Um ponto oito

Um ponto oitoPato Fu

Dentro do meu carro
A estabilidade
Me faz acreditar
Que está tudo bem
Tudo em seu lugar

E logo me esqueço
Tudo tem seu preço
Aumento a velocidade
E atravesso a cidade
Sem pensar
Sem pensar
Sem pensar

Em mais ninguém
A não ser em quem gosta de mim
Me esqueci numa curva que fiz
Tão veloz que o amor
Não morreu por um triz
Não morreu por um triz

Mas naquela estrada
Naquela madrugada
Acho que matei alguém
E no mesmo instante
Morri um pouco também

Fui até ao rapaz
Que ainda vivia
E vendo ele morrer
Sem saber o que fazer
Segurei sua mão fria

Vi que era pobre
Moço sem instrução
Cheirava a pinga barata
Uma aliança no dedo
Talvez fosse um ladrão

Ajoelhei-me ao seu lado
Me disse o atropelado:
Fiquei com a pior parte
De tudo o que é chamado
Civilização

Devolva este anel
Pra dona daquele bordel
Foi lá que eu roubei
Diga pro dono do bar
Que minha conta encerrei

Silenciou de repente
Gemeu como um cão
E sobre o asfalto quente
Seu sangue escorreu suavemente
Todo pelo chão

Olhei a cidade
Olhei pro meu carro
Voltei a correr
Pensei em fugir
Quis não mais viver

Quis não mais viver
Com mais ninguém
A não ser com quem gosta de mim
Me esqueci numa curva que fiz
Tão veloz que o amor
Não morreu por um triz
Não morreu por um triz

Olhei a cidade
Olhei pro meu carro
Voltei a correr
Pensei em fugir
Quis não mais viver
Quis não mais viver
Quis não mais viver

Pato Ze-se: Falando sobre Pato Fu, Caixa de sapato, Vida imbecil, Tudo mudar, As Aventuras de Raul Seixas Na Cidade de Thor, Um dia, um ladrão, Clarice, Clarices, Sobre O Tempo

Vambora

Vambora – Adriana Calcanhotto

Entre por essa porta agora
E diga que me adora
Você tem meia hora
Pra mudar a minha vida
Vem, vambora
Que o que você demora
É o que o tempo leva

Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Por que meu coração dispara
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
“Dentro da noite veloz”

Ainda tem o seu perfume pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
“Na cinza das horas”

adrianacalcanhotto

Veja também: Perto do Fogo, Lâmpadas fritas, Falando sobre Pato Fu, Infinito sustentável, Eu vou de bike, e você?, Arte Fora do Museu, Globo terrestre virtual, Santa Buceta, Brô Mc´s, Índias, Carta da Terra, FORDISMO??, Ana Primavesi, Engenheira agrônoma., Makota Valdina

Meu nome é Jonas

Título (Original): And Your Name Is Jonah (1979) – Drama
País: USA
Diretor: Richard Michaels
Atores: Sally Struthers; James Woods; Jeffrey Bravin
Notes: A deaf child is also regarded as having learning difficulties but his parents work hard to disprove this. Eventually he is taught sign language and is able to escape from his isolation.

O filme retrata a história de uma criança de nome Jonas e sua volta ao seio familiar, portador de deficiência auditiva de nascimento, é diagnosticado como deficiente mental e tratado como tanto em uma instituição para portadores de Síndrome de Down, até que um médico descobre que ele apenas não escuta, ou seja, é surdo.

Diante dos fatos, os pais os levam para casa e tentam iniciar uma rotina cotidiana com a inserção de Jonas no contexto em que vivem, porém a vivência é tumultuada devido à impossibilidade de comunicação e também das informações errôneas que um Instituto apresenta como uma alternativa para a cura de Jonas, a oralização.

O total desconhecimento e a profunda dor causada a família causa diversos transtornos e transformações na vida da família, a mãe busca modos de conhecer e interagir com o filho, com muita dificuldade ela consegue entender o mundo de Jonas e com a ajuda de outros surdos entende que seu filho tem outra forma de se comunicar, uma língua da qual seu mundo tem sentido.

O Decreto nº 3.298/99, categoriza a deficiência auditiva:
Níveis de perda Decibéis (dB)
– Surdez leve 25 a 40 dB
– Surdez moderada 41 a 55 dB
– Surdez acentuada 56 a 70 dB
– Surdez severa 71 a 90 dB
– Surdez profunda acima de 91dB

LEI Nº 10.436, DE 24 DE ABRIL DE 2002.

DECRETO Nº 5.626, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2005.

Veja também: Exercícios de Alongamento para as Mãos, Alzheimer, Adoro essa parte da anatomia femimina., FORDISMO??, Reign Over Me, Somos todos doadores, REVENGE!, Coleta seletiva de lixo, Hoje., Darwin cadê você?,