QI: a história de uma farsa

QI: a história de uma farsa. TV Escola

“Q.I.”, duas letras que podem esconder ideologias preocupantes. Aqueles que acreditam que o teste poderia ser inato acabam usando isso para classificar as pessoas. mi.tv

O sistema em que se baseiam os testes de QI, por não considerar essa variedade de “inteligências”, não poderia trazer resultados abrangentes o suficiente.

De acordo com o estudo feito por Hampshire e seus colegas, há pelo menos três componentes que influenciam a inteligência de uma pessoa: memória de curto prazo, capacidade de raciocínio e aptidão verbal. hypescience

Rick Sanches na série Rick and Morty de humor ácido, é o homem mais inteligente do mundo e nem por isso é o mais feliz. Apesar de sua história ser ficcional , existem exemplos de pessoas assim em nosso mundo, William Sadis seria o mais próximo que teríamos do personagem de Justin Roiland e Dan Harmon. O homem que teve seu QI estimando entre 250 e 300 pontos, sendo assim considerado a pessoa mais inteligente do mundo. Fatos Desconhecidos

Mude conceitos, você pode e deve: Relatos Salvajes, LUMINESCE™, THE IMITATION GAME, A RAINHA DE MAIO, NAARA BEAUTY DRINK!!!, 15 robôs icônicos do cinema, NEVO, BATMÓVEL – INFOGRÁFICO, MUTAÇÃO, INSTANTLY AGELESS ™, A QUARTA PAREDE!,BESOURINHA, VIDACELL®, Three Little Pigs, RESERVE™, O ESCARAVELHO DO DIABO, TURA SATANA, JÁ NÃO ME SINTO EM CASA NESSE MUNDO

Editado via celular.

Uma resposta para “QI: a história de uma farsa”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s