Arango, cura câncer?!?

Vídeo: ARANTO – PLANTA QUE CURA CANCER, COMO USAR

O aranto (nome popular da kalanchoe daigremontiana) é uma planta ornamental divulgada no universo online como suposto tratamento para o câncer, conhecido também como “mãe de milhares”, o aranto é nativo da África, mas se adaptou facilmente ao clima brasileiro, onde também é encontrado. Trata-se de uma kalanchoe, uma espécie de planta suculenta que vive bem em regiões tropicais e subtropicais. Elas são utilizadas pela população da África e das Américas no tratamento de infecções e inflamações.

Só que existem poucos estudos confiáveis sobre as propriedades farmacológicas da família. A maioria é feita in vitro, ou seja, com células isoladas.

“As pesquisas não chegaram na fase clínica, que testa os efeitos terapêuticos em seres humanos”, aponta o biomédico João Ernesto Carvalho, diretor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual de Campinas, no interior de São Paulo, e membro da Câmara Técnica de Fitoterápicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Chloé Pinheiro

Fonte: Gaúcha ZH
Aranto (Kalanchoe daigremontiana) é uma planta nativa da ilha de Madagascar, na África, pertencente à família das suculentas (Crassulaceae), que foi trazida para a América pelos negros escravizados. Ela é encontrada facilmente na América do Sul, especialmente na Amazônia, mas tanto o uso quanto os estudos para o tratamento de doenças como o câncer é mais frequente em países como Argentina, Colômbia e Paraguai.

O aranto também serve para curar doenças de pele, lesões, feridas, gangrenas e hemorragias. Isso porque ele também é considerado um anti-inflamatório e adstringente, podendo ser usado ainda para tratar reumatismo, hipertensão, cólica renal, febre e diarréia, devido ao seu efeito sedativo, diz-se ainda que ajuda a tratar problemas psicológicos, como por exemplo a esquizofrenia, síndrome do pânico e depressão.

Para todos os casos mencionados acima é importante procurar primeiro uma opinião médica para depois iniciar com um tratamento complementar. greenMe

Fonte: greeMe

As plantas são usadas, frequentemente, pela população para o tratamento e cura de alguns tipos de doenças, a análise do extrato bruto aquoso (EBA) das folhas secas do Aranto, cultivado no Campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e os testes Fitoquímicos mostraram a presença dos metabolitos secundários fenóis, catequinas, flavonas e esteroides. As frações em diclorometano (FRD) e metanol (FRM) analisadas por HPLC-DAD, apresentaram perfil característico de compostos fenólicos e flavonoides.

Os resultados dos testes Fitoquímicos realizados com o extrato aquoso das folhas secas da planta Aranto e a análise cromatográfica por HPLC-DAD, das frações FRD e FRM, foram satisfatórios e promissores, pois de posse destes, podemos dar continuidade a pesquisa no sentido de fornecer, através de métodos científicos complementares, dados que justifiquem seu uso na medicina popular. Mendonça, C.J.S.M. (UFMA) ; Ribeiro, D.G. (UFMA) ; Pires, T.P.R.S. (UFMA) ; Prazeres, G.M.P. (UFMA) ; Maciel, A.P. (UFMA) ; Silva, F.C. (UFMA) – ABQ (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE QUÍMICA)

O aranto é bem conhecido por brotar espontaneamente, é muito fácil para se espalhar e, por isso, muito fácil para encontrar. Caso more ou vá para cidades pequenas, é possível que encontre facilmente alguém que tenha conhecimentos para reconhecê-la ou até mesmo saiba como cultivá-la.

Tenha atenção para sempre que for consumir chás de qualquer planta, só o faça depois de ter a certeza que escolheu a espécie correta, para não correr riscos de intoxicação. Portal Cultura

Fonte: Muito Chique

Avaliação da Atividade Antiúlcera de
Kalanchoe pinnata (Lam.) Pers (Crassulaceae). Versão corrigida da Dissertação conforme Resolução CoPGr 5890. O original encontra-se disponível no Serviço de Pós-Graduação da FCF/USP. Flávia Carvalho Sobreira

Benefícios do aranto:

Recomenda-se também não ultrapassar a ingestão total diária de 5 gramas da planta para cada quilo de peso da pessoa que irá consumi-la, pois doses maiores que essa podem ser tóxicas.

O aranto também não deve ser consumido por grávidas. DicasOnLine

Mude conceitos, você pode e deve: Adoro essa parte da anatomia femimina., Suco de limão e Bicarbonato, Doenças degenerativas, Limão: alcalino x ácido, FORDISMO??, Projeto Divas, Chás que Ajudam a Emagrecer, Graviola, Sexo seguro!, vidacell®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s