Minhas mãos, não!?!

Nas ruas, no transporte público ou até na própria casa, há algumas inconveniências pelos quais todo cadeirante já deve ter passado. Obstáculos, como calçadas estreitas e banheiros não adaptados dificultam a rotina das pessoas que usam cadeiras de rodas.

A falta de acessibilidade é um dos principais problemas enfrentados por PCDs para se deslocarem diariamente, seja para trabalho, estudo ou lazer. São barreiras físicas e sociais que ferem a autonomia de quem utiliza cadeira de rodas como meio de locomoção.

Para usuários de cadeiras manuais, sujar as mãos pode ser algo tão natural quanto respirar. Ao manusear as argolas de propulsão, as mãos acabam tendo contato com as rodas, que podem acabar sujas dependendo do local onde o cadeirante está andando. Freedom

O problema pode ser muito maior dependendo do terreno, sujar as rodas com barro, lixo ou pior, fezes de animais. Infelizmente são problemas cotidianos e a melhor dica que podemos dar para lidar com isso, é carregar lenços umedecidos ou uma toalha, e claro levar situações como essa com bom humor.

Encarar essas situações na vida com positividade pode ser muito difícil, mas às vezes é a única solução. A esperança de um futuro melhor nunca deve morrer, pois querendo ou não, nossa sociedade está evoluindo para ser ainda mais inclusiva.

Mãoze-se: Tec Concursos, Motor elétrico para carros que pode ser instalado nas rodas dos veículos, TIMEOUT CONVIDA! | LOVE WILL TEAR US APART feat. MY LAST BIKE, Vovô Tech e outras aulas grátis para idosos, Brasil termina Parapan em 1º lugar e faz a melhor campanha da história, DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DAS ÁRVORES

Uma resposta para “Minhas mãos, não!?!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: