Cão espera 4 anos no mesmo lugar e consegue finalmente reencontrar tutores

Um filhote perdido esperou no mesmo local por quatro anos antes de finalmente se reunir com seus donos. Gabriela SaçaTribuna de Jundiai

Fotos do cachorro foram compartilhadas nas redes sociais depois que um morador tailandês, Anuchit Uncharoen, o viu parado na beira da estrada no distrito de Mueang, em um cruzamento na cidade tailandesa de Khon Kaen, parecendo ter sido abandonado.

Anuchit viu uma mulher vir dar comida ao cachorro e depois de perguntar, soube que o animal de estimação, que os habitantes locais chamam de Leo, foi visto esperando no mesmo local durante quatro anos.

Ele parecia sofrer de um problema de pele e era muito magro como resultado de viver nas ruas, então a mulher que o alimentou, Saowalak Pinnuchawet, tentou levar Leo para casa.

No entanto, alguns dias depois, ele escapou de sua casa e voltou para o lado da estrada em que foi visto pela primeira vez. Em vez de forçar o cachorro a ficar com ela, Pinnuchawet decidiu entregar a comida para ele todos os dias naquele lugar.

A história foi compartilhada nas redes sociais e, incrivelmente, uma família entrou em contato para dizer que Leo se parecia com o cachorro que havia perdido quatro anos antes.

Nang Noi Sittisarn, uma mulher de 64 anos da província de Roi Et, na Tailândia, quase teve um ataque cardíaco quando sua filha lhe mostrou uma foto de um cão que se parecia muito com BonBon, seu amado companheiro que ela havia perdido durante uma viagem de carro.

Em 16 de fevereiro de 2015, ela e o marido pegaram BonBon e dirigiram para ver sua filha em Khon Kaen, no distrito de Mueang, na Tailândia, mas no caminho de volta, eles de alguma forma perderam o animal.

BonBon (ou Leo) estava na parte de trás do carro com a janela aberta e Dona Nang Noi suspeita que ele deve ter visto alguma coisa e pulou para fora do carro, enquanto esperavam no semáforo.

Noi, a dona do cachorro perdido, disse que eles trouxeram o animal em uma viagem para visitar parentes, mas depois de parar em um posto de gasolina, perceberam que ele não estava mais no carro. A família preocupada presumiu que o cachorro deveria ter saltado e começado a viver nas ruas, mas seus esforços para encontrá-los não tiveram sucesso.

Eles ficaram maravilhados ao saber que seu amado animal de estimação estava esperando por eles por tanto tempo. Então, partiram o mais rápido possivel para se reunir com BonBon.

A perseverança do adorável cão valeu a pena quando a família chegou e foi ao seu seu encontro, o filhote abanou o rabo de entusiasmo e de muita felicidade. Sua longa espera havia chegado ao fim, mas, surpreendentemente, ele não estava disposto a ir com Noi. Parece que durante todo esse tempo em que passou na estrada, ele se apegou à área.

Noi e Pinnuchawet falaram sobre o que poderia ser melhor para BonBon e chegaram à conclusão de que Pinnuchawet continuaria a cuidar dele, enquanto a Noi aparecia de vez em quando para ajudar.

O final, contudo, não poderia ser mais surpreendente: quando chegaram, ele decidiu que não queria ir embora, e escolheu ficar com Saowalak, que havia cuidado dele nos últimos anos.

BonBon foi levado ao veterinário para um check-up antes de começar a vida com sua nova tutora. Unilad

Desde então, Nang Noi e a filha visitam Leo regularmente e levam o que ele precisa.

Espeze-se: Pet Perdidos, O Elo Perdido (2019), Pica-pau extinto!?!, Animais e nossa personalidade!, Um cachorro ‘assassino’, Delegado cachorro., EU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!, Clínicas gratuita para seus pets

8 cuidados que você precisa ter com os pets durante o outono

O outono se estende de 20 de março a 21 de junho. Com a chegada da estação, “as drásticas mudanças climáticas, como ventos fortes e queda gradual da temperatura, podem impactar negativamente na saúde de cães e gatos, dando início a problemas respiratórios, oftalmológicos e articulares, além do aumento de casos de desidratação e ataques de parasitas, como carrapatos”, afirma Lucas Bonoto, professor do Curso CPT. Pitacos e Achados

Veja os principais cuidados com os pets no outono

– Proteger os pets com agasalhos e roupinhas, principalmente os animais com pelo curto;
– Dar maior atenção aos animais idosos, mais suscetíveis a doenças crônicas nessa época;
– Garantir aos pets um local quente e aconchegante, com cobertores secos e limpos, colocados na caminha onde dormem;
– Manter o local onde os pets dormem, seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros;
– Fornecer aos pets água fresca e limpa, à vontade, para mantê-los hidratados;
– Manter os pets bem nutridos, com ração de qualidade, fornecida em porções diárias, conforme o peso dos animais;
– Garantir que o local onde os pets dormem esteja livre de ventos fortes e chuvas.

Umidade do ar – Devido à redução da umidade do ar, é comum surgir problemas respiratórios, pois vírus e bactérias agem nessa época, causando sintomas como tosse, febre, espirro e até falta de apetite. Em casos assim, o ideal é procurar um médico veterinário.

Passeios e caminhadas – Diferente do verão, em que os passeios eram ideais pela manhã e ao fim da tarde, no outono, nesses horários, há ventos gelados e neblina. O recomendável é sair com o pet após as 10h ou antes das 17h, quando a temperatura está mais amena

Hidratação – Com temperaturas mais baixas, os pets tendem a beber menos água. Assim, muitos sofrem de desidratação. Para evitar a situação, pode-se oferecer alimentos com maior teor de água, como melão e melancia, e sempre deixar água fresca e limpa disponível.

Osteoartrose – Doenças crônicas nas articulações têm os sintomas acentuados no outono e ainda mais no inverno. A Osteoartrose é notada pelo tutor quando o pet demonstra dor na região da coluna e um médico veterinário precisa ser consultado.

Imunização – Para cães, as vacinas mais recomendadas são contra Cinomose e Bordetella, que afetam o sistema respiratório. Para os gatos, vacinas contra Calicivirose Felina, Rinotraqueíte Infecciosa Felina e Clamidiose, sempre com acompanhamento veterinário.

Higienização dos olhos – Com o clima mais seco, a lubrificação dos olhos dos pets é reduzida, o que os torna mais vulneráveis à bactérias e vírus oculares, em especial animais com olhos protuberantes, como os cães da raça pug. Com ajuda de um profissional, pode-se usar um colírio adequado para a limpeza e hidratação.

Parasitas – Como o solo fica mais seco, é comum o aumento populacional de carrapatos e pulgas, com isso não expor os pets a áreas de capim, mato e locais focos de parasitas é o recomendado.

Bem-estar – Em como todas as estações do ano, é preciso manter o local onde o pet dorme seco e limpo, para evitar o acúmulo de poeira e ácaros, assim como proporcionar um local livre de ventos fortes e chuvas, com cobertores secos e limpos. Para os animais com pelo curto, o ideal é usar agasalhos e roupinhas para proteção. (Com informações do Agrosolo e Granvitapet).

Petze-se: Comedouro para cães e gatos com garrafas PET, Tapetes do fundo do mar e reflexão sobre preservação dos oceanos, I, pet goat II, Apps que cuidam do seu pet, Petecaixa, Pet é tudo de bom, Esse alguém é você!

Apps que cuidam do seu pet

Uma das soluções é pedir para amigos, parentes ou vizinhos tomarem conta para você durante a sua ausência, mas você pode ouvir um não ou até mesmo passar a imagem de ser um cara folgado que vive pedindo favores.  – Tudo Sobre Golden Retriever

monkey-interna

Os dois vivem em Erode, na Índia, e chamaram a atenção da população local quando o macaco defendeu o filhote de outros cachorros de rua, mostrando sua afeição. Os moradores da região que assistiram ao ocorrido ficaram tão impressionados que ofereceram comida para a dupla. Foi nesse momento que o macaco deu uma nova lição de bondade, ao deixar o cachorrinho comer primeiro do que eleHypeness

Monte uma ficha de seu companheiro em espaço virtual, monitore o desempenho físico de seu cachorro e até mesmo consulte detalhes quanto à anatomia dos cãezinhos. TECMUNDO

– DogHero ( iOS e gratuitoiG São Paulo

– PetHub/Pet Anjo (iOS E Android)

– Dog Whistler (gratuito para iOS e Android)

– Pet Phone (pago para iOS; APK para Android)

– Dogs 360 (gratuito para iOS; versão para Android)

– MyPets – Pet Manager (gratuito para iOS)

– MapMyDogWalk (gratuito para iOS e Android)

– Petsie (gratuito para Android)

– Meu Amigo Gato (gratuito para Android)

– Pet First Aid (pago para iOS)

– iKibble (gratuito para iOS)

– Tradutor de Cães (gratuito para iOSBônus

– Tradutor Humano-Gato Versão (pago para Android)

11Pets (Android)

Enxergue mais: REMÉDIO CASEIRO PARA CONTROLE DE PULGASPANICATLICITAÇÃO SUSTENTÁVELVOTO ABERTOEMVTIRINHA DO DIA: E QUAL É O MELHOR AMIGO DO HOMEM?7 APPLICATIVOS PARA CICLISTASINSTANTLY AGELESS ™EMOCIONARIOEU LEVO UMA VIDA DE CACHORRO!RECEITA PARA CONSTRUIR SUA CASA COM SUAS PRÓPRIAS MÃOSVIDACELL®CAPA DE DISCO COM GATOS.Brasileiro Reclama De Quê?GOVERNO ABERTONão Foi AcidenteNATAL COM A CONSCIÊNCIA TRANQUILA!RESERVE™VEGANO NA MARRAPLANKTON INVASION