Ascese, de Nikos Kazantzákis

“Vimos o círculo superior das forças turbilhonantes. A esse círculo denominamos Deus. Podíamos dar qualquer outro nome que quiséssemos: Abismo, Mistério, Escuridão Absoluta, Luz Absoluta, Matéria, Espírito, Última Esperança, Última Desesperança, Silêncio.

Mas o denominamos Deus, porque apenas esse nome, por razões imemoriais, abala profundamente o nosso âmago. E esse abalo é indispensável para tocarmos corpo a corpo, além da razão, a terrível essência.” Plano Crítico

Mude conceitos, você pode e deve: Cospe logo!, Estrito cumprimento do dever, Não Foi Acidente, Comida de gente, Michael Moore, Eu sou o meu Deus., Não Foi Acidente, Ser ou não ser., Jesus Negão, Somos todos doadores, Santa Buceta, A verdade pode estar no ovo, A tua mente, Amor do pai

3 respostas para “Ascese, de Nikos Kazantzákis”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s