Batalha de Tejucupapo

batalha de Tejucupapo, ou batalha do Monte das Trincheiras como também é conhecida, deu-se no distrito de Tejucupapo da atual cidade pernambucana de Goiana, no contexto da segunda das Invasões holandesas do Brasil, entre forças neerlandesas e luso-brasileiras, em 24 de Abril de 1646. Wikipédia, a enciclopédia livre.

Nesta luta destaca-se o papel das mulheres da povoação para a derrota dos invasores holandeses. Graças ao seu empenho, ao lado dos homens do lugar, e usando como armas água fervente, pimenta, pedaços de pau, derrotaram cerca de seiscentos soldados, nesta que é considerada a primeira batalha em território brasileiro.

No lugar dos acontecimentos foi erguido, a poucos metros do povoado, um obelisco que traz a seguinte inscrição: “Aqui, em 1646, as mulheres de Tejucupapo conquistaram o tratamento de heroínas por terem, com as armas, ao lado dos maridos, filhos e irmãos, repelido 600 holandeses que recuaram derrotados”.

Em busca de comida, holandeses tentavam saquear a então vila de São Lourenço de Tejucupapo e escolheram o momento em que haveria poucos homens no local. Não esperavam que as mulheres estivessem organizadas e prontas para a luta.

“Apesar da tendência à glamourização do período holandês, foi uma época marcada por fome e violência. Ataques como o de Tejucupapo, para buscar comida, eram comuns. Por isso, no sentido bélico, o conflito ali não foi tão relevante num sentido geral da luta contra os holandeses, mas com certeza podemos dizer que abalou a moral das tropas, derrotadas por mulheres, e que tem impacto simbólico até hoje”, opina George Cabral, professor de história na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Vitor Tavares – BBC News Brasil em São Paulo

Por causa desse feito, todo último domingo de abril, dezenas de mulheres de Tejucupapo viram atrizes: sobem o Monte das Trincheiras, vestem uma roupa de época e vão para o campo de batalha. A encenação da batalha é a conclusão de uma semana de festividades de Tejucupapo. Para quem participa do teatro, a preparação vem de antes.

A primeira encenação de As Heroínas de Tejucupapo foi em outubro de 1993 e em 2020, o teatro completou a 25ª Edição (em dois anos, ele não aconteceu devido a problemas com políticos locais). A história contada foi mudando à medida que Luzia Maria lia livros de história, ouvia professores e a própria comunidade.

Todos os anos, o teatro da pequena comunidade vive de incertezas, muitas vezes sem financiamento de governo e empresas. Para 2020, o Grupo Cultural Heroínas de Tejucupapo tenta se firmar como Patrimônio Vivo de Pernambuco, um título dado pelo governo estadual que garante, além do reconhecimento público, um pagamento de R$ 3,2 mil mensais.

O painel se inspira na Batalha de Tejucupapo (1646), que ficou famosa pela participação vitoriosa das mulheres daquele vilarejo na luta contra os holandeses. Estude Grátis

Ze-se: Pensar as Resistências, Aprender com os Povos Indígenas, Índio? No Brazil? Nunca existiu?!?, Índio Educa, Mapa de Áreas de risco: informação para prevenção, Elisa de Oliveira Flemer e o Homeschooling, Água mata?

Story Of My Life

socialdistortion

Story Of My Life – Social Distortion

Well high school seemed like such a blur,
I didn’t have much interest in sports or
school elections
And in class I dreamed all day,
‘bout a rock ‘n’ roll weekend
And the girl in the front of the room, so close yet so far y’knowshe never seemed
To notice
In this silly school-boy crush
Wasn’t just pretend

Life goes by so fast, you only wanna do what you think is right
Close your eyes and then it’s past;
Story of my life

And I went down to my old neighborhood,
The faces have all changed, there’s no one left to talk to
And the pool hall I loved as a kid
Is now a Seven Eleven
I went downtown to look for a job,
I had no training, no experience to speak of
I looked at the holes in my jeans
And turned and headed back

Life goes by so fast, you only wanna do what you think is right
Close your eyes and then it’s past
Story of my life

And good times come and good times go,
I only wish the good times would last a
Little longer
I think about the good times we had
And why they had to end
So I sit at the edge of my bed,
I strum my guitar and I sing an outlaw
love song
I think about what you’re doin’ now
And when you’re comin’ back

Life goes by so fast, you only wanna do what you think is right.
Close your eyes and then it’s past;
Story of my life

Veja também: My Favourite Game, Steve’n’Seagulls, Uma camiseta do ramones incomoda muita gente, Voce Pode ir na Janela, Where Is My Mind, Incredibox, Nick Cave, Seven Ages of Rock, Pin-up

Lei Rouanet

A Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313, de 23 de dezembro de 1991), institui políticas públicas para a cultura nacional, como o PRONAC – Programa Nacional de Apoio à Cultura. Wikipédia, a enciclopédia livre.

LEI Nº 8.313, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1991.

lei-de-incentivo2

tabelaleirouanet

maria_bethania

Sistema de Apoio às Leis de Incentivo à Cultura (SalicWeb)

Enxergue mais: O PAÍS DA PIADA PRONTA!Impostômetro, Instituto Inhotim, Anestesia mental., Couro de livro, Aniversário da revolução de 1964, Projeto Pardo vs. Projeto Branco, O Senhor do Labirinto, Incredibox, Arte Fora do Museu, Quem paga o Carnaval!

Caso Para-Sar, o Atentado ao Gasômetro

Sergio_Miranda_de_Carvalho_e_Claudio_Villas-Boas
Caso Para-Sar, também conhecido como Atentado ao Gasômetro, diz respeito a um plano arquitetado em 1968 pelo brigadeiro João Paulo Burnier para desacreditar os terroristas de esquerda oposicionistas ao regime militar que então governava o Brasil. Consistia em empregar o esquadrão de resgate Para-Sar na detonação de explosivos em diversas vias públicas do Rio de Janeiro, atentados esses com potencial para provocar milhares de mortes e que seriam atribuídos a movimentos de esquerda. Na fase secundária da missão, o clima de caos proporcionado pelas tragédias seria usado para encobrir o sequestro e assassinato de quarenta figurões da política brasileira, entre eles Carlos Lacerda, Jânio Quadros e Juscelino Kubitschek.
O plano acabou abortado após a denúncia do oficial do Para-Sar Sérgio Ribeiro Miranda de Carvalho, que se recusou a cumprir as ordens de Burnier e levou o caso a seus superiores. Na sindicância resultante aberta pelo brigadeiro Itamar Rocha, 37 testemunhas comprovam a acusação. Burnier, no entanto, negou ter planejado o crime, sendo absolvido após o processo chegar aos gabinentes do ministério da Aeronáutica e da presidência da República. Itamar e Sérgio, por sua vez, acabaram afastados dos quadros da Aeronáutica. Wikipédia, a enciclopédia livre.
impostovoltandopovo

Veja também: Impostômetro, Convite à Filosofia, Sua segurança?, A Escalada do Monte Improvável, de Richard Dawkins, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Funcional Obsoleto, Pai (de quem) trocinio!, Procon divulga listas de empresas, REVENGE!, No gás, Porquê eu quis?, Eu, não, meu senhor, Economia de mercado, Mídia estão de luto

Mídia Ninja

ninja2-292x280Mídia NINJA (Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação), é um coletivo de mídia formado em 2011, conhecida pelo ativismo sociopolítico, declarando ser uma alternativa à imprensa tradicional. As transmissões são em streaming em tempo real, pela internet, usando câmeras de celulares e uma unidade móvel montada em um carrinho de supermercado, com a estrutura descentralizada e uso das redes sociais, especialmente o Facebook, na divulgação de notícias. Wikipédia, a enciclopédia livre.

Veja também: A onda, Medo?, Pai (de quem) trocinio!, Globo terrestre virtual, Princípio do ou nãoPor que estamos nas ruas, V de Vingança, Água mata?, Arena, Portal da Transparência, Território, Carta de um policial nos protestos de São Paulo, Inicie um abaixo-assinado, Quem é o povo?