Coreia do Norte, a paranoia

Coreia-do-Norteanormal
Pizza, cachorros-quentes e hambúrgueres — itens básicos da alimentação de um adolescente coreano — lhes dão indigestão. O mesmo efeito é provocado pelo excesso de arroz — o alimento básico de outrora, que na era pós-fome se tornou comida de rico na Coreia do Norte.

“Os intelectuais têm condições de denunciar as mentiras dos governos e de analisar suas ações, suas causas e suas intenções escondidas. É responsabilidade dos intelectuais dizer a verdade e denunciar as mentiras.” ― Noam Chomsky

Veja também: DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, Parabéns Néstle, Vergonha alheia!!!, Fome, PÁTRIA MADRASTA VIL, Alimentação japonesa, Conhecimento Ancestral, Mão Santa, Estrada a fora, Michael Moore, Feliz Natal (A Guerra Acabou), Piada sem sabor!, Território, Infinito paralelo, Medo?, Arena

11 respostas para “Coreia do Norte, a paranoia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s