Borba Gato, em chamas.

O monumento, inaugurado em 1963, exalta o bandeirante acusado de homicídios e estupro de indígenas. Yahoo Notícias

No dia em que são realizadas manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), um grupo de 15 pessoas ateou fogo em uma estátua em homenagem ao bandeirante Borba Gato na avenida Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Jovem Pan

“Manuel de Borba Gato fez fama e fortuna na segunda metade do século 18 percorrendo os sertões brasileiros à caça de indígenas para escravizar. Era também um fugitivo da lei e contrabandista de ouro”, conta o historiador Laurentino Gomes.

“Era também fugitivo da Lei e contrabandista de ouro, acusado de matar dom Rodrigo de Castelo, fidalgo português administrador-geral das Minas”, diz o jornalista, autor da trilogias 1808, 1822 e 1889.

Borba Gato foi um dos mais importantes representantes das bandeiras expedições custeadas pela Coroa portuguesa para ocupar e explorar territórios no interior do Brasil.

“Em 28 de agosto de 1682, Borba Gato tinha se acobertado com seu bando na região do Rio das Velhas, em Minas Gerais. Em troca da localização das minas, o rei de Portugal não apenas anistiou o bandeirante como lhe cumulou cargos e honrarias. Num piscar de olhos, Borba Gato deixou de ser um criminoso fugido da lei e foi imediatamente promovido a fidalgo e guarda-mor das Minas de Caetés”, explicou o escritor em uma publicação feita no ano passado no Twitter.

O monumento aparenta não ter sofrido grande dano. Uma bandeira com os dizeres “Revolução Periférica” também foi estendida no local. Ontem (23),  o coletivo  divulgou um vídeo perguntando: “Você sabe quem foi Borba Gato?” em seu instagram.

Obra do escultor Júlio Guerra, que nasceu no bairro, a estátua faz homenagem ao bandeirante Borba Gato e foi inaugurada em 1963. São 10 metros de altura em concreto, com peso de 20 toneladas. Correio 24 horas

Assinada pelo artista plástico Júlio Guerra (1912-2001), a escultura com 13 metros de altura (incluindo o pedestal) levou seis anos para ficar pronta. 

Este não foi o primeiro ato contra o monumento. Em 2016, a estátua de Borba Gato foi atacada com um banho de tinta.

Grupo incendeia estátua de Borba Gato, na zona sul de São Paulo

Os bombeiros chegaram ao local por volta das 14h e deram início ao combate às chamas. “O fogo foi controlado em poucos minutos, mas a estátua ficou chamuscada e com algumas rachaduras na perna”, disse a fotojornalista Thais Haliski, que estava no local no momento do início das chamas. Brasil de Fato

Ze-se: Direito dos bandeirantes e para que servem as leis., Cãolho math, Ausonia Donato, entre outras., Um Caranguejo Elétrico, Bandeirantes Modernos, Cavalo louco, I AMazonia, Joaquim, O Brasil visto do Céu, O último Tanaru, Nenhuma gota a mais!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s