Franck Caprio

Um juiz justo é o que todos esperam e foi o que fez Franck Caprio viralizar com um vídeo gravado em um tribunal americano.

O vídeo faz parte de um programa de televisão famoso nos EUA, Caught in Providence, que transmite os jugalmentos reais.

Francesco Caprio, conhecido como Frank Caprio, é o principal juiz municipal em Providence, Rhode Island e ex-presidente do Conselho de Governadores de Rhode Island, nos Estados Unidos.

Francesco ‘Frank’ Caprio was born in Providence, Rhode Island USA, on 23 November 1936 – his zodiac sign is Sagittarius and he holds American nationality. He is a lawyer, politician and the chief municipal judge of Providence, but who might be known best for his role in the reality TV series “Caught in Providence”. Robbie PetersonTheBiography 

Frank attended Central High School, and during those four years also worked various jobs, including being a shoe-shiner and a dishwasher. He was interested in sports, especially wrestling, and became a state wrestling champion in 1953 aged 16. Upon matriculating in 1954, Frank enrolled at Providence College from which he graduated with a Bachelor’s degree in 1958. He was also a member of the National Guard for six years (1954 – 1960).

Frank’s age is 84. He has short brown hair and brown eyes, his height is 5ft 8ins (1.73m) and he weighs around 150lbs (68kgs). As of January 2021, his net worth has been estimated at over $1 million.

Frank enrolled at Harvard University in 1984, and obtained his Bachelor’s degree in economics in 1988, and his Doctor of Law (JD) degree in 1991 from Suffolk University Law School.

As soon as he obtained his JD, Frank founded the Caprio Law Firm at which he has been a partner since.

He worked in the field of law for the following 15 years, and in 2006 became the Treasurer of State of Rhode Island, serving as the Chairman of State of Rhode Island Commission holding the position until 2010. In 2011, he became a partner at the Private Credit / Private Equity Chatham Capital Company, and has been working with them to this day.

In January 2020, Frank and his brothers founded the Caprio Brothers investment company, and have since been working together.

Frankze-se: O melhor prefeito do Brazil, CarnaDoria, juiz, mas não Deus!, Perdão, Dolly vai a luta, Demarcação de terras indígenas ou a MP 886!?!, Chico Mendes, Licitação Sustentável, No lugar da multa, um sorriso!, Na Rússia, os cães atravessam as ruas na faixa de pedestres.

Oh My Gog!

Quando um terremoto destrói sua loja e o seguro não cobre os danos, um lojista de Mumbai decide processar Deus. NoNetflix

Oh My God – 2012, 102h, 8minEstrelando: Akshay Kumar, Paresh Rawal, Mithun Chakraborty. Netflix

Mude conceitos, você pode e devePHOTOSHOP CC 2018 E MAQUETE ELETRÔNICA 3DS MAX 2018 E VRAY: FREEA CARTA DE DEUS À POPULAÇÃO DO BRASIL!LUMINESCE™DARWIN CADÊ VOCÊ?LOGUN EDÉGHOST WRITERNAARA BEAUTY DRINK!!, HORA DO CÓDIGOINICIE UM ABAIXO-ASSINADO, OLHA O CÉUINSTANTLY AGELESS ™ECO-GRAFITEANDROID 2016 – DESENVOLVIMENTO DE APPS (GRATUITO)

Dia do Advogado

O Dia do Advogado é celebrado em 11 de agosto em homenagem a criação dos dois primeiros cursos de Direito no Brasil: a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo; e a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco. Ambos os cursos foram criados por D. Pedro I, em 1827, em algumas regiões do país, os profissionais também comemoram o dia 19 de maio, Dia de São Ivo, padroeiro dos advogados.

Os estudantes de direito festejam o chamado “Dia da Pendura”, quando saem pelos restaurantes próximos da universidade, consomem e não pagam. Calendarr

A graduação, além de elemento básico e obrigatório, é somente o primeiro degrau de um uma escada íngreme de especializações, reciclagens e preparações. Isso tudo sem contar os fatores tecnológicos que são um desafio novo com o qual todos os operadores do Direto terão de lidar.
O descompasso entre o número de cursos existentes e aqueles que efetivamente atendem aos requisitos de excelência que consideramos imprescindíveis evidencia o panorama: uma parcela significa não tem compromisso com a qualidade do ensino, são uma armadilha para quem sonha em construir uma carreira sólida num mercado tão dinâmico. Sem falar nas assustadoras taxas de reprovação no Exame de Ordem, que evidenciam o despreparo dos bacharéis despejados todos os anos no mercado. Claudio LamachiaConjur
O advogado é, de acordo com o que emana da Constituição, indispensável à administração da Justiça. Desse modo, é evidente que este exerce função essencial para o bom funcionamento do Judiciário, na medida em que é ele quem encampa os direitos de toda a população, assim como se opõe aos eventuais equívocos e abusos de poder circunstancialmente ocorrentes. Gamil Föppel El HirecheConjur

Veja também: A importância do cafezinho, UM “DEVOGADO” E… DUS BÃO!‏, O BARBEIRO, Brasileiro Reclama De Quê?, Deixa eu Falar, Justiça de mierda, Por que estamos nas ruas, Scoring drugs

Relatório Figueiredo

“O brasileiro costuma assistir a filmes de Hollywood onde cauboís matam índios e acha bonito. O que o americano fez com os índios foi brincadeira em relação ao que foi feito aqui. Lá foi uma matança, aqui foi genocídio. Uma coisa nazista, hitlerista. E o brasileiro não tem consciência disso. Isso é uma coisa que o mundo precisa saber”, revolta-se o filho Jader Figueiredo Correia Júnior.

relatoriofigueiredo
museudoindio

Veja também: Santo Padre José de Anchieta, Urna fraudetrônica, Bandeirantes Modernos, Cinquenta Tons de Cinza, A história de sempre?, Eu, não, meu senhor, Ranking Políticos, Arena, Que País É Esse?, Eu sou Guarani Kaiowá, A verdade pode estar no ovo, Makota Valdina, X-Maus, Polícia 24 horas

Não Foi Acidente

bikebraco
bike_tallahassee
bikemotorista
“Todo mundo erra. Decidi perdoá-lo porque não adianta ter raiva da pessoa. Quanto mais raiva, mais mágoa eu vou ter dentro de mim e não vou ter chance de me recuperar. Eu perdoando vou ter a chance de ter o pensamento limpo e poder focar na minha recuperação. Isso [jogar o braço fora] é uma coisa que não se deve fazer com ninguém. É muito difícil saber que um pedaço do seu corpo não vale nada para outras pessoas”. David Souza dos Santos – Portal AZ

naofoiacidente
INICIATIVA POPULAR SOBRE CRIMES DE TRÂNSITO QUE ENVOLVAM A EMBRIAGUEZ AO VOLANTE, ASSINE a Petição!

Veja também: Quando Thor encontrou Wanderson, CAMPANHA NACIONAL DO DESARMAMENTO, Título de eleitor, Bike or die!, Estresse no seu corpo, PARE ou DIMINUA?, Outras formas, Evolução, 22 de todos os dias, Pedala Mundo!, Drive Thru, UOL, De Quem é a Culpa?, Brasileiro Reclama De Quê?, Página Da Notícia, Monte seu Fusca

PARE ou DIMINUA?

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em frente a uma viatura do BOPE.
Policial: – Boa tarde. Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Mas por que, policial?
Policial: – Não parou no sinal de PARE, ali atrás.
Advogado: – Eu diminui e como não vinha ninguém…
Policial: – Exato… Documento do carro e habilitação.
Advogado: – Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?
Policial: – A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se parar completamente. Documento e habilitação.
Advogado: – Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial: – Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado? O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra tudo quanto é lado, tapa, botinada… O advogado grita por socorro, e implora para pararem.
E o policial pergunta: – Quer que a gente PARE ou DIMINUA?
Advogado: – PARE!… PARE!… PARE!…
Policial: – Positivo… Documento e habilitação!

Veja também: Amigos do Freud, Advogados, Trânsito, amigo!, Monte seu Fusca, Incêndio, apenas 4° andar é salvo., A culpa é de quem!, Brasileiro Reclama De Quê?, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, Ficha Limpa!!!

UM “DEVOGADO” E… DUS BÃO!‏

Dizem que o “causo” aconteceu em Minas Gerais, em Ubá, cidade onde nasceu o genial compositor Ary Barroso…

Na cidade havia um senhor, cujo apelido era Cabeçudo. Nascera com uma cabeça grande, dessas cuja boina dá pra botar dentro, fácil, fácil, uma dúzia de laranjas…

Mas fora isso, era um cara pacato, bonachão e paciente.

Não gostava, é claro, de ser chamado de Cabeçudo, mas desde os tempos do grupo escolar, tinha um chato que não perdoava. Onde quer que o encontrasse, lhe dava um tapa na cabeça e perguntava:

– Tudo bão, Cabeçudo?

O Cabeçudo, já com seus quarenta e poucos anos, e o cara sempre zombando dele…

Um dia, depois do milésimo tapão na sua cabeça, o Cabeçudo meteu a faca no zombeteiro e matou-o na hora.

A família da vítima era rica; a do Cabeçudo, pobre. Não houve jeito de encontrar um advogado pra defendê-lo, pois o crime tinha, sim, muitas testemunhas e desdobramentos…

Depois de apelarem para advogados de Minas e do Rio de Janeiro, sem sucesso algum, resolveram procurar um tal de “Zé Caneado”, advogado que há muito tempo deixara a profissão, pois, como o próprio apelido indicava, vivia de porres…

Pois não é que o Dr. “Zé Caneado” aceitou realmente o caso? Passou a semana anterior ao julgamento sem botar uma gota de cachaça na boca…

Na hora de defender o Cabeçudo, ele começou a sua defesa assim:

– Meritíssimo Juiz, honrado Promotor, dignos Membros do júri…

Quando todo mundo pensou que ele ia continuar a defesa, ele repetiu:

– Meritíssimo Juiz, honrado Promotor, dignos Membros do júri…

Repetiu a frase mais uma vez e foi advertido pelo Doutor Juiz:

– Peço ao advogado que, por favor, inicie a defesa.

Porém, o Dr. “Zé Caneado” fingiu que não ouviu e repetiu:

– Meritíssimo Juiz, honrado Promotor, dignos Membros do júri…

Aí o Doutor Promotor interveio:

– A defesa está tentando ridicularizar esta Corte!

E o Doutor Juiz:

– Advirto ao advogado de defesa que, se não apresentar imediatamente os seus argumentos…

Foi cortado por “Zé Caneado” que repetiu em alta voz:

– Meritíssimo Juiz, honrado Promotor, dignos Membros do júri…

O Juiz não aguentou e desabafou:

– Seu moleque safado, seu bêbado irresponsável, está pensando que a Justiça é motivo de zombaria, é?
Ponha-se daqui para fora, antes que eu mande prendê-lo!!!

Foi então que o Dr. “Zé Caneado”, agora calmo e firmemente disse:

– Senhoras e Senhores jurados, esta Corte chegou até rápida demais ao ponto em que eu queria chegar…
Vejam que, de apenas repetir por algumas vezes que o Juiz é meritíssimo, que o Promotor é honrado e que os Membros do júri são dignos, todos aqui perderam a paciência, consideram-se ofendidos e me ameaçam de prisão… Então pensem – mas pensem mesmo – na situação terrível deste pobre homem que durante os seus QUARENTA ANOS – todos os dias da sua vida pacata, decente, honesta e fraterna – foi chamado de “Cabeçudo”, levando pancadas e mais pancadas na sua cabeça, ridicularizado sem piedade!!!

Cabeçudo foi absolvido e o Doutor Zé Caneado voltou a tomar as suas boas cachaça em paz…

”No Mundo sempre existirão pessoas que vão amá-lo pelo que você é; e outras pessoas que vão odiá-lo pelo mesmo motivo. Assim sendo…

ACOSTUME-SE!!!

Veja também: No gás, O Coxinha – uma análise sociológica, O Combate a Corrupção nas Prefeituras do Brasil, Deputados amputados, Verbo morrer