Pai atende o telefone

Em um grupo do Facebook denominado  ‘Direitos Humanos Brasil’, uma jovem negra e homossexual – filha de uma mulher negra com um homem branco – resolveu tripudiar sobre todos os ‘homens brancos’ de maneira generalizadas. Jornal da Cidade online

Mude conceitos, você pode e deve:  MANUAL PLANTAS AMAZÔNICASLUMINESCE™LIVROS QUE ENSINAM AS CRIANCAS CUIDAR DO PLANETA, A RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!A INDÚSTRIA FARMACÊUTICA ESTÁ FORA DE CONTROLE?NEVOBATMÓVEL – INFOGRÁFICOMUTAÇÃOINSTANTLY AGELESS ™A QUARTA PAREDE!BESOURINHAVIDACELL®Three Little PigsRESERVE™TÁXI VS UBERDENTE DE LEÃO

Anúncios

Eneagrama: Os Centros

O Eneagrama é um arranjo 3 x 3 de nove tipos de personalidade em três Centros . Existem três tipos no Centro Instintivos, três no Centro Sentimental e três no Centro Racional. Don’t Forget to Be Awesome, Yourself!

A emoção dominante de cada Centro, cada tipo tem uma maneira particular de lidar com a emoção dominante de seu Centro.

  • No Centro Instintivo, a emoção é raiva ou ódio.
  • No Centro Sentimental, a emoção é vergonha.
  • No Centro Racional, a emoção é o medo.

Mude conceitos, você pode e deve:  MANUAL PLANTAS AMAZÔNICASLUMINESCE™ALFRED NOBEL, A RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!MOVIDA A ÁGUANEVOBicimáquinasMUTAÇÃOINSTANTLY AGELESS ™A QUARTA PAREDE!BESOURINHAVIDACELL®Three Little PigsRESERVE™NIKOLA TESLADENTE DE LEÃO

“Você pode ler isso aqui pra mim?”

“Você pode ler isso aqui pra mim?”

Esse vídeo é um compilado de alguns experimentos, feitos por diferentes pessoas em diferentes países. Quebrando o Tabu

Mude conceitos, você pode e deveHino Nacional em dialeto ticunaLUMINESCE™JOIN THE DNA JOURNEYA RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!MC SOFFIANEVOOlhos AzuisRELATÓRIO FIGUEIREDOINSTANTLY AGELESS ™NÃO EXISTEM ÍNDIOS NO BRASILBESOURINHAVIDACELL®VISIBILIDADE INDÍGENARESERVE™POBRE É “SUB-RAÇA”,  No Capão Redondo, ninguém sonha em ser médicoJÁ NÃO ME SINTO EM CASA NESSE MUNDO

Réveillon das Estrelas

Em “Reveillon das Estrelas”, a escrita da jovem poeta Carla Moura revela o desnudar de uma alma que anseia e busca, através do sonho e da própria poesia, o fascínio essencial da vida, sufocado e esquecido. Sua poesia mostra uma ambígua insatisfação. As estrelas, neste caso, são a completude singular e vital dos nossos sentimentos.

Sinto-me sozinha

Abandonada pelas estrelas

Que  moravam  ao  meu  redor…

Sinto minhas mãos  vazias

Das noites que eu não pude dar-te amor

 Autor: Carla Moura. Título: Réveillon das Estrelas. Editora Kazuá, 2017. MELL Publicações e Marketing

Enxergue mais poemas: LaranjasFragmentadora de histórias, Sangue frioMÃE GAIANAARA BEAUTY DRINK!!!EJU ORENDIVENEVO, HO’OPONOPONOPerdidoRELATÓRIO FIGUEIREDO, SurraSozinhoLUMINESCE™, GENTE INTELIGENTE, RESERVE™, Palavras Perdidas

Índios

 https://youtu.be/nM_gEzvhsM0

Índios – Legião Urbana

Cifra: Principal – Tom: G

 

Intro Primeira Parte 3x: G  D

Intro Segunda Parte: Am7  D11  Bm  Em  Am  D7  Bm  Em7

Primeira Parte:

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
        D11
Ter de volta todo o ouro

Que entreguei a quem
      Bm7
Conseguiu me convencer 

Que era prova de amizade
      Em
Se alguém levasse embora

Até o que eu não tinha

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Esquecer que acreditei 

Que era por brincadeira
     Bm7
Que se cortava sempre um pano de chão
    Em
De linho nobre e pura seda

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Explicar o que ninguém 

Consegue entender
            Bm7
Que o que aconteceu ainda está por vir
       Em
E o futuro não é mais 

Como era antigamente

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
    D11
Provar que quem tem mais 

Do que precisa ter
       Bm7
Quase sempre se convence 

Que não tem o bastante
 Em
Fala demais por não ter nada a dizer

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
            D11
Que o mais simples fosse visto

Como o mais importante
Bm7
    Mas nos deram espelhos 
   Em
E vimos um mundo doente

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
      D11
Entender como um só Deus 

Ao mesmo tempo é três
        Bm7
E esse mesmo Deus foi morto por vocês
        Em
Sua maldade, então

Deixaram Deus tão triste

Segunda Parte:

C  G7M/B        Am7
   Eu quis o perigo
           D/F#          G
E até sangrei sozinho entenda
   D/F#                    Em
Assim pude trazer você de volta pra mim
        C
Quando descobri que é sempre só você
          D11       G        D/F#
Que me entende do início ao fim

Em
   E é só você que tem 
   C
A cura pro meu vício de insistir
          D11
Nessa saudade que eu sinto
                F11+      G
De tudo que eu ainda não vi

(repete segunda parte da intro)

Terceira Parte:

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
       D11
Acreditar por um instante 

Em tudo que existe
     Bm7
E acreditar que o mundo é perfeito
       Em
E que todas as pessoas são felizes

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
   D11
Fazer com que o mundo 

Saiba que seu nome
   Bm7
Está em tudo e mesmo assim
    Em
Ninguém lhe diz ao menos obrigado

Am7
    Quem me dera ao menos uma vez
D11
    Como a mais bela tribo
Bm7
    Dos mais belos índios
     Em
Não ser atacado por ser inocente

Segunda Parte:

C  G7M/B        Am7
   Eu quis o perigo
           D/F#          G
E até sangrei sozinho entenda
   D/F#                    Em
Assim pude trazer você de volta pra mim
        C
Quando descobri que é sempre só você
          D11       G        D/F#
Que me entende do início ao fim

Em
   E é só você que tem 
   C
A cura pro meu vício de insistir
          D11
Nessa saudade que eu sinto
                F11+      G
De tudo que eu ainda não vi

Final:

C
  Nos deram espelhos 
                   F11+  G
E vimos um mundo doente
                             (final)
Tentei chorar e não consegui

Intro Primeira Parte:

Parte 1

     G
E|-3---3--------5-x-7-----------------------|
B|-0-0-------0----x-------------------------|
G|-0-0-----0-0--5-x-7-----------------------|
D|-5-----0--------x-5-----------------------|
A|--------------3-x-------------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓       ↓

Parte 2

     D            D11
E|-2---2-----0------------------------------|
B|---3----------3---3-----------------------|
G|-2-2-----2-0----0-------0-----------------|
D|-0------------4-4-----4-4-----------------|
A|-------0------5-----0---------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓            ↓       ↓

Intro Segunda Parte:

Parte 1   

     Am7
E|---3-2-3----3-2-3----3-2-3----3-2-3-------|
B|-----1--------1--------1--------1---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|------------------------------------------|
A|-0--------2--------3----------------------|
E|----------------------------3-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 2

    D11
E|---5-3-5----5-3-5----5-3-5----5-3-5-------|
B|-----3--------3--------3--------3---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|-----4--------4--------4--------4---------|
A|-5--------0--------5--------0-------------|
E|------------------------------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 3

     Bm
E|---7-5-7----7-5-7----7-5-7----7-5-7-------|
B|-----0--------0--------0--------0---------|
G|-----7--------7--------7--------7---------|
D|------------------------------------------|
A|------------------------------------------|
E|-7--------7--------7--------7-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 4

     Em
E|---7-5-7----7-5-7----7-5-7----7-5-7-------|
B|-----5--------5--------5--------5---------|
G|-----0--------0--------0--------0---------|
D|------------------------------------------|
A|------------------------------------------|
E|-0--------7--------0--------7-------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 5

     Am
E|---8-7-8----8-7-8----8-7-8----8-7-8-------|
B|-----8--------8--------8--------8---------|
G|-----0--------0--------0----0---0---------|
D|------------------------------------------|
A|-0----------------------------------------|
E|----------7--------8----------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 6

     D7
E|---8-7-8----8-7-8----8-7-8----8-7-8-------|
B|-----7--------7--------7--------7---------|
G|-----7--------7--------7--------7---------|
D|-0-----------------0----------------------|
A|----------0-----------------0-------------|
E|------------------------------------------|
       ↓        ↓        ↓        ↓

Parte 7

     Bm
E|--10-8-10---10-8-10---10-8-10---10-8-10---|
B|-----7---------7---------7---------7------|
G|-----7---------7---------7---------7------|
D|------------------------------------------|
A|----------9-------------------9-----------|
E|-7------------------7---------------------|
       ↓         ↓         ↓         ↓

Parte 8

     Em7
E|--10-8-10---10-8-10---10-8-10---10-8-10---|
B|-----8---------8---------8---------8------|
G|-----7---------7---------7---------7------|
D|------------------------------------------|
A|-7------------------7---------------------|
E|----------7-------------------7-----------|
       ↓         ↓         ↓         ↓

Primeira Parte:

Parte 1

     Am7
E|---0---3----5--x--3---3-------------------|
B|---1-----------x--1---1-------------------|
G|---0--------5--x------0-------------------|
D|---2-----------x--------------------------|
A|-0---2---x--3--x--------------------------|
E|---------x-----x----3---------------------|
     ↓                  ↓

Parte 2

     D11
E|------------------------------------------|
B|---3---3-3-3----3---3-3-3-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---4---4-4-4----4---4-4-4-----------------|
A|-5---0--------5---0-----------------------|
E|------------------------------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Parte 3

     Bm7
E|------------------------------------------|
B|---3---3-3-3----3---3-3-3-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---4---4-4-4----4---4-4-4-----------------|
A|-2------------2---------------------------|
E|-----2------------2-----------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Parte 4

     Em
E|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
B|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
G|---0---0-0-0----0---0-0-0-----------------|
D|---2---2-2-2----2---2-2-2-----------------|
A|-----2------------2-----------------------|
E|-0------------0---------------------------|
     ↓   ↑ ↓ ↑    ↓   ↑ ↓ ↑

Final:

Parte 1 (2x)

E|-3-------2---0--------------------------------------|
B|-0-0-0---------0-0---3---1-------0------------------|
G|---0-0---2---0-0-0---------0-0-------2---0----------|
D|---0-0---------0-0---4---2-0-0---0---0---0----------|
A|-----------x-----------x-----------x---x---x--------|
E|-3-----3---x-3-----3---x-3-----3---x-0-x-3-x--------|
     ↑ ↓         ↑ ↓         ↑ ↓       

Parte 2

E|-3-------2---0---------------------------3----------|
B|-0-0-0---------0-0---3---1-------0-------3----------|
G|---0-0---2---0-0-0---------0-0-------2---0----------|
D|---0-0---------0-0---4---2-0-0---0---0---0----------|
A|-----------x-----------x-----------x---x-2----------|
E|-3-----3---x-3-----3---x-3-----3---x-0-x-3----------|
     ↑ ↓         ↑ ↓         ↑ ↓

Observe mais: FÁTIMA, SÓ POR HOJEYES OU SISTEMA DE MELHORAMENTO DA JUVENTUDEFalando sobre Pato FuRESERVE™Tarde VaziaNAARA BEAUTY DRINK!!! Sexo seguro!VIDACELL®O Estado Laico, CADÊ OS ÍNDIOS QUE ESTAVAM AQUI?CARNAVAL É PERFEIÇÃO!INSTANTLY AGELESS ™Que País É Esse?

Hahaha… aos 59, 60, 61… que é isso?

One of the many dimensions of ME… An alien enjoying transiting on planet Earth as an Artist. Facebook.com/Yazemeenah

Yazemeenah Rossi é uma modelo e artista que, com os seus 61 anos que irradia  saúde e vitalidade, ela se alimentava exclusivamente com comida orgânica; utiliza óleo de colza no tratamento do corpo e do cabelo; faz uma esfoliação com azeite e açúcar uma vez por semana e come um abacate orgânico por dia… Maryworks

yazemeenah_rossi_la_abuela_mas_sexy_de_instagram_1

61 anos de Yazemeenah Rossi – Voltar a terra

Yazemeenah Rossi (Instagram) –  Actress/ photographer/ model/ self-portraiture/ story teller /Time Traveler/ Extraterrestrial enjoy transiting on planet Earth as Visual Artist✨www.Yazemeenah.com

Protagonismo indígena

Olá,

Gravado de forma espontânea, em menos de uma hora, com um celular e uma Handycam, o documentário em estreia Cordilheira de Amora II viaja pela mente fantástica de Carine, uma indiainha Guarani kaiowá de 9 anos, que transforma seu quintal em um universo rico de histórias e personagens inventados. Sua matéria-prima para criar computador, salão de beleza e até ponto de ônibus são tijolos quebrados, pedaços de móveis, lixo e muita imaginação.

À época da gravação, a diretora Jamille Fortunato frequentava a aldeia de Carine, no interior de Mato Grosso do Sul, para ensinar cinema aos seus moradores. O filme foi eleito em 2015 o Melhor Documentário em Curta-metragem no É Tudo Verdade, principal festival dedicado exclusivamente ao gênero do documentário na América do Sul.

Em destaque, quatro curtas que nos apresentam como algumas etnias indígenas enxergam o mundo, além de exporem a luta desses povos por protagonismo na sociedade e no audiovisual. Equipe Porta Curtas

ZAHY – uma fábula sobre o Maracanã

Priara Jô – Depois do Ovo, a Guerra (Leg. Português)

Pajerama

um Rei no Xingu de Helena Tassara

Esse vai de presente:

Índios Somos Nós

Mude conceitos, você pode e deveHino Nacional em dialeto ticunaLUMINESCE™BoitatáA RAINHA DE MAIONAARA BEAUTY DRINK!!!A evolução dos robôs.NEVOOlhos AzuisRELATÓRIO FIGUEIREDOINSTANTLY AGELESS ™NÃO EXISTEM ÍNDIOS NO BRASILBESOURINHAVIDACELL®VISIBILIDADE INDÍGENARESERVE™O ESCARAVELHO DO DIABOPlaca PioneerJÁ NÃO ME SINTO EM CASA NESSE MUNDO