Joshua Nichols e Luke Marston

Os pequenos grandes heróis dessa história são Joshua Nichols e Luke Marston, dois jovens que trabalharam dias inteiros para plantar dezenas de arbustos que vão salvar as abelhas. Vinicius Delmondes

bees-portada_00000-1200x642

A atual crise climática prejudica gravemente os insetos e outros animais polinizadores, está até afetando gravemente as espécies declaradas mais importantes do mundo: as abelhas, levando-as a um ponto realmente crítico.

Segundo estudo publicado pela Organização para Agricultura e Alimentação das Nações Unidas, 40% dos polinizadores do mundo estão em risco de extinção, principalmente borboletas e abelhas.

Joshua Nichols e Luke Marston decidiram convidar 100 pessoas para sua casa para propor uma ação a favor das abelhas.

Entre amigos, conhecidos e familiares, se espalharam por 30 locais diferentes da cidade de Newport News, entre eles parques, pátios, escolas e até jardins de museus para plantar e semear arbustos e flores que servem para a grande obra do abelhas e outros polinizadores.

Estos jovenes fueron los autores intelectuales del evento de siembra masiva y colectiva en su ciudad, incluso crearon su propio movimiento en pro de los polinizadores llamado Bee Byway. El Tierrero

You may notice several new flower beds from Huntington Park to Newport News Park. They are positioned between Warwick Blvd and the James River in both private and public green spaces. This change is part of a project of the community-based team of kids called The Ruling Robot Falcons. Virginia Living Museum

The Ruling Robot Falcons, are a Virginia State Champion FIRST LEGO League robotics team. The team consists of Joshua Nichols and Luke Marston,  homeschool students and friends from Newport News.

The Bee Byway is a pollinator corridor that connects isolated pockets of existing bumble bee and other native bee habitat in existing wild spaces from Huntington Park to NN Park and between Warwick Blvd and the James River. The Bee Byway adds floral resources and bolsters bee habitat in public and private green spaces to guarantee suitable habitat every one-third of a mile along this corridor.

The Bee Byway Plant Guide

Beeze-se: Corredores ecológicos urbanos & Brent’s Bee Corridor, Abelhas nos telhados de Paris, The Bee Is The Most Important Of The Planet, Brazilian Berry, How to Build a Bee Habitat, Honey Bees and Native Bees, Abelha, o ser humano mais importante do planeta, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz – UMAPAZ, As abelhas-azuis

Prefeitura e Segurança alimentar

O objetivo da prefeitura de Victória, no Canadá, é garantir a segurança alimentar das pessoas em um período de dificuldades econômicas e instabilidade. CicloVivo

Victória é uma cidade canadense famosa por seus jardins de flores. O clima favorece o cultivo de diferentes tipos de flores e a cidade é conhecida como a capital florida do Canadá, ou a “cidade jardim”. Natasha Olsen

Esta é a primeira vez, desde a II Guerra Mundial, que a prefeitura foca seu trabalho em ajudar os cidadãos a produzirem sua própria comida. O objetivo é garantir a segurança alimentar na cidade em um momento em que muitas pessoas estão com problemas econômicos, o valor dos alimentos está subindo nos mercados e alguns estoques de comida estão baixos.

De acordo com o site da prefeitura, a prioridade será dada a quem perdeu o emprego recentemente, população indígena, pessoas com imunidade baixa ou grupos de risco, famílias em situação de vulnerabilidade social e casos especiais que serão avaliados pela administração municipal.

Até o momento, a equipe de jardinagem municipal já disponibilizou 75 mil mudas para doação, num total de 17 espécies de vegetais: brócolis, alface, tomate, pepino, abobrinha, abóbora-menina, repolho, folhas de mostarda, acelga, couve, manjericão e salsa.

Durante a ação, os estudantes que trabalham com voluntários estão fazendo cursos de agricultura e aprendendo sobre as políticas de crédito agrário do país. A agricultura urbana e familiar é muito valorizada e uma série de medidas e protocolos da prefeitura estimula a população a produzir sua própria comida.

A cidade permite, por exemplo, a criação de galinhas e abelhas nos quintais, estimula a criação de hortas comunitárias, pomares, jardins em telhados verdes e tem um programa especial que patrocina o plantio de árvores frutíferas e de castanhas em espaços públicos. A venda de produtos cultivados em casa também é permitida e estimulada como uma ferramenta de melhorar a economia doméstica.

Perda de 25% no número de insetos

Os insetos são os mais variados e abundantes animais que existem, superando a humanidade em 17 vezes. O novo estudo combinou 166 pesquisas de longo prazo de quase 1.700 locais, determinando um declínio no número de espécies no mundo todo, até à data uma queda de 25% no número destes animais nos últimos trinta anos. Vivimetaliun

Vale notar que o número de insetos de água doce tem aumentado 11% a cada década, graças a ações para limpar rios e lagos poluídos. No entanto, esse grupo representa apenas 10% das espécies existentes e não poliniza culturas. Padrões de variação sugerem que os fatores em escala local provavelmente são responsáveis ​​por muitas mudanças nas tendências da população, fornecendo esperança para ações de conservação direcionadas. Science

A perda de insetos é causada por destruição de habitats, uso de pesticidas e poluição. O impacto da mudança climática ainda não é claro, embora existam exemplos locais que indiquem relações preocupantes.

Por exemplo, níveis maiores de dióxido de carbono estão reduzindo os nutrientes nas plantas e por consequência a abundância de gafanhotos nas pradarias do Kansas, nos EUA. Isso pode estar acontecendo no mundo todo – não sabemos. [TheGuardian]

 

Em um mundo mais quente, insetos famintos causarão maiores danos à agricultura, alertou um novo estudo publicado na revista científica Science.

O ataque de pragas às plantações responde atualmente por cerca de 10% das perdas de produção agrícola, mas se nada for feito para interromper a trajetória de aquecimento global, essa taxa pode aumentar até o final do século, prevê a pesquisa da Universidade de Washington, nos EUA. exame.

A explicação é simples: à medida que sobem as temperaturas aumenta a taxa metabólica e o crescimento populacional dos insetos problemáticos. Na linha de frente desse processo, encontram-se três culturas básicas – arroz, milho e trigo.

O estudo surge no momento em que vários governos no mundo estão se tornando menos tolerantes com o uso de pesticidas, ao mesmo tempo em que especialistas da natureza alertam para a redução do número de insetos polinizadores benéficos para as plantações, como as abelhas.

Os investigadores focaram-se nos artrópodes, que incluem os insetos invertebrados com exoesqueleto (esqueleto externo) e vários apêndices articulados, como gafanhotos, moscas e mosquitos, borboletas ou formigas e ainda aranhas, escorpiões e centopeias, comparando dados da década de 70, e concluíram que a biomassa destes animais tinha diminuído entre 10 a 60 vezes. Visagricola

Insetez-se: Barata de colo, Repelente de insetos, Abelha, o ser humano mais importante do planeta, Copaíba do Brazil!?!, Bicho pau, Conheça 13 maneiras de reaproveitar sobras e cascas de frutas e vegetais, Inseticida Natural contra lesmas e lagartas, Substituto de agrotóxico: eucalipto

Abelha, o ser humano mais importante do planeta

Sempre Questione

Estudos recentes mostram um declínio dramático no número de abelhas: quase 90% da população desapareceu nos últimos anos. Certamente também existem causas naturais, como predadores e vírus cíclicos que infelizmente (ou felizmente) fazem parte do grande “jogo da natureza”. greeMe

Outros fatores como o uso descontrolado de pesticidaso desmatamento e a falta de flores, todas as causas humanas. Portanto, estamos nos autodestruindo e não parece haver uma inversão de direção.

As plantas não podem se reproduzir sozinhas: elas precisam de um “sistema de transporte”, que a natureza delegou às abelhas (junto com os zangões e com a contribuição, embora menos importante, de outros insetos como as vespas). E sem a reprodução das plantas, a fauna logo morrerá e, portanto, nós também. Não é uma sentença apocalíptica: é a realidade.

Beeze-ze: Abelha poliverde, How to Build a Bee Habitat, BuzzzZERO, Comida de gente, Manual de Apicultura em Pequena Escala, Abelha Mãe, Abelhas nos telhados de Paris, The Bee Is The Most Important Of The Planet

The Bee Is The Most Important Of The Planet

The Apiculture Entrepreneurship Center of the Universidad Mayor (CeapiMayor) and the Apiculture Corporation of Chile (Cach) with the support of the Foundation for Agrarian Innovation (FIA), conducted a study where it was determined that bees are the only living being that it is not a carrier of any type of pathogen, regardless of whether it is a fungus, a virus or a bacterium. Physics And Astronomy Zone

Bees around the world have disappeared up to 90% according to recent studies, the reasons are different depending on the region, but among the main reasons are massive deforestation, lack of safe places for nests, lack of flowers, use uncontrolled pesticides, changes in soil, among others.
Bees around the world have disappeared up to 90% according to recent studies, the reasons are different depending on the region, but among the main reasons are massive deforestation, lack of safe places for nests, lack of flowers, use uncontrolled pesticides, changes in soil, among others.
A polinização é o transporte de pólen de uma flor para a outra. É através desse processo que as flores são fecundadas, dando início ao desenvolvimento de frutos e sementes. Ela pode ser feita pela água, pelo vento e por muitos animais, como borboletas e beija-flores. Mas o animal mais famoso pela capacidade de polinização – e é de fato o mais eficiente – é a abelha, pois é mais rápida, consegue voar em ziguezague e, após um tempo com a colônia instalada em certo local, consegue saber qual o melhor horário para coletar pólen (elas observam a flora próxima à colmeia e associam com a intensidade da luz do dia).

As abelhas são pequenas no tamanho, mas de uma importância gigante para toda a vida na Terra. Sem as abelhas, não perderíamos só o mel e os produtos agrícolas. A produção de animais para consumo humano também sofreria grandes perdas, já que esses bichos são herbívoros. A vida selvagem de uma forma geral sofreria sem elas: a vegetação seria drasticamente reduzida e, assim, a vida como um todo. eCycle

Palavras Perdidas: Manual de Apicultura em Pequena Escala, Comida de gente, Bandeirantes Modernos, Comida de tubarão, Vegeta, Carta da Terra, Abelha poliverde, Makota Valdina, Pare e pense, Na estrada havia uma pedra, Ervas medicinais, Abelhas nos telhados de Paris

Abelhas nos telhados de Paris

Começou na capital francesa, no início dos anos de 1980, e hoje já faz outras cidades da Europa. Há estudos que indicam que esta é uma cidade alternativa à produção rural, já que as colônias têm grandes taxas de mortalidade. Filomena Naves

Em 1982 a A Ópera de Paris tomou uma decisão de albergar colmeias no topo do seu edifício, com o propósito, e as coisas correram tão bem que a ideia pegou, as colunas multiplicaram nos telhados dos edifícios mais importantes da capital francesa, do Louvre ao Palácio da Bolsa, do Quai d’Orsay ao Hotel Savoy, por exemplo, de outros menos, e até anónimos. Certo é que o miel de Paris é hoje, na sua particularidade de produção em contexto urbano, um produto cobiçado gourmet.
Um Censo de 2017 apontou para a existência de mais de 700 colunas de melíferas nos telhados da capital francesa, e em outras cidades europeias, como Berlim, Bruxelas e Copenhagen.

A causa das tendências das abelhas não se completa, mas, na prática, acompanha um declínio generalizado dos próprios insetos que está bem documentado em países como uma Alemanha ou uma França – em Portugal Atinge os trabalhos de campo para a primeira lista vermelha dos invertebrados. Diário de Notícias

Grâce à la spécificité des fleurs parisiennes, le Miel de Paris a une saveur incomparable à d’autres miels. Au nez, une puissante et persistante senteur de cassis et de griottes macérées. En bouche, une belle rondeur avec une finale vive et fraîche.


Poetize-se: Manual de Apicultura em Pequena Escala, Mãe Abelha, Comida de tubarão, Vegeta, Carta da Terra, Carlos Marighella, Makota Valdina, Pare e pense, Na estrada havia uma pedra, Ervas medicinais, Abelha poliverde, Comida de gente