You Can Tell Me

Tell me how you pass the hours.

That slanted smile,

does it hide shackles of pride

(I have mine too)

You are my obsession,

that intensity of pleasure

that can’t be restrained.

What I know of you

I’ve learned  through osmosis,

the taste of ozone like breathing air.

In worldly dreams I am wearing

lace and leather

waiting for you in a Parisian cafe

on a sultry side street.

Is there shame in what I am compelled to do? 

You can tell me.

art by Michael Garmash. House of Heart

Palavras Perdidas: Tornar-se adulto…, Poema, poesia e soneto, Receita de Ano Novo, Das vantagens de ser bobo, Um Homem Chamado Ove

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: