Dia do folclore

Pacotefácil

A Amazônia brasileira é, sem sombra de dúvidas, uma região que merece destaque no nosso país. Esbanjando recursos naturais, esta floresta tem, nos seus mais variados aspectos, dimensões que se distinguem pela grandiosidade em nosso planeta, o que atraiu olhares econômicos através de investimentos, ameaçando a sua biodiversidade. O Estado possui papel fundamental na fiscalização de recursos naturais. Alguns personagens do nosso folclore, caso tenham existido (por que não?) provavelmente foram profundos conhecedores de toda essa magnitude natural. Camila Paula – Desconversa

7. Pirarucu

8. Guaraná

9. Monte Roraima

10. Rios Xingu e Amazonas

11. Matinta Perera

12. Macunaíma

13. Boitatá

14. Caipora

15. Saci

15. Uirapuru – Gestão Ambiental / Cultura Mix
Veja também: Morcego do interior, Halloween Saci, Boitatá, Rockefeller, Star Trek, Deus e o Diabo na Terra do Sol, Curupira, Tura Satana, Cerveja no trabalho pode?, Supernatural

Amazonas decreta situação de emergência

Nos sete primeiros meses de 2019, o estado do Amazonas registrou 1.699 focos de calor, informou a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), tendo 80% (1.372) ocorrido no mês de julho, quando se iniciou o período de estiagem na região. GreenMe

O governo do Amazonas decretou situação de emergência em razão de queimadas e do que chamou de “impacto negativo do desmatamento” na região metropolitana de Manaus e na região sul do estado. Uol

Dados do Deter (Detecção do Desmatamento em Tempo Real), sistema do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) que visa ajudar o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) a combater o desmatamento, mostram que a derrubada de mata na Amazônia em julho deste ano teve crescimento de 278% em relação ao mesmo mês do ano passado.

O diretor-presidente do Ipaam (Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas), Juliano Valente, afirmou que os dados consolidados pelo instituto e pela Sema são abastecidos a partir da tecnologia e dos satélites do Inpe.

“O satélite identifica os focos de calor e queimada. Essa detecção verifica áreas de 30 metros de extensão a 1 metro de largura. Com base nisso, há uma coleta de dados diariamente e a gente faz a verificação desses dados na nossa base cartográfica. Os dados são sempre representativos, uma boa base de indícios e hoje considerados como provas para autuações”, afirmou.

O órgão de fiscalização mantém uma estrutura que monitora os focos de incêndio a partir as imagens de satélite, dos dados cartográficos, de licenciamento e de cadastro rural do estado, ao cruzar todas essas informações, afirmou Valente, o Ipaam consegue identificar quais focos são ilegais e abastece com informação o Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, Controle de Queimadas e Monitoramento da Qualidade do Ar, formado por órgãos estaduais e federais, como Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Ibama, Ipaam e Sema. Rosiene Carvalho
A indefinição sobre o Fundo Amazônia – criado em 2008 para financiar projetos de redução do desmatamento – fez com que governadores dos estados da Amazônia busquem parcerias com doadores internacionais para combater o desmatamento. Os estados com as mais altas taxas de desmatamento começam a negociar diretamente com doadores internacionais. As ações do Fundo Amazônia, que financia ações de prevenção e combate ao desmatamento, apoia projetos de uso sustentável da floresta com recursos que vêm de doações – a maior parte da Noruega (93,8%) e da Alemanha (5,7%). Gazetaweb

Prevenindo queimadas

Para prevenir as queimadas é importante:

  • não atear fogo, exceto com autorização
  • não acender fogueiras
  • não usar fogo na agricultura, seja para limpar o terreno que para renovar a pastagem
  • não lançar bituca de cigarro em nenhuma hipótese, em nenhum lugar. Além de poluir, ela pode não estar bem apagada e pode alcançar alguma vegetação e pegar fogo.
  • não soltar balões, além de perigoso é crime!

Mude conceitos, você pode e deve: Eduardo Góes Neves, A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!, Frans Krajcberg, DARWIN CADÊ VOCÊ?, LOGUN EDÉ, Amazônia, 381 novas espécies, e há muitas mais!!!, HORA DO CÓDIGO, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, OLHA O CÉU, O povo munduruku voltou!, ECO-GRAFITE, TERRA OCA, Bandeirantes Modernos, Chico Mendes

SANTO DO DIA

capa2bblog2b1

José de Anchieta nasceu no arquipélago das ilhas Canárias no dia 19 de março de 1534. Na puberdade, Anchieta foi enviado à Universidade de Coimbra, em Portugal. Aos 17 anos fez votos como religioso e entrou para a Companhia de Jesus. Aos 18 anos, decide-se pela missão evangelizadora do José de Anchieta e inscreve-se para participar de uma missão no Brasil no ano seguinte. Em Salvador, Anchieta tem sua primeira tarefa: ajudar na organização do Colégio de Jesus. A12

20151015_1026562b252832529

No dia 15 de Dezembro de 2015, serei a primeira INDÍGENA a receber o TROFÉU ” O MARCO DA PAZ. ÍNDIA TIKUNA WE’E’ENA MIGUEL

educac3a7c3a3oindc3adgena

Sobreviver a ação etnocida dos colonizadores, resistir as diversas tentativas de massificação e integração a sociedade nacional, as custas da perda de algumas de suas línguas, mas não de suas culturas, demonstra não apenas a força de vários povos, que “teimam” em manter-se vivos, mas também, sua organização e autonomia das ações pedagógicas, ou seja, ensinamentos que foram e continuam sendo repassados de geração em geração, garantindo a manutenção de um modo de vida que lhes é peculiar. Sunamita Silva de Oliveira Albuquerque

xingu01

Os indígenas brasileiros fizeram uma descoberta que Galileu Galilei ignorou e Isaac Newton chegou à mesma conclusão somente quase um século depois: que a lua é a principal causadora das marés. E que a pororoca, o fenômeno provocado por elas, em que as águas bravias do mar se chocam violentamente contra as de rios, como do Amazonas, dando origem a grandes ondas, ocorre próxima às fases da lua nova e cheia, conforme hoje se sabe e eles já descreviam em seus antigos mitos. Germano Bruno Afonso

ac86794ac51e67aed719f5b6596286c1

Enxergue mais: SANTO PADRE JOSÉ DE ANCHIETARELATÓRIO FIGUEIREDOBE MY EYES APPLUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMA RAINHA DE MAIOINSTANTLY AGELESS ™QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO?EMVO BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASEMDRIVE – O MOTOR IMPOSSÍVELMATA ATLÂNTICASUPERNATURALBRÔ MC´S

Cultura Indígena e Fantasia

Na formação cultural, os índios contribuíram com o vocabulário, o qual possui inúmeros termos de origem indígena, como pindorama, anhanguera, ibirapitanga, Itamaracá, entre outros. Com o folclore, permaneceram as lenda como o curupira, o saci-pererê, o boitatá, a iara, dentre outros. Toda Matéria

Recentemente, alguns artistas brasileiros estão se empenhando em apresentar trabalhos que destacam as Culturas Indígenas da nossa terra. FrancéliaCultura BR

Literaturas que valorizam as diferenças e a diversidade cultural dos povos indígenas são ótimas pedidas para abordar os conteúdos exigidos pela lei 11.645, que obriga o ensino da história e da cultura indígena nas escolas de Ensino Fundamental e Médio das redes pública e privada de todo Brasil. Mariana Queen – 15 livros sobre histórias indígenas e o Folclore brasileiro. Educar Para Crescer

Especialista em Literatura Indígena, Janice Thiel selecionou, a pedido de Carta Educação, 10 obras escritas por índios e não-índios, para trabalhar a temática indígena. JANICE CRISTINE THIÉL – Dez obras para conhecer a Literatura Indígena.  Carta Educação

Roní Wasiry Guará é oriundo do povo maraguá e conta numa narrativa emocionada, o passado e o presente da vida dos índios de sua tribo, uma das poucas de origem Aruak no Baixo Amazonas. FRANCÉLIA PEREIRA – Pindorama – A historia antes do Brasil

Os três títulos são assinados por novas promessas da literatura amazonense: Mário Bentes, Jan Santos e Leila Plácido, lançados pela Lendari, selo editorial dedicado à literatura fantástica, realismo mágico e ficção científica. Kickante

A formação da cultura brasileira, em seus vários aspectos, resultou da integração de elementos das culturas: indígena, do português colonizador, do negro africano, como também dos diversos imigrantes. Toda Matéria

A escrita é uma conquista recente para a maioria dos 230 povos indígenas que habitam nosso país desde tempos imemoriais. Detentores que são de um conhecimento ancestral aprendido pelos sons das palavras dos avôs e avós antigos estes povos sempre priorizaram a fala, a palavra, a oralidade como instrumento de transmissão da tradição obrigando as novas gerações a exercitarem a memória, guardiã das histórias vividas e criadas. Daniel Munduruku – Overmundo

Enxergue mais: CURUPIRAEJU ORENDIVEVIDACELL®, HINO NACIONAL EM DIALETO TICUNA, O BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASEMOCIONARIOPEIXE-BOI MARINHOGOVERNO ABERTOPERFEIÇÃONAARA BEAUTY DRINK!!!OUTROS OLHOSCARTA DA TERRAJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?QUE PAÍS É ESSE?LUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMKIERU, UM JOGO DE COMBATE ENTRE SAMURAIS INSPIRADO EM SAMURAI JACK

MEDICINA TRADICIONAL YANOMAMI ON-LINE

“Quando alguém na aldeia adoece a aplicação dos remédios extraídos da floresta é feita em conjunto com a ação do xamã. O conhecimento sobre estes remédios era mantido e repassado tradicionalmente pelas mulheres idosas, que os aplicavam em complemento e em acordo com o trabalho de cura dos xamãs”.

manual-yanomami

Kami Yamaki Urihipë, Nossa Terra-Floresta é uma entidade viva, um ser da natureza que nos dá a comida e a cura. O manual de remédios tradicionais yanomamis vêm mostrar um pouco dessa riqueza que é nossa, brasileira. GreenMe.com.br

yanomami-pesquisa

Aqui você poderá fazer o download do Manual de Medicina Yanomami

Os Yanomami são um dos maiores povos indígenas no Brasil. Atualmente são 22 mil pessoas que vivem nos estados do Amazonas e Roraima, no norte do País e nas regiões venezuelanas fronteiriças com o Brasil.

davi-kopenawa-yanomami

“A terra-floresta só pode morrer se for destruída pelos brancos. Então, os riachos sumirão, a terra ficará friável, as árvores secarão e as pedras das montanhas racharão com o calor.

Os espíritos xapiripë, que moram nas serras e ficam brincando na floresta, acabarão fugindo. Seus pais, os xamãs, não poderão mais chamá-los para nos proteger.

A terra-floresta se tornará seca e vazia. Os xamãs não poderão mais deter as fumaças-epidemias e os seres maléficos que nos adoecem. Assim, todos morrerão.” GreenMe.com.br

Enxergue mais: CONTRA TODOS OS MALESRELATÓRIO FIGUEIREDOA INVASÃO DO BRASILEMVEXPERIMENTO CIENTÍFICO?GRAVIOLATHE LONE RANGERINSTANTLY AGELESS ™ÍNDIO EDUCANO CAPÃO REDONDO, NINGUÉM SONHA EM SER MÉDICOREMÉDIO QUE CURA QUALQUER DOENÇA, VIDACELL®UTILIDADES DA ASPIRINA PARA A SUA BELEZA.HINO NACIONAL EM DIALETO TICUNAPLANKTON INVASIONUM MAR DE INFORMAÇÕES!!!RESERVE™TERRA SEM MALESSUCO DE LIMÃO E BICARBONATO

 

A Rainha de Maio

Uma obra de Fantasia, com elementos da Mitologia Indígena e do Folclore Nacional, é o que apresenta Jan Santos, um jovem escritor amazonense, no livro A Rainha de Maio. LENDARI – Cultura BR

Uma floresta que esconde os segredos do além. Uma entidade que volta ao mundo dos homens por meio de sussurros e boatos. Uma comunidade envolta em superstições e medo. Um menino que quer se provar homem. 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Maia (do grego dórico Μαία), na mitologia grega, era uma das Plêiades – as sete irmãs, filhas de Atlas e Plêione. Para que escapassem do gigante Órion, Zeus transformou-as no aglomerado estelar das Plêiades, integrante da constelação de Touro, é também deusa da fecundidade e da projeção da energia vital, símbolo da primavera, a fértil estação das chuvas, e possivelmente fosse a mais bela das Plêiades.  Filha de Artemis

A Rainha de Maio (May Queen or Queen of May) é uma personificação do feriado do Dia de Maio, além da primavera e também do verão. Em Portugal há uma festividade equivalente, chamada Festa das Maias ou simplesmente As MaiasWikipédia, a enciclopédia livre.

O homem verde e a rainha de maio em Clun, Shropshire, no festival do homem verde, celebração tradicional anual do feriado oficial do primeiro de maio. dreamstime

Enxergue mais: CURUPIRALIBERDADE PRIVATIZADAHINO NACIONAL EM DIALETO TICUNAVIDACELL®, O BRASIL CORRE O RISCO DE PERDER ATÉ 60 DIFERENTES LÍNGUAS INDÍGENASPOR QUE PINGA?PEIXE-BOI MARINHOGOVERNO ABERTOPERFEIÇÃONAARA BEAUTY DRINK!!!UNIVERSIDADES DO MUNDOLIBERDADE DE EXPRESSÃOJEUNESSE, VERDADE OU MENTIRA?O ESPELHO ENEVOADOLUMINESCE™ CELLULAR REJUVENATION SERUMEXPERIMENTO CIENTÍFICO?,  TRÁFICO DE ÁGUAS

Programa de Indicação do Google Apps

Hino Nacional em dialeto ticuna

Cantora indígena canta  Hino Nacional em dialeto ticuna, em Manaus. No Amazonas é Assim

Natural da região do Alto Solimões, na comunidade ticuna Umariaçu II, localizada em Tabatinga, município do Amazonas distante 1.108 km de Manaus, Djuena Tikuna, de 28 anos, mora há 20 anos em Manaus e seu último feito como cantora foi interpretar o Hino Nacional do Brasil no dialeto ticuna.

https://youtu.be/SStkw4FyFwc

DJUENA TIKUNA – SAUDADE DA ALDEIA

hinonacionaltupip1hinonacionaltupip2

Larissa Cristina – Amazon Sat

Enxergue mais: ÍNDIO EDUCATODO DIA ERA DIA DE ÍNDIOO BICHO CORRUPTOTERRA SEM MALESCONTRA TODOS OS MALESMÃE GAIAEJU ORENDIVEHO’OPONOPONOÁREA QRELATÓRIO FIGUEIREDOEU SOU GUARANI KAIOWÁREPUTAÇÃO ILIBADA E NOTÁVEL SABER JURÍDICO.GENTE INTELIGENTE

Tráfico de águas

traficoaguaam

De acordo com o artigo 20, inciso III, da Constituição Federal, os rios, os lagos e quaisquer correntes de água em território nacional são bens da União e por esta devem ser protegidos.

naviotanquelastro

A água – principalmente da Amazônia – é roubada por navios petroleiros da Europa e Oriente Médio, que chegam a transportar 250 milhões de litros por embarcação. Portos e Navios

amazonasrio

lastro5
“Não basta ensinar ao homem uma especialidade. É necessário adquirir sentimentos, compreender as motivações para determinar com exatidão o seu lugar”.

amazonianaviotanque

norteseca

A Lei nº 9.984, de 17 de julho de 2000, atribui à Agência Nacional de Águas (ANA), entre outros órgãos federais, a fiscalização dos recursos hídricos de domínio da União. produto da mente

agua.esq.

Veja também: Inicie um abaixo-assinado, Empoderamento dos recursos, Mídia Ninja, Processo licitatório?, Symphony Of Destruction, O que, de quem?, OPERAÇÃO POLÍTICA SUPERVISIONADA, E você?, Ho’oponopono, Que tal um abajur?,

Controle Social

A participação contínua da sociedade na gestão pública é um direito assegurado pela Constituição Federal, permitindo que os cidadãos não só participem da formulação das políticas públicas, mas, também, fiscalizem de forma permanente a aplicação dos recursos públicos. Controladoria-Geral da União (CGU)

O controle social é a participação do cidadão na gestão pública, na fiscalização, no monitoramento e no controle das ações da administração pública no acompanhamento das políticas, um importante mecanismo de fortalecimento da cidadania. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS)

participacaoecontrolesocialdaadmpublica

A CGU desenvolveu o curso virtual “Controle Social e Cidadania”, que apresenta ao participante noções fundamentais sobre como acompanhar e participar da gestão pública. Escola Virtual da CGU

censura-controle-social

A expressão ‘controle social’ tem origem na sociologia. De forma geral é empregada para designar os mecanismos que estabelecem a ordem social disciplinando a sociedade e submetendo os indivíduos a determinados padrões sociais e princípios morais. MARIA VALÉRIA COSTA CORREIA

futurofilho

Veja também: Portal da Transparência, Vegano na marra, Assédio moral (bullying, manipulação perversa, terrorismo psicológico)., Brasileiro Reclama De Quê?, Voto Nulo, Semana do Consumidor, E agora???, Reclame Aqui, Eu, não, meu senhor, Consulta CPF, Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, Carta à Sra. “Presidenta” da República

Que País É Esse?

Que País É Esse? – Legião Urbana

Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
Mas todos acreditam no futuro da nação
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
Na baixada fluminense
Mato grosso, Minas Gerais e no
Nordeste tudo em paz
Na morte o meu descanso, mas o
Sangue anda solto
Manchando os papeis e documentos fieis
Ao descanso do patrão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?

Terceiro mundo, se foi
Piada no exterior
Mas o Brasil vai fica rico
Vamos faturar um milhão
Quando vendermos todas as almas
Dos nossos indios num leilão
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
Que país é esse?
lulafernandes

Veja também: Carnaval é Perfeição!, A culpa é de quem!, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Bandeirantes Modernos, Justiça em trânsito, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, Ouro de tolo, A Privataria Tucana, Incêndio, apenas 4° andar é salvo.

Troca de saberes entre agricultores fortalece projeto orgânico na Zona Sul

logo-5elementos

Educação Ambiental para incentivar a Agricultura Orgânica nas APAs Bororé-Colônia e Capivari-Monos.

bancosementes

“Nas diferenças, grandes semelhanças”, com essa frase, a educadora popular baiana, Luciana Sarno.

genildo

Veja também: Experimento científico?, Parabéns Nestlé 2, Vamos acabar com o domínio da Monsanto, Neste Chão Tudo Dá, X-Maus, Dedo Verde na Escola: terrários aproximam biodiversidade das crianças, Agrotóxicos da mesa nossa de cada dia., Instituto Pindorama, voluntariado., José Mujica maconheiro?