O que podemos aprender com a gripe espanhola?!?

Acredita-se que a gripe espanhola tenha começado a se disseminar nos lotados campos de treinamento militar no front ocidental da 1ª Guerra Mundial. A guerra terminou em novembro de 1918, mas, quando os soldados voltaram para casa, levaram o vírus com eles. Estima-se que entre 50 e 100 milhões de pessoas tenham morrido emtre 1918 e 1920. BBC

A gripe espanhola se espalhou pelo mundo de forma mais lenta, especialmente por meio de navios e trens de passageiros, e não por aviões. Alguns lugares permaneceram meses ou até mesmo anos sem serem afetados.

No Alasca, uma comunidade na Baía de Bristol escapou da gripe quase incólume ao fechar escolas, proibir reuniões públicas e impedir o acesso à vila pela estrada principal.

Os idosos não eram tão suscetíveis, talvez porque tinham sobrevivido a uma cepa de gripe muito semelhante, que começou a se espalhar pelas populações humanas na década de 1830.

A gripe espanhola estimulou o desenvolvimento de sistemas de saúde pública em todo o mundo, à medida que cientistas e governos perceberam que as pandemias se espalhariam mais rapidamente do que no passado.

Para lidar com pandemias em ambientes urbanos, os governos teriam de mobilizar recursos como se estivessem em uma guerra, colocando em quarentena aqueles com sintomas da doença e mantendo os casos mais leves separados dos mais graves e limitando a circulação das pessoas.

As medidas de saúde pública que vemos sendo empregadas hoje em todo o mundo para conter a disseminação do novo coronavírus são um dos efeitos mais duradouros da gripe espanhola.

3 respostas para “O que podemos aprender com a gripe espanhola?!?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s