Yesterday

Nesta fábula na qual todas as pessoas, após um apagão de 12 segundos na Terra inteira, eliminaram da sua memória que existiu um grupo chamado The Beatles, assim como desapareceram uma famosa bebida e essas coisas que se fumam e que faziam parte aditiva da vida cotidiana. CARLOS BOYERO – El País

Yesterday é uma carta explícita de amor aos Beatles. Derrama doçuras a cada minuto, a cada referência, a cada música apresentada.


Os Beatles tomaram o mundo porque, explique como quiser, era o momento perfeito para a sua existência. O mundo (e os Estados Unidos) estava de braços abertos para a euforia inicial, abertos às experimentações, entregues às pirações estética-sonoras do fim. PEDRO ANTUNES – Rolling Stone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s