Coala, funcionalmente, extinto

A Australian Koala Foundation (AFK), afirma não existir mais do que 80 mil coalas vivendo na Austrália, o que define extinção funcional. A AFK, considera o desmatamento e as mudanças climáticas como os principais contribuintes para o desaparecimento da espécie. Giovane AlmeidaCiencianautas

(Créditos da imagem: Lone Pine Koala Sanctuary).

Acredita-se que os coalas (Phascolarctos cinereus) evoluíram no continente australiano durante o período em que a Austrália começou a se deslocar lentamente para o norte, separando-se gradualmente da massa terrestre antártica, há cerca de 45 milhões de anos.

Restos fósseis de animais semelhantes a eles foram encontrados datando de 25 milhões de anos atrás. À medida que o clima mudou e a Austrália se tornou mais seca, a vegetação evoluiu para o que conhecemos hoje como eucalipto, tornando-se a fonte de alimento desses marsupiais.

Antes dos primeiros europeus chegaram ao continente, por volta de 1788, milhões e milhões de coalas viviam nele. Todavia, ao longo dos últimos 230 anos, o impacto das atividades humanas, assim como a perda das florestas, reduziu a população de coalas a números alarmantes. Suzana Camargoconexão planeta

De acordo com a Australian Koala Foundation, por causa desse declínio dramático da população dos coalas, eles se tornaram “extintos funcionalmente”, ou seja, quando os números de uma espécie diminuem a um certo ponto, ela não consegue mais se reproduzir de maneira a garantir sua perpetuação. A segurança e variação genética ficam comprometidas, já que o acasalamento, muitas vezes, ocorre entre “parentes” muito próximos.

Os coalas selvagens só existem em quatro dos seis Estados da Austrália: Queensland, Nova Gales do Sul, Vitória e Austrália do Sul. Margarida Martins Olhar Animal

Por favor, assinem a petição ao governo australiano para a proteção dos coalas ameaçados.

Fonte: Setúbal na Rede (Portugal) / mantida a grafia original

Poetize-se: ROBÔ EM BUSCA DE LIBERDADE, Extintor Humano!!, PHILIP K. DICK, CLAUDIA ANDUJAR: A LUTA YANOMAMI, ECONOMIA DE MERCADO, Emergencia Lingüística, Veteranas de guerra, Baobá, HUMANS, O EXTERMINADOR DO FUTURO: GÊNESIS

Uma resposta para “Coala, funcionalmente, extinto”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s