A torre de bambu que pode extrair até 75 litros de água por dia “do nada”

Uma nova invenção de baixa tecnologia poderia matar a sede de milhões de africanos sedentos absorvendo a água da atmosfera. Pensando pra Frente

Na África há muita luta para encontrar água potável para seu povo. Milhões de aldeões passam de 4 a 6 horas por dia procurando água, e na maioria das vezes ela nem está limpa.

Uma organização sem fins lucrativos criou uma estrutura de bambu barata e rápida de montar que ajudará a trazer água limpa “do nada” para os africanos.

O arquiteto Arturo Vittori desenvolveu o projeto Warka Water, uma estrutura de bambu projetada para coletar água potável do ar. Fernanda DrumondCASACOR

A invenção deles é o Warka Water Tower, que é projetada para coletar até 75 litros de água por dia da atmosfera. Esta estrutura passiva de fácil manutenção depende apenas da gravidade, condensação e evaporação.

A Warka Water Tower é uma torre de 30 pés de altura feita de materiais locais, naturais e biodegradáveis. Possui uma malha laranja resistente à água no interior que coleta a névoa da atmosfera.

Vapor de água atmosférico da chuva, neblina ou orvalho, condensa-se contra a superfície fria da malha, formando gotículas de água líquida. Um toldo de tecido sombreia a parte inferior da torre para evitar que a água coletada evapore. O desempenho é dependente do tempo, mas a torre tem a capacidade de fornecer 100 litros de água por dia.

A torre de água “Warka” tem o nome da árvore Warka. Esta figueira gigante é encontrada na Etiópia e é sagrada porque fornece sombra, comida e um local de reunião para os africanos.

A Warka Water foi projetada para ser de propriedade e operada pelos moradores, um fator chave, que facilita o sucesso do projeto. A torre não apenas fornece um recurso fundamental para a vida, mas também cria um lugar social para a comunidade, onde as pessoas podem se reunir à sombra de suas copas.

No total, o custo para montar uma torre fica entre US $ 500 e US $ 1.000 – menos de um quarto do custo do vaso sanitário desenvolvido por Bill Gates, que custa cerca de US $ 2.200 para instalar e mais para manter. Como seu design é basicamente paramétrico, a torre Warka pode ser facilmente adaptada e implementada em várias situações diferentes.

Com o baixo custo e materiais prontamente disponíveis para fazê-los, esperançosamente mais africanos terão acesso a água potável em um futuro muito próximo.

Warka Water foi apresentada ao mundo durante a Bienal de Veneza em 2012. A equipe por trás do projeto vem, desde então, desenvolvendo uma série de protótipos experimentais e  adicionais, instalando sua primeira torre piloto em uma vila rural no sul da Etiópia, em maio de 2015, que continua sendo monitorada. Lá, Arturo testemunhou aldeões vivendo no meio ambiente, muitas vezes sem água corrente, eletricidade, banheiro ou chuveiro. A população precisava caminhar longos percursos até a fonte de água, lagos desprotegidos frequentemente contaminados.

O projeto Warka Water busca ajudar diferentes comunidades isoladas em lugares como o Haiti, Madagascar, Colômbia, Brasil, Índia, Sumba e Camarões, entre outros. Essa expansão não apenas estimulou a experimentação com outros materiais locais [inclusive as folhas de palmeira], mas também levou a uma série de projetos adicionais, que buscam resolver outras questões importantes. A iniciativa desenvolveu um sistema modular chamado W-solar, que transforma qualquer torre Warka em uma fonte de eletricidade, adicionando painéis solares para fornecer iluminação e energia para recarregar dispositivos móveis. Enquanto isso, a W-garden propõe um sistema que usa a água coletada para a produção de alimentos e W-Wc para a melhoria do saneamento e higiene.

Árguaze-se: Water Crisis in Pakistan, Reuso de água na Semana do Químico, Ranking da poluição plástica nos oceanos, Patrick Kilonzo Mwalua

Larica. Truques para não extrapolar.

Não tem jeito, o assunto larica sempre surge quando a galera da Doctor Banz se reúne pra uma sesh. E de fato, sempre tem alguém que precisa maneirar na comilança e um outro que chega a passar mal de tanto comer.

Já falamos aqui sobre a variedade THCV encontrada em algumas strains que agem como inibidores de apetite, mas enquanto essa tecnologia não chega tão facilmente ao nosso alcance decidimos reunir algumas ideias para BURLAR A LARICA.

O porquê de maneirar nesse tipo de alimentação é muito particular, já que para muitos laricar é um verbo obrigatório pós mente feita, mas não podemos deixar de afirmar que, às vezes, perdemos o limite e acabamos extrapolando na alimentação.

1- Beba muita água

Um estudo realizado pela Universidade Virginia Tech nos Estados Unidos, divulgou que beber água faz com que o estômago fique dilatado, trazendo temporariamente a sensação de saciedade.

2- Coma antes de fumar

Caso seja um momento especial do seu dia… porque não se preparar um pouquinho mais? Comer antes do ritual fumaçonico é uma bela jogada pra na hora que a fome bater: Epa! Acabei de comer, impossível ser fome!


3- Frutas geladas

Certamente nada melhor do que comer com vontade e ainda sentir o gosto acentuado da sua fruta predileta. A dica é: escolha uma fruta de sua preferência, corte em pedaços e reserve na geladeira. Só não esqueça de maneirar, tudo é equilíbrio.

4- Pratique alguma atividade

Desde uma simples corrida até uma partida de cartas o importante é focar em outro assunto. Aproveite esse momento para relaxar rindo de algo, se exercitando ou realizando alguma tarefa produtiva. Use o efeito com foco em alguma ação.

Enfim, já usaram um desses truques? Nos ajudem a aumentar essa lista!

Banzai!

Larize-se: CDB e Olímpiadas, as Cannalimpíadas!, A maior mentira contada contra a humanidade, 4 receitas de bebidas que ajudam você a perder peso, Receita de Spa em casa, 15 RECEITAS COM TAPIOCA: PRÁTICAS E DELICIOSAS, Bao’, receita de massa de sua mãe, Receitas rápidas de verão, Receita contra a depressão

Ranking da poluição plástica nos oceanos

Foi proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU) que entre 2021 e 2030 seja a Década dos Oceanos, visando expor e conscientizar as populações sobre a importância dos oceanos, além de mobilizar atores públicos, privados e a sociedade civil em ações que favoreçam a sustentabilidade dos mares. Ana Rita AlbuquerqueMonitor Mercantil

O plástico tem uma grande permanência no ambiente. Sua produção em massa, a partir da década de 1940, levou a uma quantidade imensa desse material na natureza, visto que o produto não se degrada, o que facilita o acúmulo de resíduos sólidos e o crescente aumento de lixo marinho, com graves consequências para a fauna. O lixo acumulado na praia ou na superfície do mar representa apenas 1% do plástico que é despejado nos oceanos, porque quase tudo fica concentrado a centenas de metros de profundidade. Agência Senado

A cada ano, cerca de 8 milhões de toneladas de plástico acabam no oceano, o que equivale a um caminhão de lixo cheio desse produto jogado no mar a cada minuto, segundo dados do Fórum Econômico Mundial.

O Brasil é o maior produtor de plástico na América Latina, produzindo cerca de 6 milhões de toneladas por ano, dentre os quais aproximadamente 5% acabam parando no fundo do mar. Estudos também indicam que até 2040 o lixo plástico dos oceanos poderá chegar ao triplo do atual. Estima-se que cerca de 150 milhões de toneladas métricas de plásticos já estejam flutuando nos oceanos.

A produção de plástico deve crescer cerca de 50% até 2025, pois muitos itens da vida moderna os tornam indispensáveis.

“Se o plástico é produzido a partir do petróleo — o que corresponde a mais de 90% do total —, problemas decorrem, também, de seu processo de fabricação. Os impactos das refinarias vão desde as consequências dos estudos sísmicos realizados na etapa de exploração até o consumo de grandes quantidades de água e de energia, geração de vultosas quantidades de despejo líquido, liberação de diversos gases nocivos na atmosfera (como os policíclicos aromáticos), produção de resíduos sólidos de difícil tratamento, além dos frequentes vazamentos de petróleo em ambiente marinho, como ocorreu com a British Petrolium (BP), nos Estados Unidos, e com a Chevron Brasil, no estado do Rio de Janeiro”.

O novo índice “Plastic Waste Makers Index: Revealing the source of the single-use plastics crisis”, ou O Índice do Desperdício de Plásticos: Revelando as origens da crise dos plásticos de uso único, foi divulgado no dia 18 de maio. Brasil Econômico – Ig

Em três anos consecutivos, 2018, 2019 e 2020, esse ranking elaborado pela organização internacional Break Free From Plastic revela que três multinacionais se mantêm no topo dessa lista lamentável: são as principais responsáveis pelo descarte de lixo plástico no mundo: Coca-Cola, PepsiCo e Nestlé. Suzana CamargoConexão Planeta

Em 2020, quase 15 mil voluntários, em 55 países, incluindo o Brasil, participaram de mutirões de limpezas em praias, rios, parques e outras localidades públicas. Juntos, eles coletaram mais de 350 mil resíduos plásticos, que depois, foram analisados por auditorias que apontam quais são as marcas fabricantes dessas embalagens.

Além das três multinacionais citadas acima, o levantamento revela o nome de outras sete empresas que contribuem para o descarte global de lixo plástico:

  1. Coca-Cola
  2. PepsiCo
  3. Nestlé
  4. Unilever
  5. Mondelez International
  6. Mars Incorporated
  7. Procter & Gamble
  8. Phillip Morris International
  9. Colgate-Palmolive
  10. Perfetti van Melle

Segundo o relatório, sete das empresas que aparecem no ranking – Coca-Cola, PepsiCo, Nestlé, Unilever, Mondelez International, Mars e Colgate-Palmolive aderiram ao Compromisso Global da Nova Economia do Plástico, mas um relatório divulgado recentemente pela Fundação Ellen MacArthur afirma que as signatárias do acordo reduziram o uso do plástico virgem em apenas 0,1% entre 2018 e 2019.

Para a Break Free From Plastic, é fundamental que essas companhias não só reduzam urgentemente a quantidade de plástico descartável que usam, mas também, definam metas claras e mensuráveis para tal, assim como assumam total responsabilidade pelo custo externalizado de seus produtos, tais como os custos de coleta e tratamento de resíduos e os danos ambientais por eles causados.

Trata-se de um estudo  elaborado com a colaboração de pesquisadores do London School of Economics, do Instituto Indiano de Tecnologia de Delhi, do Instituto do Meio Ambiente de Estocolmo, da consultoria Wood Mackenzie, do think tank Planet Tracker e da gigante australiana de minério de ferro Fortescue (cujo CEO, Andrew Forrest, é o fundador da Minderoo). O índice é auditado pela KPMG.

Em todo mundo, diversas associações de catadores também fizeram parte do esforço. Elas denunciam que a grande maioria dessas embalagens produzidas pelas gigantes multinacionais não pode ser reciclada. Além disso, o que é reciclável vale muito pouco para esse setor.

O levantamento revelou que um terço da produção global de plástico é de descartáveis. Dentre eles, 98% são feitos de derivados de petróleo. Mais de 130 milhões de toneladas desse material acabaram em aterros, incinerados ou descartados no meio ambiente em 2019. Quase 20% desse total, cerca de 25 milhões de toneladas, foram para os oceanos e terrenos baldios. Cem empresas estão por trás de 90 por cento da produção global de plástico descartável.

#BrandAudit2020 Reveals this Year’s Top Plastic Pollutersbreakfreefromplastic

Apenas 20 empresas produzem mais de 50% de toda a resina mãe, isto é – a matéria prima dos plásticos. O pódio é da ExxonMobil, que produziu 5,9 milhões de toneladas de lixo plástico global, a norte-americana Dow e a Sinopec. Só estas três respondem por 16% do lixo plástico de uso único global.

Toda esta cadeia é pouco transparente, além de muito poluente e concentrada, diz o documento. Quase 60% dessa produção de uso único é financiada por apenas 20 bancos globais. “Vinte gestores de ativos institucionais – liderados pelas empresas americanas Vanguard Group, BlackRock e Capital Group – detêm mais de US$ 300 bilhões em ações das empresas-mãe desses produtores de polímeros, dos quais cerca de US$ 10 bilhões vêm da produção de polímeros virgens para plástico de uso único”, aponta o estudo.

O relatório também estima que 20 dos maiores bancos do mundo, incluindo Barclays, HSBC e Bank of America, tenham emprestado quase US$ 30 bilhões para a produção desses polímeros desde 2011.

De acordo com o consultor legislativo do Senado Joaquim Maia Neto que elaborou o estudo Contribuições do Poder Legislativo no Combate à Poluição Causada por Plástico, além de garantir maior proteção ambiental, uma lei nacional traria uma uniformidade desejável e seria indutora de investimentos na produção de materiais sustentáveis.

As dificuldades para a aprovação de eventual projeto de lei no sentido pretendido não seriam de ordem jurídica, mas, sim, política. Em primeiro lugar é preciso considerar que o lobby da indústria de plástico é forte e atua contrariamente à aprovação das proposições que já tramitam no Congresso, observa o estudo de Joaquim Maia Neto. A outra dificuldade refere-se à existência de várias proposições em tramitação que tratam do tema. Uma nova proposição viria no sentido de dispersar ainda mais os esforços para a aprovação de legislação nos moldes pretendidos, avalia o estudo do consultor legislativo Joaquim Maia Neto.

A auditoria global da Break Free From Plastic revelou também que sachês descartáveis, usados para embalar pequenos volumes de produtos – como ketchup, café e xampu –, são o tipo de item mais frequentemente encontrado, seguidos por bitucas de cigarro e garrafas de plástico. Vale lembrar que o descarte correto de embalagens também é responsabilidade do consumidor. Ao adquirir um produto, dê preferência a embalagens ecológicas, recicláveis ou biodegradáveis, e procure dar a elas a destinação adequada. eCycle

Waterze-se: Brazilian Berry, Patrick Kilonzo Mwalua, Como deixar ela molhadinha, Filtro de água “improvisável”!, Esgoto como fonte de recursos, Sea angels, Piscina biológica sem cloro, Método Kabyle, Water Crisis in Pakistan

Glândula pineal, e a calcificação da pinha.

Carol Capel – Facebook

Anatomia Radiológica: Pineal e assoalho do terceiro ventrículoJezreel

Cisto da pineal e calcificação da pineal: causas e tratamentosJulio Pereira – Neurocirurgião

O que é a Glândula Pineal?Sérgio Felipe de Oliveira

#GLÂNDULA#PINEAL – COMO EVITAR SUA #CALCIFICAÇÃO. Goldene Füsschen Gleide Neubaner – Suiça

Pinhaze-se: Glândula Pineal, Flúor reduz o QI?, 10x + y, Uma Mente Brilhante, Mapa 3D do cérebro humano, Como exercitar o cérebro no dia a dia, Beterraba, O que é colágeno?!?, Alimentos e saúde mental, vidacell®

Feng Shui

Resumidamente, que a energia vital, ou Chi como também é conhecida pelos orientais, se comporta dentro de uma casa. Essa energia criadora e impulsionadora da vida está presente em tudo o que existe no universo, desde o sol, a lua e os planetas até o nosso corpo, as plantas e os animais. decorfácil

Quando ela consegue fluir harmoniosamente tudo se equilibra. E dentro de uma casa não seria diferente. Ao se movimentar livremente pelos ambientes, o Chi é capaz de promover saúde, bem estar, equilíbrio, prosperidade e relacionamentos estáveis e felizes.

Mas como exatamente o Feng Shui funciona? Bem, para responder essa pergunta precisamos falar sobre o baguá. O baguá é uma placa em formato octogonal, onde cada lado expressa uma área da vida – Sucesso, Relacionamento, Criatividade, Amigos, Trabalho, Espiritualidade, Família e Prosperidade.

O Baguá é posicionado em cada cômodo da casa com o objetivo de determinar onde estão cada uma dessas áreas. Ao serem identificadas, o espaço é tratado e harmonizado a partir do reposicionamento, colocação ou retirada de objetos.

Para cada cômodo da casa existem conceitos específicos do Feng Shui que devem ser aplicados. Mas alguns outros são gerais e podem – e devem – ser usados na casa toda. Confira quais são logo abaixo:

  • Evite o acúmulo de objetos;
  • Deixe a luz e o ar entrar;
  • Jogue fora tudo o que está quebrado;

Uma arte milenar, o feng shui, corretamente utilizado, cria um ambiente positivo e energizado. Deve compreender os 5 elementos: terra, fogo, água, madeira e metal.

Cada um deles influencia uma área particular da vida. Curiosando

  • Metal: O metal é usado para representar a eficiência e clareza de espírito e propósito. O seu trabalho irá ter tanto, um efeito bem definido, como boa qualidade, quando o elemento metal está presente.
  • Água: A água flui livremente trazendo boa sorte em abundância. O elemento água acrescenta pureza, abundância de energia e uma sensação de frescura.
  • Terra: O elemento Terra traz uma sensação de estabilidade e segurança à casa e alimenta cada membro da família.
  • Madeira: Árvores. Elas fornecem o oxigênio para os seres vivos. O elemento madeira equivale à saúde do corpo. As curasque usam o feng shui, incluem o elemento madeira na sua composição. A prosperidade em casa também é regida pelo elemento madeira.
  • Fogo: O fogo inspira paixão que queima no interior profundo. O elemento fogo acrescenta uma quantidade elevada de energia, a qualquer coisa que faça, isso inclui o trabalho, atividades de lazer e até à vida sexual.

A sua vida costuma ser atribulada e estagnada? Comece a olhar para sua própria casa e faça pequenas mudanças para que a energia flua.

Boas energias para você!

Referência: www.decoracaointeriores.org

Feng Shuize-se: Global Citizen Festival, Buddhist Philosophy 8 – Zen: Bodhidharma, Huineng & Mazu, Joan e contos zen, ZEN BODI, 11 benefícios da semente de abóbora, 10 sites para aprender um pouco de tudo, Algumas dicas de jardinagem, Receita de Spa em casa

No princípio, era água!?!

AGORA BABOU

Daniel Guitian, coordinador de la Dirección de Sustentabilidad Ambiental de la UCAB, comenta que, actualmente, más del 80% de las aguas residuales que generan los seres humanos vuelve a los ecosistemas sin ser tratada ni reciclada. Además, 663 millones de personas no tienen acceso al agua potable. elucabista

De igual forma, agrega que 1.800 millones de personas en el mundo ingieren agua contaminada de material fecal lo que, según estudios del Departamento de Parasitología del Instituto de Medicina Tropical de la UCV, ocasiona el riesgo de contraer enfermedades como cólera, disentería, tifus o  polio y origina alrededor de 842.000 muertes al año.

Cuida y preserva el agua. La necesitas para vivir

Água é um direito, não mercadoria. Resoluções das Nações Unidas reconhecem que a água e o esgotamento sanitário são direitos fundamentais. Não há vida sem água e ela é bem comum que deve ser compartilhado entre todos. Signis

A natureza se recria e a água é continuamente renovada em ciclos hidrológicos. Mas nosso planeta sofre uma intensa destruição pelas ações e atividades humanas. O sistema econômico global é extremamente predatório, produzindo uma sinergia e cumulatividade de impactos ao meio ambiente, o que provoca alterações climáticas, poluição e a destruição dos ecossistemas essenciais para a renovação da água.

Águaze-se: CARVÃO DO CAROÇO DE AÇAÍ (Euterpe oleracea) ATIVADO QUIMICAMENTE COM HIDRÓXIDO DE SÓDIO (NaOH) E SUA EFICIÊNCIA NO TRATAMENTO DE ÁGUA PARA O CONSUMO, Nós, povos da Amazônia, estamos cheios de medo. Em breve vocês também terão., 30 tipos de suculentas, Esgoto como fonte de recursos

Minimal Vertical Aquaponics Garden

Jardim vertical mínimo de Aquaponics

Parts list:

  • 3″ Bamboo (or PVC) pipes, 5′ tall (2 count)
  • 10gal Aquarium (50 Qt. Storage Bin Clear Plastic)
  • 300 GPH Pump
  • 6′ of food safe 3/4″ Black Tubing
  • 1/2-Inch PVC Slip-fit Female Adapter Pipe Fitting – Barb
  • 1/2-Inch PVC Male Thread Adapter Pipe Fitting – Barb
  • 1/2-Inch PVC T Shape (3 count)1/2-Inch End Caps
  • Aquarium pebbles
  • Aquarium heater – 100W
  • 2 Ball valves
  • Reused plastic bottles or net pots

All of these materials can be found at local hardware stores, pet stores, or purchased online for under $60. We recommend repurposing as many materials as possible from your community (pro DIY). instructables

F5D3QDNIZT6HN44.LARGE

Using a drill and hole saw bit. We used a 3 inch hole saw. The reason for the 3 inch size is to later accommodate reusable materials for media holders like plastic water bottles.

1. measure the height of your fish tank/plastic container. Then from that mark on your pipe, drill the holes 8″ apart, measuring from the center point of each hole.

*You’ll want to drill a hole below the mark too so that the fish can swim freely through the pipe in the fish tank.

2. use a file or sandpaper to smooth off any plastic burrs.

3. After tracing the pipe ends on the lid, use a jig saw to cut the holes for the pipes.

4. Cut inside the lines by 1mm for a snug fit.

diyjardimvert

5. Add your pump to the container/fish tank and connect the 1/2″ threaded barb to the pump and black tubing.

6. Add your media (aquarium pebbles, etc). This should amount to around at least 10% of the total volume of your system to allow for enough space for nitrifying bacteria to live. Nitrifying bacteria are the magic that makes this system work.

7. Some pumps come with an attached filter. If it does not, you’ll need to rig up a filter so that your pump doesn’t clog. Here we used a 2 inch net pot, sponge, and a zip tie.

diyjardimvertical

8. Measure the distance between the centers of your pipes. Using a hacksaw or pipe cutter, cut two pieces of 1/2 inch PVC pipe to go between the PVC T-Shape drippers and connected everything.

9. Cap the two ends with your PVC end caps.

*If you find you need more water flow control, add 2 ball valves to the drip outlets.

Reuse plastic bottles with holes cut in them to hold your seedlings in place. Make sure to put enough holes/gaps in so that the drip stream keeps everything wet and make a bottom hole for the roots to grow through. The plastic bottles are longer and extend further to the back of the pipe (to better catch the water flow).

diyjardimvertic

10. Go ahead and add the water. Make sure to use dechlorination product or let the water sit 24+ hours before adding the fish to allow the chlorine in tap water to dissipate.

11. Add 1 or 2 small goldfish.

12. Add your seedlings! It is best to let them develop 3-4 true leaves in your nursery before placing them in the system.

#Aquaponic spinning #wheel. Wow! Yes interesting sci fi proto type for a massive space station. Pinterest

#Aquaponic spinning #wheel. Wow! Yes interesting sci fi proto type for a massive space station

Aquaponize-se: Cursos online e gratuitos sobre agrofloresta, permacultura e ecodesignWater Crisis in PakistanFavela OrgânicaEcoinventos, Campanha recolhe óleo de fritura para fabricação de biodieselLâmpadas fritasLixo, 40% de desconto.

 

Vamos plantar água? 

“A Vida baseada no Amor Incondicional gera abundância.” Ernst Götsch –  Água Boa News

Ernst Götsch nos mostra que agroflorestas são agroecossistemas semelhantes aos sistemas naturais: “a vida não conhece tempo, conhece fluxo.” Observando esta premissa ecossistêmica recupera solos degradados, sem insumos de fora, ao contrário da “revolução verde” e do modelo insustentável do agronegócio latifundiário e da monocultura.

O Planeta Terra é um biocondensador, pois capta 1% da energia solar e armazena hidrocarbono, portanto as queimadas são suicídio.

Ernst Götsch nos conta que comprou uma fazenda com o sintomático nome de “Fugidos da Terra Seca”, em Tabuleiro de Valença, na Bahia. Implantou o sistema de agroflorestas neste lugar seco e que o sistema impede secas na fazenda, mudando o nome da fazenda para “Olhos d’água”, pois as chuvas são retidas, houve formação de córregos, e tem quase o dobro de precipitação pluvial que as outras propriedades rurais no entorno.

Conta que se vale dos dispersores naturais de sementes: pássaros, até animais exóticos, cotias, outros  até então eram considerados extintos.

Frugívoros como o macaco-prego são plantadores de cacau e de jaca.Outro semeador é a paca, o gavião planta pupunha, a saúva é grande reflorestadora. Otimizadores do processo da vida!

Lembra que o guanandi na Mata Atlântica é indicador de nascente de água. Minhocoçu, com cerca de 2 metros e 350 gramas é indicador de terra boa.

Sua dica é plantar o que pode dar no local. A regeneração na floresta ocorre a partir de clareiras, até chegar a uma mata de clímax com ipês-roxo, guapuruvus. Na clareira planta logo pitanga e ingá, por exemplo.

Na caatinga recomenda plantar sisal, depois beldroega, mandacaru (cactus), guandu, feijão, caju, mamão.

Saber do princípio hermético, atentando para processos regenerativo, respiratório. Cada espécie é pré-determinada pela que a precede, “somos parte de um sistema inteligente” recorda Götsch.

A placenta da agrofloresta são as vassouras, marcela, guandu. As criadoras da placenta são batata-doce, mandioca para uma densidade definitiva de vegetação semelhante a um monocultivo com respiração para levar a uma transformação com plantas secundárias tais como banana-nanica, araçá-mirim, jurubeba, tomate de árvore e chegando a um ciclo longo com pitanga, goiaba, abacate, araticum, ingá-cipó, algumas das canelas.

Lembrando que  leva de 250 a 300 anos para chegar ao clímax com as características de auto-reprodução da floresta (um ciclo completo de respiração da floresta ).

Benjamin Franklin disse: “se as cidades forem destruídas e os campos forem conservados, as cidades ressurgirão, mas se queimarem os campos e conservarem as cidades, estas não sobreviverão.”

Götschze-se: Ernst Götsch – o guru da agrofloresta, NESTE CHÃO TUDO DÁPICO DO GUARANIVELÓRIO DA FLORESTA!MANUAL SOBRE OS USOS DE PLANTAS AMAZÔNICASCHICO MENDES, Gattaca

Lavar as mãos (Mão)

Lavar as mãos (Mão)Arnaldo Antunes

Uma
Lava outra, lava uma
Lava outra, lava uma mão
Lava outra mão, lava uma mão
Lava outra mão
Lava uma

Depois de brincar no chão de areia a tarde inteira
Antes de comer, beber, lamber, pegar na mamadeira
Lava uma (mão), lava outra (mão)
Lava uma, lava outra (mão)
Lava uma

A doença vai embora junto com a sujeira
Verme, bactéria, mando embora embaixo da torneira
Água uma, água outra
Água uma (mão), água outra
Água uma

A segunda, terça, quarta, quinta e sexta-feira
Na beira da pia, tanque, bica, bacia, banheira
Lava uma mão, mão, mão, mão
Água uma mão, lava outra mão
Lava uma mão
Lava outra, lava uma

“Castelo Rá-tim-Bum”, Arnaldo Antunes, Velas, 1995, DVD “Pra ficar com você”, Palavra Cantada Oficial, MCD, 2014 – Lavar as mãos (Mão). BMG

Lave-se: COMO BRINCAM AS CRIANÇAS COM AUTISMO, Brincadeira saudável!!!, Nós existimos para ajudar aqueles que precisam, TORNE-SE UM MENDIGO., Por que falta água?

LAMENTO DE UM RIO…

Me perdoem por toda esta “bagunça”… Eu só queria passar.
Eu não fui feito pra Destruir… Eu só queria passar.

Já fui Esperança para os Navegantes…
Rede cheia para Pescadores…
Refresco para os banhistas em dias de intenso calor.
Hoje sou sinônimo de Medo e Dor…

Mas, eu só queria passar…

Me perdoem por suas casas
Por seus móveis e imóveis
Por seus animais
Por suas plantações… Eu só queria passar.

Não sou seu inimigo
Não sou um vilão
Não nasci pra destruição…
Eu só queria passar.

ERRANTE

Era o meu curso natural
Só estava seguindo meu destino
Mas, me violentaram,
Sufocaram minhas nascentes
Desmataram meu leito… Quando eu só queria passar.

Encontrei tanta coisa estranha pelo caminho… Que me fizeram Transbordar…
Muros
Casas
Entulhos
Garrafas
Lixo
Pontes
Pedras
Paus…
Tentei desviar … Porque eu só queria passar.

Me perdoem por inundar sua história,
Me perdoem por manchar esta história…
Eu só estava passando…

Seguindo o meu trajeto
Cumprindo o meu destino:
Passar….

D.a.

C.Crystal💃

Poetize-se: Expedição pelas Nascentes do Rio Água Preta, Expedição pelas nascentes do Rio Sumaré, MORADORES: 5 MIL REAIS X PREFEITURA RJ: 270 MIL, CRISE HIDRICA, QUANDO SERÁ?, ERRANTE, SURPRESA!!!: ENCHENTE

I AMazonia


As imagens da NASA mostram que parte do mapa brasileiro está coberto por uma densa névoa acinzentada vinda de Rondônia e do Acre. As queimadas no Brasil aumentaram 82%, foram 71.497 focos, ante 39.194 em 2018, o que representa a maior alta já registrada e também o maior número em 7 anos no país. Catraca Livre


Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre janeiro e agosto deste ano, as queimadas aumentaram 83% em relação ao mesmo período do ano passado — o que representa o maior número registrado nos últimos sete anos, com 72.843 pontos de incêndios. Tamires Vitorio

Dados do sistema de alertas em tempo real Deter, divulgados também pelo Inpe, mostram um aumento de mais de 40% nos alertas de desmatamento entre agosto e julho. Exame

No dia 14 de agosto, depois de fazendeiros do sul do Pará anunciarem o “dia do fogo” (que, segundo eles, serviria para “mostrar trabalho para o presidente Jair Bolsonaro”), o Inpe registrou um aumento nos focos de incêndio na região.

Nesta quarta-feira (21), Bolsonaro afirmou, sem provas, que as ONGs de preservação estariam por trás das queimadas. “O crime existe. Isso temos que fazer o possível para que não aumente, mas nós tiramos dinheiro de ONGs, 40% ia para ONGs. Não tem mais. De modo que esse pessoal está sentindo a falta do dinheiro. Então pode, não estou afirmando, ter ação criminosa desses ongueiros para chamar atenção contra minha pessoa, contra o governo do Brasil”, disse o presidente.

O Papa convidou os líderes políticos a eliminarem “os próprios conluios e corrupções” para que se concentrem nesses temas. “Devem ser assumidas responsabilidades concretas, por exemplo, sobre o tema das minas ao ar livre, que envenenam a água provocando tantas doenças”, afirmou Francisco.

De acordo com o Pontífice, a bioma “é um lugar representativo e decisivo”.

“Junto com os oceanos, contribui determinantemente para a sobrevivência do planeta”, recordou o Papa. Brasil 247

O presidente da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), o goiano Marcello Brito, CEO da Agropalma, também prevê prejuízos para a economia brasileira. Questionado pelo Valor se “é questão de tempo que parem de comprar do Brasil”, o presidente da Abag foi taxativo: “É questão de tempo”.

Amazônia pegando fogo: protestos vão acontecer em todo o Brasil – Catraca Livre

Mude conceitos, você pode e deve: Amazonas decreta situação de emergência, Controle Social, Frans Krajcberg, DARWIN CADÊ VOCÊ?, LOGUN EDÉ, Amazônia, 381 novas espécies, e há muitas mais!!!, TERRA OCA, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, OLHA O CÉU, O povo munduruku voltou!, A CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!, TERRA OCA, Bandeirantes Modernos, Chico Mendes

Water Crisis in Pakistan

Water is one of the basic necessities of life. No life could have been possible on the planet Earth, had there been no water.
There are a number of reasons behind the shortage of water in Pakistan. Before blaming the rulers and concerned authorities, we must blame ourselves for our carelessness and slackness in saving water. annieaman

Originally Published in Jahngirs world times magazine

http://jworldtimes.com/jwt2015/magazine-archives/jwtmag2018/july2018/water-crisis-in-pakistan/

According to a recently released International Monetary Fund report, Pakistan ranks third among countries facing water shortage. One of the major reasons behind this issue is absence of proper measures to conserve water. Around 30 million acre feet (MAF) of water is wasted due to poor management. Economic cost of this water is in billion dollars. Pakistan possesses only a thirty-day water-storage capacity. Besides, the Pakistan Council of Research on Water Resources (PCRWR) has warned that Pakistan would reach absolute water scarcity by 2025.

Mangla Dam and Tarbela Dam became operational in 1967 and 1974 respectively, and these are now reaching dead level. But, not even a single major reservoir has been constructed since Tarbela. Now, there is a dire need to construct major reservoirs in Pakistan. In addition, the construction of small dams in different suitable areas could help us overcome the chronic issues of energy crisis and water scarcity. It is worth mentioning here that the current per capita availability of water in Pakistan has reached 1016 cubic metres and if it falls below 1000 cubic metres, Pakistan will become a water-scarce country. Jahangir’s World Times (JWT)

Habitantes de quase 400 regiões do planeta já estão vivendo sob condições de “extremo estresse hídrico”, segundo um novo relatório do World Resources Institute (WRI), um centro de pesquisa sediado em Washingto, e quase um terço da população global – 2,6 bilhões de pessoas – vive em países em situação de estresse hídrico “extremamente alto”, incluindo 1,7 bilhão em 17 nações classificadas como “extremamente carentes de água”, segundo o WRI.

O crescimento populacional, o aumento do consumo de carne e a intensificação da atividade econômica vêm pressionando os recursos hídricos do mundo.

“Usamos muitas terras agrícolas para plantar comida e alimentar os animais. Então, quando você pensa em transformar esses recursos em calorias, não se trata da maneira mais eficiente.”

De acordo com o estudo holandês de 2012, a pegada hídrica de qualquer produto animal é maior do que a pegada hídrica de produtos agrícolas com valor nutricional equivalente.

A previsão é que o aumento das temperaturas e chuvas mais variáveis reduza a produtividade das culturas em muitas regiões tropicais em desenvolvimento, onde a segurança alimentar já é um problema, diz a Organização Mundial da Saúde (OMS).

E de acordo com a Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação, baseada nas tendências existentes, a escassez de água em alguns lugares áridos e semiáridos causará o deslocamento de 24 milhões a 700 milhões de pessoas até 2030.

Idlib, SíriaDireito de imagem AFP.

O WRI também diz que muitas áreas extremamente e altamente carentes de água estão em zonas de conflito, e esse recurso pode ser um fator que contribui para os conflitos. Essas áreas incluem Israel, Líbia, Iêmen, Afeganistão, Síria e Iraque. Pablo Uchoa – BBC World Service

Poetize-se: Eu te disse, eu te disse., Aposentadoria da Água, Eustácio Bagge, Hoje., Sonegômetro, Os sentidos da política – problemas e perspectivas, A água oculta, Ignorância e sucesso?, EduFin, O Amaranto Inca Kiwicha invade plantações de soja transgênica da Monsanto nos Estados Unidos, O mar de Aral virou areia.

Dia mundial da Água, da vida e do planeta!!!

Cantoalagua se celebra cada 22 de marzo, en el marco del día mundial del agua. Gente de todo el mundo se reúne alrededor de ríos, quebradas, océanos y humedales a las 12m hora local, a entonar el canto sentido y sencillo de la sílaba A como un llamado a abrir el corazón y reconectarnos con la naturaleza del agua. http://www.cantoalagua.com/quienessomos

MUDE CONCEITOS, VOCÊ PODE E DEVE:Existe Água em SP, PHOTOSHOP CC 2018 E MAQUETE ELETRÔNICA 3DS MAX 2018 E VRAY: FREE, Um grande contador de histórias, Quando será anova crise hídrica?!?, ÍNDIOS, POEMA, POESIA E SONETO, GHOST WRITER, NAARA BEAUTY DRINK!!, HUNGU, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, BURGUESIA (VERSION ME),INSTANTLY AGELESS ™, SEDE PASSANTES

Editado via celular

Expedição pelas Nascentes do Rio Água Preta

Expedição pelas Nascentes do Rio Água Preta – 16/02/2019 – Existe Água em SP

O percurso levará a conhecer cinco lagos, feitos pela comunidade e coletivos, onde teremos a possibilidade de observar a relação das pessoas que residem ou frequentam a região com as águas desse rio. O foco é fazer os participantes pensarem possíveis soluções para uma cidade melhor, onde possamos conviver em harmonia com os cursos d’água que são encontrados em toda a cidade, oficialmente são mais de 300 rios existentes em São Paulo, alguns deles não conseguimos observar devido ao processo de urbanização e o desenvolvimento os esconderam, mas eles estão lá, sempre fluindo!
A iniciativa Existe Água em SP tem a finalidade de mostrar como está a situação dos nossos rios e nascentes, o Ativista Ambiental Adriano Sampaio estuda e mapeia os rios de São Paulo, o trabalho começa com a escolha de uma bacia hidrográfica da cidade na intenção de identificar as nascentes e coletar informações sobre cada rio, normalmente ele percorre entre 10 e 20 km para conseguir encontrar as nascentes. A busca começa com a consulta de mapas e conversas com moradores antigos de cada região visitada, a fim de levantar dados sobre cada curso d’água.

“Se quisermos nossos rios de volta, temos que estar com este desejo, desde o cidadão comum até os grandes órgãos púbicos e ONGs”.

Mude conceitos, você pode e deve: ÁGUA SALGADA POTÁVEL, PICO DO GUARANI, CHICO MENDES, LEIS DA GRATIDÃO, VETERANAS DE GUERRA, MARIANA OU PARIS? A DOR É A MESMA…, ANA PRIMAVESI, ENGENHEIRA AGRÔNOMA.

Editado via celular.

Água, sua linda

Quanta água ainda temos? Vamos ter água amanhã? Quais os planos de longo prazo para nossos recursos hídricos?

A Aliança pela Água (coalizão de organizações da sociedade), com apoio da ong Bem-Te-Vi, estão por trás desse projeto. Água, sua linda

Nenhuma prioridade é maior que a vida. Que saibamos proteger a existência de cada ser com vida e nos engrandecer também com a beleza de cada olhar. Que a solidariedade seja maior. Água é vida, este é o lado que estamos. tumblr

MUDE CONCEITOS, VOCÊ PODE E DEVE: Existe Água em SP, PHOTOSHOP CC 2018 E MAQUETE ELETRÔNICA 3DS MAX 2018 E VRAY: FREE, Um grande contador de histórias, Quando será anova crise hídrica?!?, ÍNDIOS, POEMA, POESIA E SONETO, GHOST WRITER, NAARA BEAUTY DRINK!!, HUNGU, INICIE UM ABAIXO-ASSINADO, BURGUESIA (VERSION ME), INSTANTLY AGELESS ™, SEDE PASSANTES

Editado via celular.

A culpa é do Pedro!?!

“Não podemos culpar só São Pedro, os reservatórios que estão aí foram construídos na década de 50 e 60. Aumentou a população e continuamos com o mesmo número de reservatório, isso já não é suficiente. Se não chove, você entra em uma crise, porque você não tem água para abastecer a todos”, explica Tércio Ambrizzi à jornalista Marilu Cabañas, da Rádio Brasil Atual, é um dos autores presentes no Livro Branco da Água, que trata da crise hídrica e a seca de 2014 e 2015, no estado de São Paulo, organizado pelo pesquisador .

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) nega risco de nova crise hídrica e racionamento. Especialistas veem melhorias no sistema de abastecimento, mas falam que é preciso avaliar chuvas que começam em setembro e outubro.

01_crise-hidrica-sabesp-cantareira_luis-moura_estadao-conteudo_age20150626052

REPRESA ATIBAINHA, NA CIDADE DE NAZARÉ PAULISTA, NO INTERIOR DE SÃO PAULO, QUE INTEGRA O SISTEMA CANTAREIRA (FOTO: LUIS MOURA/ESTADÃO CONTEÚDO)
O Sistema Cantareira, maior reservatório de água da Região Metropolitana de São Paulo, que abastece cerca de 7,5 milhões de pessoas por dia, está em estado de alerta, isso ocorre quando a capacidade do reservatório fica abaixo de 40% e a vazão precisa ser reduzida de 31 mil litros de água por segundo para 27 mil litros por segundo.

De acordo com a empresa, foram 34 intervenções de pequeno, médio e grande portes realizadas para aumentar a segurança hídrica. As principais obras foram:

  • Interligação Jaguari-Atibainha, com transferências de 8,13 mil litros cúbicos por segundo do reservatório Jaguari, do rio Paraíba, para o reservatório Atibainha, do Cantareira, nesta quarta (1º);
  • Interligação Rio Grande para o Sistema Produtor Alto Tietê (SPAT), com transferência de 2,63 mil litros cúbicos por segundo da Billings para o SPAT, nesta quarta (1º);
  • Sistema São Lourenço, que amplia a oferta de água nova (é um novo sistema, não existia em 2014/15) tratada em até 6.400 litros de água potável por segundo, atendendo uma área que antes era abastecida principalmente pelo Cantareira – é uma quantidade de água a mais suficiente para abastecer toda a cidade de Curitiba. Bárbara Muniz Vieira, G1 SP, São Paulo

cantareira

O desmatamento na floresta amazônica é também diretamente relacionado a falta de chuva no país, devido ao fenômeno dinâmico dos “rios voadores” que leva umidade a várias regiões da América do Sul. O processo ocorre da seguinte forma:

  • O vapor de água formado nas águas tropicais do oceano Atlântico encontra-se e é alimentado pela umidade da floresta amazônica.
  • Toda essa umidade atravessa a Amazônia até encontrar o paredão da Cordilheira dos Andes.
  • Ali, uma parte da umidade transforma-se em chuva e alimenta nascentes de grandes rios, como o Rio Amazonas.
  • A outra parte, é direcionada para as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil, ocasionando as chuvas. Toda Matéria

“Com a possibilidade de maior ocorrência de eventos climáticos extremos, devido a intensificação das mudanças climáticas, temos que avaliar se temos capacidade adaptativa frente a tais eventos e quais são os gargalos que impedem que se atinja a segurança hídrica”, disse Bruno Peregrina Puga ao Nexo. Existe Água em SP

Mude conceitos, você pode e deve: Tráfico

, Robin Hulk, Inicie um abaixo-assinado, Empoderamento dos recursos, Mídia Ninja, Processo licitatório?, Symphony Of Destruction, O que, de quem?, OPERAÇÃO POLÍTICA SUPERVISIONADA, E você?, Ho’oponopono, Que tal um abajur?,

Um mundo com sede

La soif du monde (França 2013).

Documentário em /90’.

De Yann Arthus-Bertrand, Mars Stanimirovic e Jean-Yves Robin. O famoso cineasta Yann Arthus-Bertrand se interessa por um dos principais problemas para a sobrevivência de populações: a Água. Filmado em 20 países, o documentario revela o mundo misterioso de água, graças a imagens aéreas espectaculares, feitas em áreas inacessíveis e raramente filmadas.

Um mundo com sede HD LEGENDADO – DocsBR


Veja também: Águas de marçoPor que falta água?Água oxigenadaReign Over MeDe onde você vem?O que, de quem?O MISTÉRIO DO DISCO SUBMERSO NO BÁLTICO,

Editado via celular