Era Chaves

A série é mexicana, El Chavo del Ocho, mas o público que não o troca por nada é brasileiro. RICARDO DELLA COLETTAEl País

Chaves, uma série que persiste há décadas na televisão aberta e que reuniu uma legião de fãs. Um programa que muitos dos próprios dirigentes da rede de televisão que o exibe consideravam “mal feito” e “brega”, mas que segue nas telinhas porque existe um grupo de fiéis espectadores que não o abandonam.

As transmissões de Chaves no Brasil começaram quando o SBT comprou um pacote de novelas mexicanas no qual estavam incluídos alguns episódios da criação de Bolaños. De acordo com Paulo Pacheco, jornalista especializado em televisão do UOL, apesar dos cenários de papelão e de uma produção que era considerada de baixa qualidade, um dirigente do SBT argumentou naquela ocasião que uma boa dublagem poderia tornar a série atrativa para o público brasileiro. Silvio Santos apoiou a ideia e desde então Chaves passou a ser parte da programação diária nas casas brasileiras.

Uma das muitas provas da popularidade de Chaves ficou evidente em 2005 quando, segundo Pacheco, a Globo fez uma primeira tentativa de adquirir os direitos da série para o Brasil. O preço que o SBT tinha que pagar para não perder Chaves era de 1,5 milhão de dólares (4,7 milhões de reais). Silvio Santos pagou.

Chaveze-se: Mitagens em Chaves, Amigo Chaves, AS BABUCHAS DE ABU KASEM, Koenigsegg and Pinchcliffe Grand Prix, Se você é jovem ainda

2 respostas para “Era Chaves”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: