Teoria do Caos e Sistemas de Informação

A Teoria do Caos enfoca o comportamento dos sistemas dinâmicos que são inerentemente instáveis. Esses não manifestam comportamentos fixos, preditíveis. Seu comportamento é mais exatamente não linear e aperiódico. Sugere-se que a Teoria do Caos tem aplicação em sistemas de informação, nos casos de um sistema de informação em que os efeitos dentro da organização são freqüentemente impreditíveis e não intencionais. Neil McBride

José JÚLIO Martins TÔRRES – Web Site: http://www.juliotorres.ws – Blog: blogjuliotorres.blogspot.com

O analista atualizado coloca ênfase na dinâmica, variações ao longo do tempo, quer com dependência de trajetória, quer com retroalimentação. Observa as noções de aprendizado, adaptação e evolução com inovação ou ruptura. Dá importância à não linearidade, isto é, aos desvios, percalços ou complicações, apresentando outras escalas de descrição e análise, dada a redundância da escala 1:1 – “o mapa perfeito” (e inútil). Fernando Nogueira da Costa

Mude conceitos, você pode e deveHino Nacional em dialeto ticunaLUMINESCE™UM CARANGUEJO ELÉTRICOA RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!ROCKEFELLERNEVOOlhos AzuisRELATÓRIO FIGUEIREDOINSTANTLY AGELESS ™NÃO EXISTEM ÍNDIOS NO BRASILA TEORIA DE TUDOVIDACELL®SALA SÃO PAULORESERVE™ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS??JÁ NÃO ME SINTO EM CASA NESSE MUNDO

 

Panicat

O tema mudança sempre é um transtorno para os gatos. Quem tem gato sabe como eles odeiam qualquer alteração em sua rotina. Em caso de mudança de casa, seu bichano não terá muita opção a não ser se adaptar! Para que não seja tão estressante para ele, preparei algumas dicas:

1. Alguns dias antes da mudança deixe a caixa de transporte na sala de sua casa, com petiscos, cobertorzinho e brinquedos que ele goste dentro dela, para que não seja um ambiente tão estranho quando ele tiver de ficar confinado por algumas horas até a nova casa.
2. No dia da mudança, prenda seu gato em um cômodo da casa, com água, comida, caixa de areia etc., para que ele não fique no meio das caixas e do movimento. Cuidado redobrado para que ele não fuja!
3. Durante o transporte até a nova casa o gato deve ficar dentro da caixa de transporte, no carro, com você. Não o deixe ao sol ou próximo a uma janela totalmente aberta. Se a viagem for longa, não se esqueça de deixá-lo fazer suas necessidades no caminho.
4. Ao chegar à casa nova, coloque-o em um cômodo, com água, comida etc., para que se acostume aos poucos ao novo ambiente. Ele deve ficar trancado nesse cômodo por umas duas semanas. Durante este período, deixe-o explorar o novo ambiente por algumas horas sempre sob sua supervisão. Certifique-se de que não há nenhuma janela ou fresta para que ele saia por ela.
5. Esfregue delicadamente uma toalha em sua carinha felpuda e em seguida passe nos móveis para que ele sinta o cheiro dele no ambiente.
6. Se seu gato gosta de passear no quintal, deixe-o explorar esse ambiente após duas ou três semanas. Sempre com a sua presença. De preferência, deixe-o sem comer por 12 horas antes do passeio, para que esteja com fome quando chamá-lo de volta para sua refeição.
7. Não se esqueça de colocar uma coleirinha com seu nome e telefone, caso ele fuja ou se perca no novo bairro.
8. Por fim, tenha bom senso e veja como está se comportando no novo ambiente. Além de paciência, pois logo as coisas voltarão ao normal.

Dra. Luelyn Jockymann
Médica veterinária especialista no comportamento de gatos
luelyn@terra.com.br

testeanimal

Veja também: Remédio caseiro para controle de pulgas, Lixo! Eu?, Repelente de pescador, Remédio que cura qualquer doença, Outras formas, Cãovalo, Trator, The X-Files, Adoro essa parte da anatomia femimina., LEVITATION, Desinfetante ecológico, Pet é tudo de bom, FORDISMO??