Os índios nos gibis.

https://sociedadedoquadrinho.wordpress.com/2015/12/10/dia-internacional-dos-povos-indigenas-os-indios-nos-gibis/

Hoje 10 de Dezembro é o Dia Internacional dos Povos Indígenas, pensando nessa data comecei a lembrar dos personagens que tem etnias indígenas nos quadrinhos e não são poucos não, os índios estão muito bem representados, desde quadrinhos de velho oeste até super herois.

Confiram logo abaixo alguns personagens clássicos que marcaram e ainda marcam presença nas HQ’S.

PÁSSARO TROVEJANTE

Pássaro Trovejante (Thunderbird em inglês) é o codinome de John Proudstar nascido em uma tribo Apache em uma reserva em Camp Verde, Arizona. Como um adolescente, Proudstar descobriu que ele possuía a capacidade mutante de sentidos sobre-humanos, força, velocidade, resistência e força. ,  foi um dos mutantes recrutados por Ciclope e Charles Xavier com o intuito de integrar os Novos X-Men, que salvariam a equipe original, Garota Marvel, Fera, Homem de Gelo e Arcanjo da ilha viva de Krakoa, que estava drenando suas energias. Vitorioso nessa missão, Proudstar prosseguiu com os X-Men, até ser morto em sua segunda aventura, num combate aéreo contra o vilão Conde Nefária. James Proudstar, seu irmão caçula, dotado de super-força e resistência iguais às do irmão, integrou os Satânicos e a X-Force, com os codinomes Pássaro Trovejante II e Apache respectivamente.

BRAVE STAR

BraveStarr é  um índio americano, que pode invocar os poderes dos “animais-espírito”. Adicionalmente, usa como armas pistolas laser.

Os poderes dos “animais-espírito” são:
Olhos de Falcão: Permite enxergar a grandes distância
Ouvidos de Lobo: Super-audição
Força do  Urso: Super-Força
Velocidade do Puma: Super-Velocidade

BraveStarr tem como parceiro um alienígena com aparência de cavalo cibernético, que consegue falar e ficar sob duas patas. possui como arma um rifle de energia que chama de Sarah Jane.
Saiu em série mensal em formatinho pela Editora Abril em 1988.

AMERICAN EAGLE

Águia Americana é um super-herói  da Marvel Comics.

Ele apareceu pela primeira vez na revista Marvel Two-in-One Annual #6 (Outubro de 1981). Criado por Doug Moench e Ron Wilson. Seu verdadeiro nome é Jason Strongbow e ele pertence a tribo Navajo. Em sua primeira história ele lutou contra o Garra Sônica ao lado de Ka-zar.

FORGE

Forge é uma personagem do universo  X-Men da Marvel Comics. Foi criado pelo escritor Chris Claremont e pelo artista John Romita.

Forge é um índio Cheyenne que aprendeu a controlar um considerável poder místico com Nazé, o xamã da tribo. Além disso tem a capacidade mutante de, tecnomentalmente, projetar e construir qualquer tipo de aparelho ou equipamento, o que faz com que possua uma inteligência fora do comum e uma de suas mãos é tecna-transmorfa, ou seja, pode se transformar em qualquer ferramenta ou objeto tecnológico.

MOONSTAR

Moonstar é uma mutante que anteriormente tinha uma habilidade psiempática para criar imagens tridimensionais dos conceitos visuais de dentro da mente de si mesma e aos outros. Seu talento permitiu-lhe manifestar as emoções das pessoas como ilusões realistas.

Danielle Moonstar cresceu feliz com seus pais até seus 10 anos. Até que passou a ter pesadelos, ela não sabia mas estava sonhando os maiores medos das pessoas. Em uma noite, um desses pesadelos mostrou a morte de seus pais e logo em seguida eles desapareceram nas montanhas. Acreditando em suas mortes, Dani passou a sonhar que tinha que se vingar derrotando o Urso Espiritual, um assustador Urso gigante que ela acredita ser o assassino de seus pais. Nos 5 anos seguintes, foi criada pelo seu avô, um chefe e xamã cheyenne chamado Águia Negra, vivendo em paz e descobriu um outro dom seu: Sua forte empatia com os animais.

Como os sonhos da neta continuavam a se manifestar, Àguia Negra contatou seu velho amigo, o Professor Charles Xavier, para que ele treinasse Danielle,

SILVER FOX

Raposa Prateada é uma personagem da Marvel,foi amante do Wolverine.

ayla Silverfox, a Raposa Prateada, era membro de uma tribo indígena conhecida como Blackfoot. Por volta de 1910 ela se apaixona pelo mutante chamado Logan e divide com ele uma cabana em uma remota comunidade no Canadá. Outro integrante dessa comunidade, é  chamado  de Dentes de Sabre. Em um determinado momento, Dentes-de-Sabre ataca  Raposa Prateada, aparentemente raptando-a e levando-a a morte.

TUROK

Turok é um indígena  dos quadrinhos, o filho da Idade da Pedra).

 Turok era um nativo americano Pré Colombo o qual, junto a seu irmão Andar, eram caçadores num vale isolado (conhecido como “Vale Perdido”) habitado por dinossauros, chamados em sua linguagem de “honkers”. Outros inimigos são tribos de homens das cavernas. Em suas lutas, Turok e o irmão fazem uso de seus conhecimentos de flechas envenenadas e domínio do fogo que guardam em segredo dos habitantes primitivos.

JACK TIGER

Jack Tigre é um índio navajo de poucas palavras e é o parceiro mais sério de Tex. No decorrer das aventuras, é comum vê-lo se expressar com seu monossilábico “ugh”, o qual assume os mais diversos significados, dependendo do contexto.

Irmão de sangue de Tex e representado nos quadrinhos com cerca de 40 anos, com olhos e cabelos negros, Jack Tigre é também um exímio explorador, capaz de descobrir a pista mais remota, deixada por quem quer que seja. Grande caçador e profundo conhecedor das tradições de seu povo, foi Tigre (como é também conhecido) o instrutor do filho de Tex,  Kit Willer, ensinando a este com maestria o uso do arco e flecha, as primeiras lições no uso do colt e todos os truques utilizados pelos índios na hora do perigo.

Um índio que “fala pouco, mas age muito”.

LILYTH

Lírio Branco é a tradução do nome indígena de Lilyth, filha de Flecha Vermelha, o grande chefe de todas as tribos navajos. Foi ela que salvou Tex da morte quando este fora capturado pelos navajos e, já amarrado ao poste dos martírios, encontraria uma morte certa e terrível. De acordo com as tradições do povo navajo, depois de interceder em favor do prisioneiro, haveria o pacto de sangue, cerimônia indígena que representa o casamento e assim foi feito em O Pacto de Sangue, Tex casou-se então com Lilyth e, o que era apenas uma tentativa de livrar um homem branco da morte, transformou-se em pouco tempo em um amor sincero e verdadeiro. Lilyth deu a Tex o filho Kit Willer, Entretanto, Lilyth morre tragicamente no episódio mais triste da saga texiana. Na ocasião, uma epidemia de varíola causada intencionalmente assolou a tribo, dizimando centenas de navajos. Tendo perdido a mulher amada, Tex vinga a sua morte muitos anos depois

COCHISE

Cochise é o chefe indígena de maior expressão nas aventuras de Tex, e considera Águia da Noite e Cabelos de prata como irmãos de sangue. Nas histórias de Tex, Cochise é apresentado inicialmente como um grande e corajoso guerreiro em busca de escalpos, fama e glória, mas com o passar do tempo, o grande chefe alcança a sabedoria, enterra a machadinha de guerra e passa a lutar pela paz entre o povo apache e os homens brancos.

CHEFE APACHE

 Chefe Apache era adolescente quando foi salpicado por um pó mágico por um curandeiro de sua tribo indígena, quando os dois foram atacados por um urso. O pó não só lhe deu o poder de aumentar seu tamanho e força, mas também aumentou a sua bravura 50 vezes. Ao falar a palavra “Eh-neeek-chock” (“Big Man”), Chefe Apache poderia crescer para tamanhos ilimitados.

TONTO

Tonto, o fiel companheiro e amigo de The Lone Ranger, é da tribo potowatomi, Tal nome estranho significa “fazedores de fogo”, para lembrar a época remota em que se separaram dos Ojibwaya para fazerem sua própria fogueira do conselho, ou seja, se estabeleceram como tribo separada.

Embora filho do chefe, Tonto acompanhava a mãe em sua tarefa: colher o alimento principal da tribo, o arroz silvestre. Mal começou a andar, passou a acompanhar o pai no conselho da tribo e foi com ele que aprendeu tudo que sabe: ler uma pista, disparar uma flecha, etc.  Como os potawatomi eram hábeis remadores e nadadores, Tonto logo aprendeu a deslizar na canoa de casca de árvore do pai, para caçar e pescar. Mas a fogueira do conselho dos potawatomi se apagou e Tonto é agora o último de sua outrora orgulhosa tribo, dizimada por um ataque dois índios sioux.

BORA E UPA

Bora reside na terra sagrada de Karin, em um aldeia na base da Torre do Mestre Karin,Bora é o pai de Upa o menino indígena que Goku conheceu durante sua aventura com a Red Ribbon.

ShowImage

FLECHA LIGEIRA

Flecha Ligeira, “o famoso índio branco” Surgiu em um programa de rádio em 1948, que contava a história de um órfão comanche que se criou entre os brancos. Quando cresceu, usava a identidade secreta de Steve Adams.

PAPA CAPIM

Papa Capim é um personagem de quadrinhos criado por Maurício de Sousa, protagonista da Turma do Papa-Capim. Com um nome inspirado no pássaro Papa-capim-capuchinho, é um jovem nativo brasileiro – um “curumim”, no termo tupi-guarani frequentemente usado – que reside na Floresta Amazônica. Tem um amigo chamado Cafuné e a namorada Jurema. Usa uma tanga vermelha, é do signo de Câncer, gosta de caçar e pescar, e cultiva as lendas e a cultura dos índios. Luta pela preservação da floresta, combatendo desmatadores e caçadores ilegais, e a defendendo das queimadas, das fábricas, dos pastos e protegendo o planeta do aquecimento global.

Ainda podemos citar esses personagens brancos que foram criados como índios ou que defendem a ideologia indígena vivendo como um nativo verdadeiro!

APACHE KID

Apache Kid é um personagem fictício do Velho Oeste americano que apareceu nos quadrinhos da  Marvel, a maior parte nos anos de 1950.
A criança caucasiana Alan Krandal cresceu com o chefe Apache Falcão Vermelho e esposa, após ficar órfão. Ao se tornar adulto, o órfão adotou a identidade civil de Aloysius Kare, retirando sua pintura de guerra para lutar contra brancos e índios fora-da-lei, geralmente protegendo grupos de pessoas. O capitão Bill Gregory de um forte militar vizinho é seu irmão de sangue e também respeita os conselhos do ancião Falcão Vermelho. Ao contrário de outros quadrinhos de faroeste da época, Apache Kid geralmente mostrava os índios americanos num mesmo plano com os brancos, e fazia distinção entre as vários tribos.

MÁGICO VENTO

Mágico Vento é o nome indígena dado a Ned Ellis, um soldado americano que escapou milagrosamente da explosão de um trem. Muito ferido, foi encontrado por um velho xamã, que o levou para sua tribo, entendendo que aquilo era um sinal. Quando acordou, Ned não se recordava de mais nada, e passou então a conviver com os  Sioux, sendo considerado um xamã, ou “homem da medicina”, pelo dom das visões que passou a ter graças a uma farpa de metal depositada em seu cérebro, na ocasião do acidente

Recebeu o nome de “Mágico Vento” do velho xamã que o encontrou.

 

Nesse dia Internacional dos Povos Indígenas não podemos esquecer de um índio que existiu no Rio Grande do Sul e é simbolo de luta e garra 

SEPÉ TIARAJU

Corregedor da Redução Jesuítica de São Miguel, eleito pelos índios guaranis, quando da assinatura do Tratado Madri, em 1750, pelo qual os reis de Portugal e Espanha trocavam os Sete Povos das Missões pela Colônia do Sacramento, obrigando cerca de 50 mil índios cristãos a abandonarem suas cidades, igrejas, lavouras, fazendas, onde criavam dois milhões de cabeças de gado e, principalmente, a abandonarem as terras de seus ancestrais. Insurgindo-se contra esse tratado. Sepé liderou a resistência dos índios guaranis, pronunciando a famosa frase: “Esta terra tem dono”.

Morreu em 7 de fevereiro de 1756, enfrentando tropas portuguesas e espanholas no local chamado Batovi, hoje cidade de São Gabriel. Três dias depois, mil e quinhentos índios foram trucidados na batalha do Caiboaté. Sepé liderou a luta do povo guarani para permanecer em suas terras, onde construíram “um verdadeiro triunfo da humanidade”, como escreveu Voltaire em 1768 na obra “Cândido”.

Em 2010 a história desse bravo guerreiro virou pagina de quadrinho, editado pela câmara dos deputados, o gibi resgata uma das mais belas páginas da história Rio-grandense.

E vocês lembram de mais índios no quadrinhos?

Uma resposta para “Os índios nos gibis.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s