Ilha das Flores

ilha_das_flores_01

Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser jogado fora, o curta escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

Cartaz-Ilha-das-Flores

“Guerra é Paz; Liberdade é Escravidão; Ignorância é Força”. George Orwell

Veja também: Os cães, 1984!, Monte seu Fusca, Exu tranca-copa, Parabéns Néstle, Casa sustentável, Viabilidade???, Brasileiro Reclama De Quê?, Marx escreve uma carta de repúdio ao professor, Remédio que cura qualquer doença, Capa de disco com gatos.

Bandeirantes Modernos

Os sertanistas do Brasil Colonial, denominados bandeirantes, a partir do início do século XVI, penetraram nos sertões brasileiros em busca de riquezas minerais, sobretudo a prata, abundante na América espanhola, indígenas para escravização ou extermínio de quilombos.
A maioria dos bandeirantes eram formados por índios (escravos e aliados), caboclos (mestiços de índio com branco) e alguns brancos, que eram os capitães das bandeiras. (Wikipédia)

Veja também: Xeque Monte, A verdade pode estar no ovo, 35 verdades ditas sobre o Brasil, pelos olhos de um Turista, BBB por Antonio Barreto, Empoderamento dos recursos, Trator, Miniusina de energia, Porquê eu quis?, Saudação ao Sol, Ignorância e sucesso?, Quem paga o Carnaval!