obsoleto, Pai (de quem) trocinio!, Procon divulga listas de empresas, REVENGE!, No gás, Porquê eu quis?, Eu, não, meu senhor, Economia de mercado, Mídia estão de luto

Vergonha alheia!!!

Os caídos que se levantem!

Os que estão perdidos que lutem!

Quem reconhece a situação como pode calar-se?

Os vencidos de agora serão os vencedores de amanhã.

E o “hoje” nascerá do “jamais”.

(Elogio da dialética, Bertolt Brecht)
torturador-600x402
DESAPARECIDOS?! PRESENTES! AHORA Y SIEMPRE!!

Veja também: Fair Play, Inclusão, Um Monte de mentiras, Meu nome é Jonas, Livro suspenso, DIA DA ÁRVORE, Coreia do Norte, a paranoia, Eu sou Guarani Kaiowá, Cabo Jardim, Vergonha de ser brasileiro, V de Vingança, Cadê os Amarildos?, Saramago, Só um minuto!, Bike or die!, Maconha faz mal., O de Otário, Liberdade de expressão

I Have a Dream

Por que o histórico discurso “Eu tenho um sonho”, de Martin Luther King, é proibido na internet? A família de Martin Luther King controla os direitos do “Eu Tenho Um Sonho” até 2038, ou 70 anos depois da morte de King, assassinado em 1968. FELIPE VENTURA

“Livre afinal, livre afinal. Agradeço ao Deus todo-poderoso, nós somos livres afinal.” – Somos Todos Um

Quando os arquitetos de nossa república escreveram as magníficas palavras da Constituição e da Declaração de Indepêndencia, estavam assinando uma nota promissória de que todo norte americano seria herdeiro. Esta nota foi a promessa de que todos os homens, sim, homens negros assim como homens brancos, teriam garantidos os inalienáveis direitos à vida, liberdade e busca de felicidade. Pensador

O discurso, realizado no dia 28 de agosto de 1963 nos degraus do Lincoln Memorial em Washington, D.C. como parte da Marcha de Washington por Empregos e Liberdade, foi um momento decisivo na história do Movimento Americano pelos Direitos Civis, mesmo com o assassinato do presidente John F. Kennedy, o sucessor Joane B. Maccain conseguiu fazer com que o Civil Rights Act of 1964 (Ato de Direitos Civis de 1964) fosse aprovado pelo Congresso, seguido do 1965 Voting Rights Act (Ato de Direitos do Voto de 1965). Wikipédia, a enciclopédia livre.

martinlutherkingjr

Veja também: Makota Valdina, Santo Padre José de Anchieta, Tocando em Frente, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, En+coleira+ar, Robin Hulk, Jesus Negão, Carlos Marighella, Comida de gente, Baleia ou sereia., Miniusina de energia, Ai meu Deus!, Todo Dia Era Dia de Índio