O colírio de Bald, poção de bruxa!

A fórmula do colírio de Bald (Balds eyesalve), continda em um antigo livro médico anglo-saxão. Uma fórmula de mil anos de idade para o tratamento infecções nos olhos talvez leve os cientistas a um novo caminho para lutar contra a resistência aos antibióticos, foi encontrada por Harrison na Biblioteca Britânica, em um dos primeiros textos médicos conhecidos em inglês antigo: o “Bald’s Leechbook”. Sputnik

livro medico anglo saxao antigo

A poção parece mesmo bruxaria: cebola, vinho, alho e bile bovina. E um artigo científico publicado na revista Nature Scientific Reports mostrou que a fórmula para o “colírio para os olhos de Bald”, conseguiu matar inúmeras bactérias, até mesmo algumas que eram resistentes a antibióticos, reportou o Gizmodo.

Researchers at the University of Warwick, Dr Freya Harrison, Jessica Furner-Pardoe, and Dr Blessing Anonye, have looked at natural remedies for the gap in the antibiotic market, and in the paper, Anti-biofilm efficacy of a medieval treatment for bacterial infection requires the combination of multiple ingredients’published in the journal Scientific Reportstoday the 28 July, researchers say medieval methods using natural antimicrobials from every day ingredients could help find new answers.

“Descobrimos que a potente atividade … do colírio ocular de Bald não pode ser atribuída a um único ingrediente e requer a combinação de todos os ingredientes para atingir a atividade total”, escreveram os pesquisadores.

Caption: The Balds Eyesalve mixture in the lab.  Credit: University of Warwick

O artigo de Freya Harrison e colaboradores, da Universidade de Warwick, mostra um método subestimado para alcançar novos bactericidas. Hoje inúmeros antibióticos não funcionam contra certas cepas de bactérias que evoluíram resistência aos medicamentos. Livros médicos medievais podem ser uma fonte incomum de novo medicamentos.

Building on previous research done by the University of Nottingham on using medieval remedies to treat MRSA, the researchers from the School of Life Sciences at University of Warwick reconstructed a 1,000-year-old medieval remedy containing onion, garlic, wine, and bile salts, which is known as ‘Bald’s eyesalve’, and showed it to have promising antibacterial activity. The team also showed that the mixture caused low levels of damage to human cells.

They found the Bald’s eyesalve remedy was effective against a range of Gram-negative and Gram-positive wound pathogens in planktonic culture. This activity is maintained against the following pathogens grown as biofilms:

1. Acinetobacter baumanii- commonly associated with infected wounds in combat troops returning from conflict zones.

2. Stenotrophomonas maltophilia- commonly associated with respiratory infections in humans

3. Staphylococcus aureus- a common cause of skin infections including abscesses, respiratory infections such as sinusitis, and food poisoning.

4. Staphylococcus epidermidis- a common cause of infections involving indwelling foreign devices such as a catheter, surgical wound infections, and bacteremia in immunocompromised patients.

5. Streptococcus pyogenes – causes numerous infections in humans including pharyngitis, tonsillitis, scarlet fever, cellulitis, rheumatic fever and post-streptococcal glomerulonephritis.

O colírio medieval inibiu as bactérias de maneira promissora, de acordo com o artigo, sem prejudicar as células humanas ou de camundongos o que mostra seu potencial como tratamento contra infecções.

All of these bacteria can be found in the biofilms that infect diabetic foot ulcers and which can be resistant to antibiotic treatment. These debilitating infections can lead to amputation to avoid the risk of the bacteria spreading to the blood to cause lethal bacteremia.

“Acreditamos que a descoberta futura de antibióticos a partir de produtos naturais poderia ser aprimorada através do estudo de combinações de ingredientes, em vez de plantas ou compostos isolados. Nesta primeira instância, achamos que essa combinação poderia sugerir novos tratamentos para feridas infectadas, como úlceras diabéticas nos pés e pernas.” Marcelo Ribeiro – Hypescience

In previous research Christina Lee, from the School of English at the University of Nottingham, had examined the Bald’s Leechbook, an Old English leatherbound volume in the British Library, to see if it really works as an antibacterial remedy. The Leechbook is widely thought of as one of the earliest known medical textbooks and contains Anglo-Saxon medical advice and recipes for medicines, salves and treatments.

Baldze-se: Cura diabetes?, Ervas, chás e sucos para limpeza natural dos rins, 19 ervas medicinais, Refrigerante, cerveja e a glicose, Gastronomia Funcional, Couve amigo, Saúde no pé, 20 ALIMENTOS FAZEM VOCÊ MAIS JOVEM!, Aplicativos para fazer chamada de vídeo, Jesus, O estranho!

Uma resposta para “O colírio de Bald, poção de bruxa!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s