Aranha azul elétrica, besouro aquático e mais 30 novas espécies descobertas na Amazônia

O zoólogo Andrew Snyder fazia parte de uma expedição que passou o mês de março de 2014 investigando todas as formas de vida encontradas no Parque Nacional Keieteur, região amazônica de Guiana, país vizinho do Brasil. Sua especialidade é répteis e anfíbios, mas por um evento de sorte, foi o responsável pela descoberta de uma nova espécie de aranha. LUIZ FELIPE SILVA
O relatório final publicado pela Global Wildlife Conservation e parceria com a WWF lista pelo menos 30 novas espécies que possivelmente jamais tenham sido catalogadas pela ciência até então, todas elas típicas da Amazônia da Guiana.


Specifically, as the herpetologist for the Biodiversity Assessment Team, a joint conservation research team through Global Wildlife Conservation and World Wildlife Fund-Guianas, I am tasked with surveying for amphibians and reptiles during our rapid inventories.


A área explorada pelos pesquisadores abriga animais como o jaguar, o galo da rocha, a mini-rã dourada, provavelmente da espécieAnomaloglossus beebei , e o javali de lábio branco, além do possível exemplar da espécie Stefania evansi (foto). BBC

Editado via celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: